VITOR AROUCA
 
Resíduos e ambiente
 
OPINIÃO | É necessário criar um serviço de recolha de RCD, à semelhança do que já acontece com sucesso com os “monos”
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
São muitos, e arrisco-me a dizer, cada vez mais, os episódios de depósito ilegal de RCD's (Resíduos de Construção e Demolição, vulgarmente designados por entulhos) nos mais diversos locais do concelho. Os alvos preferenciais de pessoas com pouca ou nenhuma consciência ambiental ou cívica são sobretudo os "nossos" montes, em locais de fácil acesso de um veículo que permita a rápida descarga. Se já existe lei no sentido de punir os infratores, ela, por si só, não torna a inexistência desses depósitos numa realidade.
Não bastam tímidas campanhas de sensibilização, sobretudo numa presença digital ou on-line. Aos responsáveis pede-se mais.
Sabendo que a responsabilidade na gestão dos RCD produzidos em obras particulares isentas de licença e não submetidas a comunicação prévia é dos municípios, é minha opinião que o Centro de Recolha de
Resíduos existente na Zona Industrial de S. Domingos em Arouca, continua a não responder às necessidades do concelho, quer pela sua dimensão ou equipamento, quer pelo critério de proximidade, apesar da anunciada duplicação da capacidade de resposta.
Este centro não satisfaz numa ótica do custo/deslocação de quem pretende se desfazer dos resíduos e nessa medida entendo que a criação de mais ecocentros, ou numa visão mais económica, a criação de locais de depósito preliminar/temporário de deposição controlada, eventualmente geridos pelas Juntas de Freguesia seria um complemento interessante na rede de pontos de entrega de RCD.
É necessário criar um serviço de recolha de RCD, à semelhança do que já acontece com sucesso com a "recolha de monos", tendencialmente gratuito, uma vez que os preços praticados no mercado para transporte e encaminhamento a destino final adequado dos RCD são elevados, pelo que se a Autarquia imputar esse custo aos munícipes, haverá com certeza uma desistência do recurso ao serviço prestado e consequentemente abandono dos resíduos.
É urgente a disponibilização de equipamentos aos munícipes (aluguer de contentores e big-bags), para que estes tenham condições de efetuar a separação dos resíduos na origem.
É importante desenvolver regras claras para a separação de resíduos na origem, por forma a serem aceites no ato de entrega nos ecocentros ou locais de armazenamento preliminar.
É indispensável a separação dos materiais suscetíveis de valorização e promoção de novas utilizações para o material reciclado, nomeadamente a criação de inertes para aplicação em obras de proximidade executadas pelo Município.
É essencial reforçar as campanhas de sensibilização, não só on-line, como também através da disponibilização de panfletos/brochuras disseminados junto das Juntas de Freguesia, AECA, projetistas, construtores. Os próprios equipamentos do município afetos à recolha de resíduos poderiam eles também serem veículos portadores de informação pertinente a esse respeito.
Por Arouca mais limpa e por um ambiente mais cuidado, valerá a pena pensar nisso.
 
Arouca

Domingo, 08 de Dezembro de 2019

Actual
Temp: 14º
Vento: SSW a 2 km/h
Precip: 1.0 mm
Chuvas Fortes
Seg
T 14º
V 2 km/h
Ter
T 15º
V 0 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Os Passadiços do Paiva deram um impulso significativo à dinâmica turística do nosso Município e de toda a região"

Margarida Belém, após receber novo galardão a premiar os Passadiços nos 'óscares' do Turismo 2019

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 37 visitantes online