SOCIEDADE
 
Cinema português vence 18.ª edição do Arouca Film Festival
 
Sessão final no auditório da Loja Interactiva de Turismo
Longa-metragem “A Escritora” arrecadou a 'Lousa de Ouro' 2020
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
A longa metragem portuguesa "A Escritora", de Hugo Pinto, venceu a Lousa de Ouro (prémio para o melhor filme), na 18ª edição do Arouca Film Festival, que terminou ontem à noite.
O filme, de 2019, parte de um conto de Andreia Azevedo Moreira e é sobre uma mulher com um talento fora do comum para a escrita, ensombrada por uma doença de foro psicológico: a hipergrafia - a incurável doença da escrita. Alice sofre com o impulso de escrever, não conseguindo estancar o fluxo verbal que a assola. Ao lado da sua luta contra a doença, surge a conflituosa relação que mantém com o marido.
A obra fala sobre a estreita ligação entre a genialidade e a doença depressiva, na pele de uma escritora em ascensão, grávida de gémeos e com conflitos emocionais com o marido.
Afonso Pimentel, Catarina Lima e Áurea fazem parte do elenco desta obra que tem ainda narração de Dalila Carmo.
Este é o terceiro filme de Hugo Pinto, que realizou "TU", em 2016, e "Espelho Meu", em 2018.
Para o director do festival, João Rita, e presidente do Cine Clube de Arouca (associação que organiza o certame) "esta foi uma edição muito especial, o festival fez 18 anos, e é sempre um orgulho ver os filmes portugueses vencer, pois é sinal da força do cinema português e também faz jus à existência dos festivais de cinema no nosso país".
A edição deste ano decorreu sob todos os constrangimentos derivados da pandemia, não obstante, a organização quis mostrar a todos que o evento continua a apoiar o cinema internacional. E todas as recomendações da DGS e do Munícipio de Arouca foram cumpridas.
"Este ano, mais do que nunca, o público precisa de nós, os cineastas de todo o mundo precisam de nós, quisemos mostrar que é possível continuar a trabalhar a cultura e o cinema, quisemos também ser um incentivo para todos os realizadores e para o ano cá estaremos para receber mais obras vindas de todos os cantos do mundo", refere João Rita.
A Lousa de Prata irá para a Rússica, depois de o filme "The Gift" de Radik Kudoyarov ser reconhecido como segundo melhor filme do festival.
Na categoria Filmes Covid, dedicada a obras produzidas durante o período de confinamento, o vencedor foi o filme brasileiro "Diário do Isolamento 121", de Elder Fraga.
A 18ª edição do festival de cinema de Arouca ficou ainda marcada pela aposta nas escolas, através de várias formações que decorreram durante a semana, na Escola Secundária de Arouca.
A cerimónia de encerramento do evento decorreu este sábado à noite, no auditório da Loja Interactiva de Turismo de Arouca. No total, 58 filmes de vários países estiveram em competição em Arouca, durante a semana.
O evento contou ainda com oficinas, um quizz online, a exibição da longa metragem "Variações" e uma tertúlia sobre cinema e turismo, com a participação de entidades locais e dos realizadores portugueses João Maia ("Variações") e Luís Albuquerque ("Viriato"). 2020-09-20


Lista de vencedores AFF 2020:

Best Film of the Festival "Gold Slate"
Melhor Filme do Festival "Lousa de Ouro"
• A ESCRITORA

Second Best Film of the Festival "Silver Slate"
Segundo Melhor Filme do Festival "Lousa de Prata"
• THE GIFT

Best Fiction Film | Melhor Filme ficção
• MARIONETAS | Nacho Clemente | Ficção | 9´ | Espanha
Best Documentary Film | Melhor filme Documentário
• OXIGÉNIO | Luis Murillo Arias | Documentário | 3´ | Espanha
Best Animation Film | Melhor filme animação
• DINODSAURS - The True Story | Paul-Louis Aeberhardt | Animação | 5´ | Espanha
Best Videoclip Film | Melhor Videoclip
• PART TWELVE | Taisia Deeva | Video-Clip | 6´ | Ucrânia
Best Experimental Film | Melhor filme experimental
• THANKS | Vladimir Alexandrov | Experimental | 4´ | Bielorrússia
Best "COVID" Film | Melhor Filme "COVID"
• DIÁRIO DO ISOLAMENTO 121 | Elder Fraga | Ficção | 10´ | Brasil
Best Directing | Melhor Realização
• MARIONETAS | Nacho Clemente | Ficção | 9´ | Espanha
Best Script | Melhor Argumento
• A ESCRITORA |Hugo Pinto | Ficção | 20´| Portugal
Best Photography | Melhor Fotografia
• THE GIFT | Radik Kudoyarov _ Ficção | 13´ | Rússia
Best Edition | Melhor Edição
• THE CALL | Kadim Tarasov | Ficção | 7´ | Ucrânia
Best Representation | Melhor representação
• MARIONETAS | Nacho Clemente | Ficção | 9´ | Espanha (Fernando Ramallo)
Best Sound | Melhor Som
• UN MAL MENOR | Francisco Pérez Uscocovich | Ficção | 15´ | Espanha

Best Film Public Vote | Melhor filme do público
• UM CADÁVER CHAMADO ALFREDO | João Estrada | Ficção | 12´ | Portugal
Special Mention | Menção honrosa
• AN EXCEPTIONAL DAY | Cédrick Spinassov | Ficção | 4´ | Espanha
Special Mention | Menção honrosa
• SYCO | Sara Santos | Ficção | 7´ | Portugal

 
Arouca

Quarta, 28 de Outubro de 2020

Actual
Temp: 11º
Vento: E a 0 km/h
Precip: 0 mm
Nevoeiro
Qui
T 16º
V 3 km/h
Sex
T 19º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Continua a aposta (da CMA) 'quase irracional' no turismo"

Carlos Tavares, lider do PPM-Arouca, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 16 visitantes online