ARMANDO ZOLA
 
Regionalização e guerra de Verão
 
OPINIÃO | A centralização é boa para Lisboa e para os interesses aí instalados
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
REGIONALIZAÇÃO - O resultado de uma sondagem publicada no passado sábado, dia 7 de Setembro, no Jornal de Notícias, dava conta de que uma expressiva maioria dos portugueses pretende a regionalização. Isto, apesar de os partidos políticos, por receio, por calculismo, ou por discordância, a não defenderem, nem explicarem abertamente e com rigor. Se o fizessem, e a defendessem na base das cinco regiões plano existentes, aquela maioria seria ainda, sem dúvida, muito mais expressiva.
Acontece que, António Costa, Primeiro-Ministro e lisboeta de gema, não desconhecendo o interesse e a pretensão da maioria dos portugueses, e apesar de saber das conclusões, favoráveis à regionalização, de um recente estudo encomendado pelo próprio Governo a uma comissão de notáveis, presidida pelo Eng.º João Cravinho, dela se vai esquecendo, espera pela posição, sobre o assunto, do Presidente da República, como se este tivesse sido eleito para governar, e permite que, no programa eleitoral do PS, para as próximas legislativas, até a palavra regionalização se oculte; Rui Rio, que foi contra as regiões, vem, nestes últimos tempos, a ter alguns ímpetos regionalistas, o que não é mau, mas tão esporádicos e inconsequentes que, se chegasse a ocupar o poder no Terreiro do Paço, seria bem provável que logo sossegasse de tais arrebatamentos; por sua vez, o PCP, no seu programa eleitoral, define a regionalização como uma das cinco questões nucleares para a realização de uma política patriótica de esquerda, mas os seus dirigentes abordam-na tão raramente e de forma tão ténue que, pasme-se, na referida sondagem, os seus eleitores são os únicos, dentre os dos cinco maiores partidos, que se pronunciam maioritariamente contra; finalmente, o Bloco de Esquerda parece tratar o tema de modo distante, mas, apesar disso, tem nos seus eleitores os que em maior percentagem se pronunciam a favor.
A centralização é boa para Lisboa e para os interesses aí instalados. A regionalização, se devidamente idealizada e concretizada, é boa para o resto do País. Os portugueses, na sua maioria, têm essa noção. Por isso, sem surpresa, nessa sondagem sobre a regionalização, os de Lisboa pronunciaram-se contra e os do resto do País a favor da sua institucionalização. Porém, como Portugal é Lisboa, nossa querida capital, e o resto é paisagem, certo será que, para a "paisagem", a regionalização continuará a ser, por muitos anos mais, "uma simples miragem".

GUERRA DE VERÃO - Lavram pelo País, neste momento em que escrevo, diversos incêndios. Centenas de homens abnegados, múltiplos meios terrestres, poderosos meios aéreos dão-lhes duro combate.
É sempre assim quando a temperatura se eleva mais um pouco.
Têm-se gasto fortunas para evitar que casas e populações sejam dizimadas, o que é louvável, ainda que com medidas, por vezes, pouco eficazes e insustentáveis, mas o País, a maior parte do País, continua a arder, o que é uma desgraça.
Compense-se a retirada do combustível da floresta para a produção de energia! Evite-se tornar cada vez mais pesada e gigantesca a indústria da guerra aos incêndios que, quanto mais pesada e gigantesca se tornar, mais dependerá dos incêndios para subsistir.
Afinal, como a gigantesca e poderosa indústria das outras guerras...

(artigo publicado na edição impressa do RODA VIVA jornal de 2019.09.12)

 
Arouca

Quarta, 23 de Outubro de 2019

Actual
Temp: 14º
Vento: NNW a 6 km/h
Precip: 0.6 mm
Aguaceiros
Qui
T 14º
V 3 km/h
Sex
T 17º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
 
A Frase...

"Espero que os pais dos atletas sejam exemplos de 'fair-play' dentro e fora do campo"

Pedro Cirne, presidente da UD Fermedo, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 21 visitantes online