ELÍSIO AZEVEDO
 
A Primavera
 
OPINIÃO | Quanto perde Portugal com a corrupção que enche os tribunais de processos que nunca mais têm fim?
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O Inverno é chegado aos seus últimos dias e a natureza começou a vestir as cores da Primavera, depois de um Carnaval chuvoso que prejudicou ou obrigou mesmo à suspensão de alguns dos habituais desfiles em que as autarquias investiram centenas de milhares de euros.
Apesar disso cumpriu-se a tradição - aldeias, vilas e cidades viveram alguns momentos de euforia, esquecendo mágoas e dificuldades na esperança de um futuro melhor e de um mundo mais justo e solidário.
As próprias aves, acolhidas aos seus abrigos, andam silenciosos e fugidias, na esperança que a primavera chegue para saudar as madrugadas com os seus cânticos e construírem os seus ninhos entre a nova folhagem do arvoredo.
A vida nas aldeias está intimamente ligada à Natureza e aos seus caprichos e vive e sente o seu pulsar.
Mas se os desfiles de Carnaval foram afectados pela invernia, os dias que o antecederam foram de júbilo, com o anúncio da vinda do Papa a Portugal em 2022, para presidir às Jornadas Mundiais da Juventude.
Depois de algumas fugas de informação que causaram alguma perturbação nas relações entre as autoridade civis e religiosas, a candidatura portuguesa saiu vencedora e o Papa Francisco estará, mais uma vez, em Portugal, onde será recebido por milhares de jovens vindos de todos os cantos do mundo.
Não deixa, porém, de ser curioso que, nestes tempos em que o dinheiro reina e impera, alguém se tenha lembrado de fazer contas e concluído que "a vinda do Papa vale o dobro da Web Summit!"...
É sintomático que a vinda do Papa e de milhares de jovens, a quem pertence o futuro e de quem depende o futuro do mundo, fique reduzido, no seu significado mais profundo, aos milhares ou milhões de euros que, porventura, a escolha de Lisboa para a realização das Jornadas Mundiais da Juventude possa proporcionar.
Sobretudo quando, pela mesma altura se divulga que, em termos de corrupção, Portugal se situa, "ao nível do Iraque e da Nigéria".
Esquece-se o significado do evento, esquecem-se os seus objectivos, mas fazem-se as contas para calcular os milhões que pode proporcionar.
Seria muito útil e pedagógico calcular quanto perde Portugal com a corrupção que enche os tribunais de processos que nunca mais têm fim e quase todos os dias os meios de comunicação noticiam e cobrem o país de vergonha.
Ter por companhia em termos de corrupção o Iraque e a Nigéria diz bem o que é o país em termos de corrupção e há processos que se arrastam por dezenas de anos e que ninguém sabe quando vão chegar ao fim.
Dentro de dias, de algumas semanas apenas, chegam as primeiras andorinhas, asas desembainhadas, percorrem centenas de quilómetros para regressar ao berço onde nasceram e as aldeias em festa celebram os santos da sua devoção.
Chegam os primeiros emigrantes, as aldeias isoladas e cada vez mais desertas, ganham nova vida, novas cores, alguma esperança renascida por entre a desilusão de promessas nunca cumpridas.

(texto publicado na edição impressa do RODA VIVA jornal de 2019.03.14)

 
Arouca

Quarta, 24 de Abril de 2019

Actual
Temp: 9º
Vento: WSW a 10 km/h
Precip: 4.6 mm
Chuvas Fortes
Qui
T 9º
V 6 km/h
Sex
T 11º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
O FCA vai conseguir manter-se na II Liga?
 
 
A Frase...

"O relacionamento entre a direcção e o corpo de bombeiros é excelente"

José Gonçalves, 1º Comandante dos BVA, durante a sessão solene do 42° aniversário da associação

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 25 visitantes online