SOCIEDADE
 
Mais de 2000 espirometrias em Arouca e na região
 
Primeiro ano de funcionamento da valência acordada entre o Centro Hospitalar EDV e o Agrupamento de Centros de Saúde
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O Centro Hospitalar de Entre o Douro e Vouga (CHEDV) e o Agrupamento de Centros de Saúde de Entre o Douro e Vouga I (ACES Feira/Arouca) assinaram, em 22 de Maio de 2017, um protocolo para realização de exames, neste caso espirometria, nos Cuidados de Saúde Primários. Esta parceria tem-se revelado um grande sucesso, tendo já sido realizadas 2005 espirometrias nos Centros de Saúde do ACES Feira/Arouca, sem a deslocação do Utente ao Hospital de São Sebastião.
Este exame complementar de diagnóstico, realizado por uma Técnica de Cardiopneumologia que se desloca às unidades de saúde do ACES, mede o débito de ar com um espirómetro e tem como objectivo o diagnóstico precoce e a monitorização da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC), e da Asma. A análise do exame, que permite caracterizar e avaliar a gravidade da doença, é efectuada pelos Pneumologistas no CHEDV, que também produzem o relatório, sendo posteriormente enviado para o Médico de Família do Utente.
O ACES Feira/Arouca com o apoio do Serviço de Pneumologia do CHEDV, realizou em 2017 diversas acções de formação de espirometria, destinadas aos médicos do ACES, o que permitiu disponibilizar esta nova oferta de exames nos Cuidados de Saúde Primários, uma ferramenta essencial para os profissionais de saúde na avaliação clínica.
Esta iniciativa reforça a aposta na prevenção e no aumento do diagnóstico precoce da DPOC, acesso à prestação de cuidados de saúde de proximidade e a um tratamento adequado e articulado entre os cuidados de saúde primários e cuidados de saúde hospitalares. O aumento da capacidade para diagnosticar a DPOC permitirá ganhos significativos em saúde, decorrentes da possibilidade de diagnosticar e tratar os doentes numa fase mais precoce da doença, com melhores resultados e menos custos.
Desta colaboração entre o CHEDV e o ACES resulta uma melhor articulação, redução de consultas, diminuição das necessidades de internamento hospitalar, menor absentismo laboral, maior proximidade e maior qualidade de vida do doente.
Em Portugal, o peso da mortalidade por doenças respiratórias tem vindo progressivamente a aumentar e constitui a terceira principal causa de morte a seguir às doenças cardiovasculares e ao cancro, tendo em 2015 representado mais de 12% do total de causas de morte. Além da mortalidade, está previsto que as doenças respiratórias crónicas atinjam cerca de 40% da população portuguesa, calculando-se uma prevalência de 10% para a asma, de 25% para a rinite e 14,2% para a DPOC em pessoas com mais de 40 anos.
O exame de espirometria é indolor e não invasivo, utilizado em casos em que é necessário verificar se o utente sofre de doença respiratória.
Os utentes que realizam exames de espirometria ao abrigo deste Protocolo entre o CHEDV e o ACES Feira/Arouca são abrangidos pela dispensa de pagamento de taxas moderadoras. 2018-04-30
 
Arouca

Domingo, 18 de Novembro de 2018

Actual
Temp: 11º
Vento: ESE a 2 km/h
Precip: 0 mm
Nublado
Seg
T 14º
V 3 km/h
Ter
T 11º
V 6 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Que área gostaria de ver reforçada nas GOP e Orçamento da CMA para 2019?
 
 
A Frase...

"Não discrimino nenhuma das antigas freguesias"

Ângelo Miranda, presidente da União de Freguesias de Arouca-Burgo", eleito pela coligação PSD/CDS, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 39 visitantes online