ELÍSIO AZEVEDO
 
Novo ano, novas esperanças
 
OPINIÃO | A nível político podemos ter algumas surpresas
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Celebrado o Natal em família, festejado o Ano Novo com muitas luzes e muito fogo de artifício, cantados os Reis (A todos desta casa / Pela amável recepção / Um muito obrigado / Da raiz do coração), o país regressou à normalidade. Porém, e se para uns o Natal foi tranquilo e a passagem do ano festiva, para alguns outros acabou em tragédia - só entre os dias 21 e 26 de Dezembro foram registados 1300 acidentes rodoviários que causaram 15 vítima mortais e alguns feridos graves; durante os festejos da passagem do ano verificaram-se 1189 acidentes que causaram oito mortos e 20 feridos graves.
O novo ano que agora começa com muito frio promete ser politicamente agitado - realizam-se três actos eleitorais: europeias em 26 de Maio, regionais da Madeira a 22 de Setembro e legislativas a 6 de Outubro.
Professores e enfermeiros que já em 2018 causaram graves perturbações nos sectores da Educação e Saúde, vão aproveitar o clima eleitoral propício aos seus objectivos e reposição de direitos que lhe foram retirados, com graves prejuízos para estudantes, suas famílias e utentes do Serviço Nacional de Saúde.
Mas se a nível social vai ser um ano agitado, é a nível político que podemos ter algumas surpresas - os candidatos a candidatos já se movimentam dentro e fora dos partidos e o novo partido fundado por Santana Lopes, que concorre pela primeira vez, pode ser uma surpresa ou constituir uma desilusão.
Seja qual for o resultado final, a campanha já começou e os políticos já percorrem o país com o saco cheio de promessas - promessas de promessas que, contados os votos e encerradas as urnas ficam na reserva do esquecimento até ao próximo acto eleitoral.
O país vai ser percorrido de norte a sul, sem excepção nem distinção - interior e litoral, desenvolvido ou abandonado e os candidatos vão prometer o que já foi prometido mas ainda não foi concretizado.
O Partido Socialista, de olhos postos numa maioria, e os dois partidos à sua esquerda - PCP e BE - que viabilizaram a actual solução governativa, a tentar evitá-lo, ou, se possível, aumentar a influência já conseguida.
O governo já começou a anunciar os grande investimentos: o aeroporto do Montijo já contratado mesmo antes de conclusão do estudo de impacte ambiental, do qual depende a construção; aumento da capacidade do aeroporto Humberto Delgado; modernização e equipamento do transporte ferroviário, milhões de milhões nos próximos anos.
Para o interior, esse, o combate às assimetrias e desigualdades, isso virá a seguir, porque é importantes aproveitar todos os votos e motivar todos os eleitores, porque por um voto se perde e por um voto se ganha e os candidatos são mais que as vagas disponíveis, são poucas, descontados os lugares cativos...
Nós por cá, habituados que estamos ao esquecimento onde apodrecem grandes projectos pela concretização dos quais tantos autarcas lutaram, antes e depois do 25 de Abril, já não acreditamos em vendedores de promessas, mas não desistiremos nunca de reivindicar uma mais justa distribuição de recursos entre litoral e interior, entre país desenvolvido e país abandonado.
Para já, o que assistimos, é, para além do habitual rol de promessas e desfile de candidatos a candidatos, é à luta pelo poder dentro de um dos maiores partidos da democracia portuguesa e que tanto contribuiu para a sua consolidação.
Outubro ainda vem longe e longe o dia da ida às para eleger um novo governo, mas a campanha já começou - esperemos que decorra com toda a normalidade democrática e os resultados exprimam a vontade dos portugueses.
 
Arouca

Segunda, 22 de Julho de 2019

Actual
Temp: 32º
Vento: WSW a 3 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Ter
T 26º
V 2 km/h
Qua
T 28º
V 2 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
A providência cautelar interposta pela Lista A às eleições do FCA vai ter como desfecho o...
 
 
A Frase...

"Mansores está em contra-ciclo, no próximo ano lectivo vamos abrir duas salas de ensino pré-escolar com quarenta crianças"

Jorge Oliveira, presidente da JF Mansores, em declarações ao RV

PUB.
EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 34 visitantes online