POLÍTICA LOCAL
 
Delegação da CDU Arouca visita Agrupamento de Escolas de Escariz
 
Reunião em Escariz
AUTÁRQUICAS 2017 | Candidatos da coligação de esquerda ajudaram a limpar rio Urtigosa, em Rossas
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
No final do mês de Junho uma delegação da CDU - Coligação Democrática Unitária, composta por Francisco Gonçalves, António Óscar Brandão, Carlos Pinho e Carlos Alves, realizou uma visita de trabalho ao Agrupamento de Escolas de Escariz, onde reuniu com o Director, António Garcia.
Esta iniciativa está de acordo com os propósitos da pré-campanha da CDU - Arouca, em realizar um conjunto de deslocações que permitam chamar a atenção para temáticas / problemas que estarão na ordem do dia nos próximos quatro anos.
Esta visita ao Agrupamento de Escolas de Escariz serviu para sublinhar a preocupação da CDU com a concentração escolar e com a "Municipalização da Educação", justamente para afirmar a nossa oposição a estas duas lógicas de política educativa.
No caso da concentração escolar, o Agrupamento de Escolas de Escariz mantém-se hoje como tal porque a sua comunidade escolar, em 2012, se opôs à fusão com as outras duas unidades de gestão existentes à altura, o Agrupamento de Escolas de Arouca e a Escola Secundária e Arouca.
Actualmente, apesar da criação de um único agrupamento de escolas no concelho não estar em cima da mesa, a pressão demográfica (quebra populacional) e a perpetuação da lógica economicista no Ministério da Educação podem recuperar, mais tarde ou mais cedo, o desígnio da criação de mega-agrupamento concelhio.
A delegação da CDU constatou nesta visita que a pequena escala do Agrupamento de Escolas de Escariz mantém uma dimensão humana pedagogicamente ajustada, permite a obtenção de bons resultados escolares, tanto ao nível do aproveitamento como da (in)disciplina, e um bom regime de funcionamento, deixando a respectiva comunidade escolar satisfeita com o serviço de educação prestado.
Quanto à "Municipalização", isto é, ao processo de transferência de competências em curso, que mais não pretende fazer do que concentrar na autarquia um conjunto de competências que antes pertenciam aos agrupamentos e aos serviços do Ministério da Educação. No fundo, consiste num processo de (re)concentração de competências na Autarquias, retirando autonomia às Escolas.
A este projecto contrapomos uma efectiva autonomia da Escola, na qual haja transferência de competências para os Agrupamentos, desde que feita em simultâneo com um novo modelo de gestão e administração escolar - com órgãos democráticos, colégios eleitorais alargados, valorizando assim a democracia e a colegialidade em vez da burocracia e da unipessoalidade.
Nesta matéria a CDU sublinha o carácter distintivo de sua candidatura, uma vez que, no plano nacional, PSD/CDS mais e PS, menos, continuam reféns de lógicas burocráticas, economicistas e de concentração escolar, contribuindo deste modo para o esvaziamento da dimensão humana da Escola.
No plano local, também é evidente o carácter distintivo da nossa candidatura, vimos o PSD/CDS recentemente a reunir com o presidente da Câmara de Oliveira de Azeméis, Isidro Figueiredo, e a tecer loas à "Municipalização" e no PS a sobressaírem, também, apetências para a autarquia entrar na gestão de matérias iminentemente pedagógicas como currículos, plano anual de actividades e sucesso escolar.
Para a CDU - Coligação Democrática Unitária os recursos humanos (docentes e não docentes) e o Currículo são matérias de gestão do Ministério da Educação, dada a necessidade de garantir o princípio da universalidade. A Pedagogia é matéria da esfera dos professores e dos órgãos e estruturas pedagógicas das Escolas. A Autarquia é um actor de Comunidade Educativa que deve apoiar e complementar o trabalho desenvolvido pela escola e pelo Ministério da Educação. 2017-07-12 Candidatura Autárquica da CDU Arouca


CANDIDATOS DA CDU ASSOCIAM-SE À INICIATIVA DA URTIARDA DE LIMPEZA DO URTIGOSA

Vários candidatos da Coligação Democrática Unitária - CDU Arouca - entre os quais a mandatária concelhia e os cabeças de lista à Assembleia Municipal de Arouca e à Câmara Municipal de Arouca, Deolinda Brandão, António Óscar Brandão e Francisco Gonçalves, respectivamente - associaram-se, no passado sábado, dia 8 de Julho, à já habitual limpeza do rio Urtigosa, em Rossas, ao longo da quase totalidade do percurso da concessão de pesca existente.
Para a CDU - Arouca a participação nesta iniciativa insere-se na pré-campanha autárquica e no propósito de chamar a atenção para temas, que pela sua problemática e/ou potencial para o futuro do concelho, mereçam destaque pela importância que encerram.
O concelho de Arouca é atravessado por importantes rios, do Paiva ao Paivó, do Arda ao Caima, e por um sem número de afluentes - rios, ribeiros e riachos - que estão longe de ter a atenção e a valorização que merecem, por parte dos poderes públicos.
A Urtiarda desenvolve, há quase duas décadas, longe dos holofotes "geoparqueanos", uma importante actividade de sensibilização, limpeza e repovoamento do rio Urtigosa, estendendo a sua acção, também, no que se refere aos repovoamentos, a vários cursos de água do concelho.
Como foi possível constatar, actualmente a quantidade de lixo recolhido nestas campanhas é muito menor do que quando estas iniciativas de limpeza foram iniciadas. Outro elemento que foi possível confirmar no terreno foi a quantidade de peixe que hoje se encontra neste pequeno afluente do Arda. Sinal de que vale a pena. O que é necessário, afinal, é vontade política e/ou associativa para o fazer!
Este exemplo desta pequena associação da freguesia de Rossas remete-nos para uma pergunta: como estariam os rios de Arouca se a autarquia tivesse vontade política para os valorizar? 2017-07-12 Candidatura Autárquica da CDU Arouca


 
Arouca

Quarta, 22 de Novembro de 2017

Actual
Temp: 14º
Vento: SSW a 5 km/h
Precip: 0 mm
Muito Nublado
Qui
T 16º
V 5 km/h
Sex
T 15º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Nas compras natalícias deste ano, pensa gastar...
 
 
PUB.
A Frase...

"Um apicultor tem que ter grande paixão pelas abelhas, mesmo depois de algumas picadas!"

António Azevedo, produtor de mel em Arouca, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 41 visitantes online