SOCIEDADE
 
Mais de 2000 espirometrias em Arouca e na região
 
Primeiro ano de funcionamento da valência acordada entre o Centro Hospitalar EDV e o Agrupamento de Centros de Saúde
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) e o Agrupamento de Centros de Saúde de Entre o Douro e Vouga I (ACES Feira/Arouca) assinaram, em 22 de Maio de 2017, um protocolo para realização de exames, neste caso espirometria, nos Cuidados de Saúde Primários. Esta parceria tem-se revelado um grande sucesso, tendo já sido realizadas 2005 espirometrias nos Centros de Saúde do ACES Feira/Arouca, sem a deslocação do Utente ao Hospital de São Sebastião.
Este exame complementar de diagnóstico, realizado por uma Técnica de Cardiopneumologia que se desloca às unidades de saúde do ACES, mede o débito de ar com um espirómetro e tem como objectivo o diagnóstico precoce e a monitorização da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC), e da Asma. A análise do exame, que permite caracterizar e avaliar a gravidade da doença, é efectuada pelos Pneumologistas no CHEDV, que também produzem o relatório, sendo posteriormente enviado para o Médico de Família do Utente.
O ACES Feira/Arouca com o apoio do Serviço de Pneumologia do CHEDV, realizou em 2017 diversas acções de formação de espirometria, destinadas aos médicos do ACES, o que permitiu disponibilizar esta nova oferta de exames nos Cuidados de Saúde Primários, uma ferramenta essencial para os profissionais de saúde na avaliação clínica.
Esta iniciativa reforça a aposta na prevenção e no aumento do diagnóstico precoce da DPOC, acesso à prestação de cuidados de saúde de proximidade e a um tratamento adequado e articulado entre os cuidados de saúde primários e cuidados de saúde hospitalares. O aumento da capacidade para diagnosticar a DPOC permitirá ganhos significativos em saúde, decorrentes da possibilidade de diagnosticar e tratar os doentes numa fase mais precoce da doença, com melhores resultados e menos custos.
Desta colaboração entre o CHEDV e o ACES resulta uma melhor articulação, redução de consultas, diminuição das necessidades de internamento hospitalar, menor absentismo laboral, maior proximidade e maior qualidade de vida do doente.
Em Portugal, o peso da mortalidade por doenças respiratórias tem vindo progressivamente a aumentar e constitui a terceira principal causa de morte a seguir às doenças cardiovasculares e ao cancro, tendo em 2015 representado mais de 12% do total de causas de morte. Além da mortalidade, está previsto que as doenças respiratórias crónicas atinjam cerca de 40% da população portuguesa, calculando-se uma prevalência de 10% para a asma, de 25% para a rinite e 14,2% para a DPOC em pessoas com mais de 40 anos.
O exame de espirometria é indolor e não invasivo, utilizado em casos em que é necessário verificar se o utente sofre de doença respiratória.
Os utentes que realizam exames de espirometria ao abrigo deste Protocolo entre o CHEDV e o ACES Feira/Arouca são abrangidos pela dispensa de pagamento de taxas moderadoras. 2018-04-30
 
Arouca

Quinta, 20 de Setembro de 2018

Actual
Temp: 26º
Vento: NW a 3 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Sex
T 24º
V 3 km/h
Sáb
T 29º
V 0 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Com a proposta do governo de reverter as agregações das freguesias, as uniões feitas no concelho de Arouca devem...
 
 
A Frase...

"Pretendemos manter as dinâmicas de trabalho, participar em projectos e proporcionar aos alunos um ensino de qualidade"

Adília Cruz, directora do AE Arouca, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 43 visitantes online