Joel Pinho critica Daniel Sousa e o SC Braga

O FC Arouca já reagiu à forma como foi conduzido o processo que culminou na contratação de Daniel Sousa pelo SC Braga, numa altura em que o treinador tem ainda vínculo com o clube até final da temporada.

O director geral Joel Pinho foi o porta-voz do descontentamento, deixando duras críticas quer ao treinador quer ao clube bracarense liderado por António Salvador por as negociações se terem estendido pela semana em que os lobos se deslocam à Pedreira para disputar o jogo da 28ª jornada. Em conferência de imprensa na manhã desta quarta-feira, o líder da SAD do clube minhoto anunciou ter já contratado Daniel Sousa, sem satisfazer as exigências do FC Arouca de um milhão de euros para libertar já o treinador.

«Foi com bastante estranheza e desilusão que hoje soubemos que Daniel Sousa tinha reunido ontem [terça-feira] com o Braga e com o seu presidente e tinha assinado um acordo para as próximas duas épocas. Daniel Sousa pode assinar por quem quiser, mas não é o timing correcto, e eticamente não foi correcto. É uma atitude inaceitável, tanto da parte do Braga como do treinador.» «Nós nunca seríamos capazes de ter uma atitude como a que tiveram o Braga e o treinador. No Arouca defendemos a ética, a clareza e a verdade desportiva», reagiu Joel Pinho, deixando ainda claro que Daniel Sousa cumprirá o contrato com o clube até o final da época. «Explicamos-lhe a nossa posição e a posição que ele deve ter enquanto profissional», referiu. MMS/RV

Outros Artigos de Interesse

Desporto

Daniel Sousa é treinador do FC Arouca, mas já assinou pelo SC Braga

Presidente arsenalista anunciou negócio. FCA ainda não tomou posição. As duas equipas jogam sábado entre si
Desporto

Centro Juvenil com boa presença no Eurobol de Gondomar

Sob a orientação dos técnicos Mário Henrique, João Andrade e Márcia Mendes, as três equipas de formação obtiveram um total de nove vitórias
Desporto

FC Arouca 2-1 Farense

Vitória justa do FCA que, com 37 pontos, consolidou ainda mais o super-tranquilo 7º lugar da Liga portuguesa