CÁTIA CARDOSO
 
Primavera, poesia e Paradinha
 
OPINIÃO | Lugar aconchegante que proporciona bem-estar físico e mental
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Embora envergonhada, a primavera já se estende pelos campos e serras e rios há cerca de quatro semanas. É, das quatro estações, a mesma bela, por se tratar do renascer, associado ao recomeçar. A natureza refloresce-se e prepara-se para dar frutos, em mais uma nova vida.
É o momento mais inspirador do ano. E por falar em inspiração, logo no dia seguinte ao início da primavera (21 de março), celebra-se o dia mundial da poesia. Sabemos que não parece, mas primavera rima mesmo com poesia. E por falar em inspiração, primavera, e poesia, falemos da uma das mais poéticas e primaveris aldeias do concelho de Arouca: a Paradinha.
Primaveril porque, à semelhança de todas as outras, se torna mais bela nesta estação. Poética, e é-o incontestavelmente, porque nos prenda com palavras inscritas na lousa que são esbeltos poemas e, tal como a poesia o deve fazer, nos levam à reflexão e à sensação de estar em casa.
Pelo caminho, na estrada entranhada nos montes, logo surge o aviso: "PARE / DESÇA / E / OLHE!!!". Engolida pelas montanhas, a Aldeia da Paradinha tem sabido distinguir-se e potencializar-se. O rio que cobre o fundo dessas mesmas Montanhas, o Paiva, testemunha a peculiaridade desta aldeia.
Este Lugar encontra-se ainda em permanente recrutamento. "PRECISA-SE AMIGOS DA NATUREZA / (ADMISSÃO IMEDIATA)" é a proposta com que nos deparamos, e a verdade é que ali chegados compreendemos facilmente que se trata de um espaço que exige, e muito bem, ser cuidado e respeitado. Não saímos dali sem antes entregarmos o curriculum para ocupar o cargo, cuja admissão é efetivamente imediata.
A Aldeia da Paradinha é um espaço profundamente intimista, o que justifica plenamente que ali se erga anualmente um festival de música clássica, num palco montado praticamente em cima do rio.
Elegemos assim, a Aldeia da Paradinha, como o Lugar mais belo de Arouca para se viver a primavera, seja para um piquenique em família (oxalá o sol ajude), seja para descansar e recarregar energias.
Há um extenso convite ao usufruto da natureza e simultaneamente as mensagens que ali se encontram levam à reflexão e sensibilizam os visitantes para a cuidarem. "CONTAMINEM OS VOSSOS RIOS E UM DIA MORRERÃO AFOGADOS NOS VOSSOS PRÓPRIOS DETRITOS" é uma frase inscrita numa lousa, junto ao rio, que evidencia isso mesmo: por um lado, a reflexão e, por outro, a sensibilização.
Este é, pois, um Lugar aconchegante que proporciona bem-estar físico e mental, ideal para momentos em que buscamos encontrar-nos com quem somos, e cremos na natureza como metodologia indicada para tal.
A pedagogia da Paradinha não cessa, e provoca-nos ainda a sermos melhores pessoas não apenas com a natureza, mas também com os outros humanos, uma vez que "É BOM O HOMEM CUIDAR DE SI, MAS É ODIOSO CUIDAR SÓ DA SUA PESSOA".
Antes de concluir, referimos ainda que outro aspeto que mais agrada na praia fluvial da Paradinha é o sossego que se alcança, numa altura em que as praias da Espiunca, Vau e Areínho se transformaram em polos de agitação.
 
Arouca

Quarta, 23 de Outubro de 2019

Actual
Temp: 14º
Vento: NNW a 6 km/h
Precip: 0.6 mm
Aguaceiros
Qui
T 14º
V 3 km/h
Sex
T 17º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
 
A Frase...

"Espero que os pais dos atletas sejam exemplos de 'fair-play' dentro e fora do campo"

Pedro Cirne, presidente da UD Fermedo, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 22 visitantes online