ANDRÉ VILAR
 
Pela construção do futuro
 
OPINIÃO | Arouca continua, assim, num caminho de desenvolvimento
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Margarida Belém renovou a confiança dos arouquenses e a equipa por ela liderada venceu a Câmara Municipal de Arouca com maioria absoluta. Os Arouquenses voltaram a acreditar no projeto que, há 28 anos, contribui para o desenvolvimento harmonioso de Arouca, mostrando que sabem muito bem
o que querem e que sabem, com mais convicção, o que não querem.
Os arouquenses não se deixaram levar pela demagogia. Contudo, a prosperidade do futuro de Arouca, depende do contributo de todos e, por isso, espera-se que a oposição seja construtiva.
Somos hoje um município melhor, mais coeso, justo e solidário. Um município onde é bom viver.
Contudo, não foi possível fazer tudo em 4 anos, como já não seria possível num ano normal. A Covid-19 condicionou ações e travou projetos, atirando-os para o futuro.
Não obstante, nunca um município pode assumir que está tudo feito. A necessidade de constante melhoria e desenvolvimento são intrínsecos à existência humana, na mesma medida em que não há maior sinal da dinâmica territorial do que esta necessidade de mudança.
Margarida Belém renova o compromisso e Arouca continua, assim, num caminho de desenvolvimento.
A equipa que a acompanha conhece Arouca e os arouquenses. Cláudia Oliveira, Albino Cardoso e António Duarte, sabem das preocupações e motivações dos seus concidadãos e estão preparados para construir o futuro do concelho, continuando a trilhar o caminho de sucessivos sucessos. Um caminho que juntos temos vindo a trilhar e cujos resultados têm sido visíveis em todas as áreas de governação.

A juventude como decisão

No mandato anterior, o executivo liderado por Margarida Belém, "abriu as portas" dos Paços do Concelho à Juventude. A criação do espaço de Atendimento ao Jovem Munícipe permitiu ouvir os arouquenses mais novos, os seus anseios, as suas preocupações e os seus projetos para o futuro da terra
que os viu nascer e que eles querem que os veja crescer e viver.
Com a criação deste espaço nas escolas sede dos Agrupamentos de Escola de Arouca e de Escariz, promove-se a cidadania jovem, aproximando os jovens arouquenses dos órgãos de poder local, permitindo-lhes ser voz ativa nos processos de decisão e gestão municipal.
Além disso, a desejada implementação do Conselho Municipal da Juventude tornou-se também uma realidade no último mandato. Este Conselho constitui um passo fundamental na afirmação da juventude, junto dos decisores políticos e permite à juventude arouquense ter um papel de relevo na tomada
de decisões, criando oportunidades de diálogo e aprendizagem mútua entre jovens, organizações de juventude e decisores municipais.
A estes projetos, somam-se o Ci3 - Centro de Incubação e Inovação Industrial, uma incubadora de empresas de base tecnológica, científica e criativa, que visa apoiar o empreendedorismo e o emprego jovem, bem como a captação de mão-de-obra qualificada. O Orçamento Participativo dá, também, aos jovens a oportunidade de mostrar as suas ideias e as verem implementadas.
Estão lançadas as cartas para o impulso, empoderamento e participação da juventude arouquense.
Arouca é um concelho de futuro e juntos continuamos a construí-lo.

Ainda no rescaldo das eleições, não é possível deixar de fazer referência a alguns acontecimentos:
1) A estrondosa vitória de Jorge Oliveira, em Mansores, que conquistou quase 90% do eleitorado, reforçando o compromisso que assumiu em 2017.
2) Na União de Freguesias de Canelas e Espiunca, Hermenegildo Moreira, foi o rosto da mudança, conseguindo, ao fim de 16 anos, destronar Joaquim Cunha, trazendo a esta União de Freguesias, novos atores políticos, numa equipa jovem e com vontade de colocar a Canelas e Espiunca numa trajetória de desenvolvimento, aproveitando os seus recursos e potencialidades.
3) O regresso de José Luís Fevereiro à presidência da Junta de Freguesia de Chave. Depois de 12 anos como presidente desta junta e de quatro como tesoureiro, Fevereiro volta a liderar esta autarquia.
4) Em Santa Eulália, Hélio Soares agarra o último mandato com menos 20% de votação, em relação a 2017. Sem sucessão lógica nem preparada, o atual executivo da Junta de Freguesia, abre espaço à mudança.
5) Na eleição da mesa da Assembleia Municipal, na bancada do Partido Socialista, apenas uma caneta foi necessária para votar. Já na bancada da coligação de direita, foi preciso, aparentemente, mais.
Se, porventura, alguma vez, o partido pelo qual fui eleito me pedisse contas da minha lealdade, limitando a minha atividade cívica e o sigilo do meu voto, contaria, garantidamente, com a minha renúncia ao cargo, por não estar reunida a confiança para continuar o trabalho conjunto, em prol dos arouquenses.
Mas isso sou eu que defendo fielmente a democracia na sua plenitude e não aceito, jamais, que atentem contra a minha liberdade.
Estou certo de que o agora empossado Presidente da Assembleia Municipal, Pedro Vieira, bem como todos os deputados, farão um excelente trabalho no órgão deliberativo. Só assim, alinhados, é que levamos a bom porto Arouca, o concelho que nos move e que nos orgulha.
6) A bancada parlamentar do Partido Socialista na Assembleia Municipal conta agora com forte presença da juventude. É tempo de aliar o saber dos autarcas mais velhos à irreverência e ousadia dos mais jovens. Só assim se construirá uma Arouca de presente e futuro, assente no passado que nos orgulha e motiva.

 
Arouca

Domingo, 05 de Dezembro de 2021

Actual
Temp: 9º
Vento: NW a 5 km/h
Precip: 0.1 mm
Chuva
Seg
T 13º
V 3 km/h
Ter
T 13º
V 6 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Quanto melhor conhecermos o território, maior capacidade teremos para o gerir, preservar e valorizar"

Margarida Belém, durante a inauguração do Balcão Único do Prédio (BUPi)

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 56 visitantes online