TEIXEIRA COELHO
 
Uma boa notícia, apesar de tudo!
 
OPINIÃO | Tratou-se de um acto público que não fez esquecer um compromisso já antigo com Arouca
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Há cerca de três meses, reuniram-se, numa empresa de Escariz, a Presidente da Câmara de Arouca, o Primeiro-ministro de Portugal, o Ministro do Planeamento e Infraestruturas, o Presidente das Infraestruturas e, como convidados, os três anteriores presidentes da autarquia arouquense.
Perante uma tão exuberante concentração de individualidades, com o correspondente peso de representatividade do povo, qualquer cidadão a par da história recente do concelho de Arouca concluiria: "Finalmente foi anunciada a conclusão da Variante!".
Mas não. Ali anunciava-se o lançamento da empreitada da construção da ligação rodoviária do Parque de Negócios de Escariz à autoestrada A32, no nó de Pigeiros. É verdade que estes quase oito quilómetros complementarão a tão ansiada Variante, quando ela vier a merecer o nome de uma ligação directa de Arouca ao litoral.
Ali se tratou de um acto público que não fez esquecer um compromisso já antigo com Arouca da parte do Governo.
É verdade que ali se reconhecia, justamente, o dinamismo dos empresários de Escariz que reclamavam outras condições de acesso rodoviário para as suas actividades. A obra que se anunciava, como referiu o Primeiro-ministro, apoiava e promovia "o desenvolvimento de uma zona industrial em crescimento pujante".
Mas a pompa e circunstância do evento não iludiu alguma frustração, se bem interpreto, evidente, nas palavras da Presidente da Câmara: "Espero que daqui a três anos estejamos novamente juntos a lançar a construção de mais um troço da Variante, desde a Ribeira /Mansores até Escariz...".
Não se deu ali o devido destaque à conclusão da Variante.
A pergunta brota espontânea: porque não foi possível alargar o Orçamento do Estado de modo que nele coubesse a construção da ligação da Ponte Ribeira a Escariz, substituindo o percurso perigoso, desgastante, incómodo e demorado para os utentes da 326? Pergunta que formulo no contexto de "ter acabado a austeridade", como nos quer o Governo fazer crer. Ou será que a "política das cativações" ditou a sua lei também aqui?
"Hoje é um dia muito feliz para Arouca e para todos os arouquenses", proclamou a Senhora Presidente na circunstância. Seria um dia muito mais feliz para todos, arouquenses incluídos, se ali se anunciasse a conclusão da Variante. Assim, partilhando embora do gáudio dos beneficiários imediatos da obra anunciada, continuamos à espera, "arredados da mesa do orçamento".
O Primeiro-ministro, no jeito que lhe é peculiar, aproveitando o ensejo, entendeu formular o desejo de voltar a Arouca nos próximos meses para inaugurar "a maior ponte pedonal suspensa do mundo, um dos projectos mais icónicos de promoção do Arouca Geopark", como a classifica a Presidente da Câmara de Arouca. Que venha e que se pronuncie sobre a conclusão do troço em falta no corpo da Variante.
É que nós por cá continuamos à espera da variante que, mal nascida de nascente para poente, entupiu, já lá vão dois lustros, passados 10 quilómetros... ela que vê agora a sua construção retalhada de poente para nascente.
Para lá de todas as considerações que se possam tecer acerca deste modo de programar e executar obra tão importante para o desenvolvimento de Arouca, salienta-se quanto o dinamismo das forças locais, e não apenas as empresariais, terão pesado nas decisões do poder central.
Para a execução da obra foi anunciado um prazo de 540 dias e um custo global de 26,4 milhões de euros. Não tardou, porém, a correcção desta informação. O prazo de execução foi alargado para 990 dias após a consignação, esta com data ainda não conhecida. Este alongamento do prazo gela algum do entusiasmo que despertou o anúncio e o aparato da cerimónia de lançamento da construção da obra referida.
A propósito: porque nos recusam uma informação genuína, esclarecedora e não, porventura, habilidosa?

(texto publicado na edição impressa do RODA VIVA jornal de 2019.01.17)
 
Arouca

Terça, 23 de Abril de 2019

Actual
Temp: 7º
Vento: SSW a 3 km/h
Precip: 2.0 mm
Chuva
Qua
T 12º
V 8 km/h
Qui
T 10º
V 8 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
O FCA vai conseguir manter-se na II Liga?
 
 
A Frase...

"O relacionamento entre a direcção e o corpo de bombeiros é excelente"

José Gonçalves, 1º Comandante dos BVA, durante a sessão solene do 42° aniversário da associação

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 94 visitantes online