PEDRO QUARESMA
 
Os rios e a água
 
OPINIÃO | É difícil um controlo efectivo de eventuais focos de poluição
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Cada vez mais, a preocupação com a qualidade da água dos rios está na ordem do dia. Em Arouca, uma das principais atracções é o Rio Paiva, que percorre largos quilómetros e que é usufruído por milhares de pessoas, principalmente durante o Verão. Também tem estado na ordem do dia a qualidade das suas águas, nomeadamente pela restrição de uso nas praias fluviais. Sendo um rio que atravessa vários
concelhos e percorre largos quilómetros, é difícil um controlo efectivo de eventuais focos de poluição. No entanto, não deixa de ser surreal que estruturas de tratamentos de água, a laborarem de força deficiente, degradem significativamente a qualidade da água e façam exatamente o contrário do que supostamente era o seu objectivo.
Com os trabalhos de construção da nova estação de tratamentos em Castro Daire, esperemos que o problema, pelo menos nesse ponto, fique solucionado.
Apesar de ser largamente conhecido o problema de poluição do Rio Paiva em Castro Daire, têm surgido alguns alertas sobre outros focos de poluição, dificilmente controláveis ou em que se desconhece a origem.
Numa época de tecnologia, seria difícil uma monitorização do Rio Paiva? Até para desmistificar as origens da poluição, pelo menos no concelho de Arouca, não seria possível a implantação de uma rede permanente de monitorização da qualidade da água. Essa rede ou pelo menos a análise dos parâmetros de qualidade não poderia ser feita por laboratórios credenciados e independentes. Acredito que o custo desta rede seria perfeitamente comportável e garantia, no espaço e no tempo, um adequado acompanhamento da qualidade da água do Rio Paiva. As estações de monitorização poderiam estar localizadas em pontos estratégicos que permitissem um acompanhamento adequado quer do Paiva quer de alguns afluentes.
Também referir que, num período em que se procuram renaturalizar cursos de água e devolvê-los à fruição das pessoas, não se compreendem determinadas apostas na impermeabilização de leitos de rios e escondê-los da vista dos cidadãos. As palavras têm de ser coerentes com as acções. Quando são elencadas oportunidades concretas no Plano de Adaptação às Alterações Climáticas para aumento
de permeabilização dos solos, não podemos fazer o seu contrário.
Porque a informação não se esgota neste artigo, os leitores que desejem aprofundar alguns aspectos podem endereçar as questões através do correio electrónico: pquaresma.arouca@gmail.com.
 
Arouca

Quarta, 23 de Outubro de 2019

Actual
Temp: 14º
Vento: NNW a 6 km/h
Precip: 0.6 mm
Aguaceiros
Qui
T 14º
V 3 km/h
Sex
T 17º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
 
A Frase...

"Espero que os pais dos atletas sejam exemplos de 'fair-play' dentro e fora do campo"

Pedro Cirne, presidente da UD Fermedo, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 27 visitantes online