VITOR AROUCA
 
Corta-se a estrada
 
OPINIÃO | Neste momento a empreitada encontra-se suspensa
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
A Verticalpower, Unipessoal, Lda., empresa contratada pelas Infraestruturas de Portugal, deu início aos trabalhos de estabilização da encosta da Pedra Má, na EN224, em Arouca a 10 de julho.
Para garantir a execução dos trabalhos em segurança, foi necessário implementar restrições na circulação rodoviária na referida Estrada Nacional. Assim, o trânsito foi cortado naquela via e desviado pela EN326 (Variante).
Os únicos trabalhos desenvolvidos desde o corte da estrada foram a limpeza e desmatação da encosta, trabalhos estes que foram realizados em "meia dúzia de dias". Desde então a estrada continuava encerrada de acordo com a comunicação do Município de Arouca a informar que o corte seria efetuado até ao final do mês de Julho, apelando à "compreensão de todos os envolvidos".
Neste momento a empreitada encontra-se suspensa, assumindo eu que a razão se prende com o abate dos sobreiros que se encontram já marcados e que são como todos sabemos espécie protegida.
Para dar agora continuidade à empreitada é necessário efetuar o requerimento de corte ou arranque que
é obrigatoriamente realizado junto do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) e esperar uma resposta positiva. Este tipo de procedimentos, sobretudo em período de férias, poderá demorar demasiado tempo para quem se vê privado de uma via de comunicação há cerca de um mês, sem que se verifique uma intervenção significativa.
O que me intriga é:
Como se dá início a uma empreitada sabendo que será necessário efetuar o corte de uma estrada tão importante para Arouca e para os Arouquenses, que condiciona por esse facto a vida das pessoas no seu dia-a-dia, sem que previamente fosse acautelado o requerimento de corte ou arranque das árvores protegidas junto das entidades competentes?
A existência das árvores era desconhecida antes de se iniciarem os trabalhos?
Uma vez que a estrada foi reaberta ao trânsito no primeiro fim de semana de agosto, após os trabalhos de desmatação e limpeza já realizados, não poderão estes ter comprometido a estabilidade da encosta existente, representando assim um perigo para os utilizadores?
Uma vez que até à data de envio deste artigo para edição não foi feito, seria de bom tom que, da mesma forma que o Município anunciou por mais do que uma vez a empreitada e o corte da estrada dai resultante, informasse os arouquenses da razão ou razões pelas quais a estrada esteve cerca de um mês cortada sem que se realizassem os trabalhos que motivaram a sua supressão.
Uma coisa é certa, será necessário no futuro voltar a privar os arouquenses desta via e nessa altura, "corta-se a estrada" novamente.
 
Arouca

Quinta, 21 de Novembro de 2019

Actual
Temp: 9º
Vento: SW a 2 km/h
Precip: 0.1 mm
Nublado
Sex
T 12º
V 8 km/h
Sáb
T 10º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Pretendemos que a Junta possa ter maior autonomia e fazer um serviço melhor do que aquele que está a ser executado"

Vitor Arouca, da Assembleia de Freguesia Arouca-Burgo, sobre a proposta de transferência de competências, ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 27 visitantes online