ELÍSIO AZEVEDO
 
O fogo e as pedras
 
OPINIÃO | No deslizamento mortal da Pedra Má nenhum governante ou dirigente político veio ao local
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O ano passado ficou marcado pelos grandes incêndios que devoraram centenas de hectares de floresta, destruíram ou danificaram centenas de habitações e causaram dezenas e dezenas de mortos, intoxicados pelo fumo.
Na altura, o Presidente da República, como já nos habituou, deslocou-se aos locais atingidos, transmitindo a sua solidariedade e as condolências às famílias das vítimas, o apoio do governo e da sociedade civil na recuperação dos danos sofridos.
Seguiu-se a presença do Chefe do Governo, de ministros, secretários de estado, políticos, a sociedade civil mobilizou-se e as obras de recuperação ainda prosseguem.
Mas se este ano que agora termina foi mais tranquilo e o número de incêndios e de danos diminuiu significativamente, a derrocada de Borba arrastou consigo para a morte várias pessoas que na altura ali
circulavam e soterrou alguns operários que ali trabalhavam.
O Presidente da República visitou o local; seguiu-se-lhe o Chefe de Governo, ministros e políticos de vários quadrantes, todos lamentando sucedido, reconfortando as famílias das vítimas, pedindo o apuramento de responsabilidades pelo sucedido.
Mobilizados todos os recursos e retirados os corpos das vítimas, prosseguem os trabalhos de consolidação e apuram-se responsabilidades pelo que aconteceu.
O que é surpreendente no meio disto tudo, são as palavras do dr. António Costa ao desresponsabilizar o seu Governo, alegando que a estrada era municipal e, como tal, a responsabilidade pela sua manutenção ou encerramento à circulação de veículos era do Município, e o Governo não tinha responsabilidade nenhuma no sucedido - nem de fiscalizar, nem intervir!
Como é que é possível que o Chefe de um Governo de um país independente e soberano decline a responsabilidade que lhe cabe pelo cumprimento da lei e a segurança dos cidadãos?
Aliás, quando no próximo dia 6 do próximo mês de Março se completa mais um ano sobre o deslizamento de pedras e lama na escarpa da Pedra Má, arrastando para a morte dois cidadãos que ali circulavam, e embora fosse outro o Governo e outro o Presidente da República, nenhum governante ou dirigente político veio ao local - limpou-se o entulho, aplicaram-se umas pazadas de cimento, enterraram-se os mortos, prometeu-se mais uma vez a consolidação da escarpa (que continua a ser exigida e prometida) e tudo continua na mesma, até que nova tragédia aconteça - e a estrada não é municipal, é a ESTRADA NACIONAL 326, aqui, na nossa terra por onde circulamos todos os dias.
Infelizmente, interior é interior.
Ainda assinado a 11 de Outubro o acordo entre a Câmara Municipal de Arouca e o Presidente do Conselho de Administração das Infraestruturas de Portugal para a construção de um pequeno troço na famigerada Variante, cujo projecto tem sofrido várias alterações, entre Escariz e a A32 e já tudo foi alterado - a entrega de propostas para a sua construção foi adiada e o prazo de execução, passou de 540 para 990 dias.
Nem mesmo o Município participando no custo da obra e das expropriações, os trabalhos se iniciam ou concluem no prazo inicialmente previsto e não se trata de uma estrada municipal, é uma Estrada Nacional!
Não é assim que se combatem as assimetrias regionais, nem é assim que se fixam as populações no interior.

MEMÓRIA
Fernando Silva (49 anos) e Tiago Brandão (57 anos), ambos da freguesia de Rossas, circulavam na EN 326 e perderam a vida a 29 de Março de 2013 na derrocada da Pedra Má.

 
Arouca

Terça, 22 de Janeiro de 2019

Actual
Temp: 9º
Vento: WNW a 5 km/h
Precip: 0.3 mm
Chuva
Qua
T 10º
V 10 km/h
Qui
T 12º
V 8 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Concorda com abstenção da Oposição (PSD e CDS-PP) na votação das GOP e Orçamento para 2019?
 
 
A Frase...

"A freguesia de Várzea é dos melhores locais para viver em Arouca"

Humberto Mota, presidente da Junta de Freguesia, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 47 visitantes online