PEDRO VIEIRA
 
Parcialmente cumprido
 
OPINIÃO | A proposta do PSD é na realidade uma iniciativa do CDS
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Na última edição do RODA VIVA, escrevi um artigo de opinião onde falei do anúncio feito pelo Sr. Primeiro-Ministro, sobre o concurso para a construção da via de ligação à A32 [troço Escariz - A32], aquando da sua visita a Arouca, em agosto deste ano. Face às promessas do passado, não concretizadas, achei prudente aguardar pelo lançamento da empreitada, ou pelo final do ano, para se concluir da veracidade de tal afirmação. No passado dia 11, numa cerimónia que contou com a presença do Primeiro-Ministro, António Costa, e do Ministro do Planeamento e Infraestruturas, Pedro Marques, foi lançada a empreitada para a construção da nova ligação rodoviária do Parque de Negócios de Escariz à A32, obra com uma extensão de 7,1 quilómetros, com início na rotunda de Escariz até ao nó da A32 em Pigeiros/Milheirós de Poiares. Foi com muito agrado que recebi a notícia de que, finalmente, a promessa há muito tempo feita aos Arouquenses, pelos diferentes governantes, iria ser (parcialmente) cumprida.
António Costa concretizou parte das promessas do passado que haviam sido feitas aos Arouquenses pelos diferentes governantes do Partido Socialista, sem nunca terem sido cumpridas. De facto, este troço agora lançado a concurso, que concretiza a ligação à A32, desde Escariz até ao nó de Pigeiros/Milheirós de Poiares, constitui um avanço significativo nas aspirações dos Arouquenses, relativamente a via de ligação entre Arouca e o litoral. Todavia, fica ainda por concluir a ligação da via estruturante, desde a Ribeira até Escariz, ou seja, desde o fim da variante até à agora anunciada ligação à A32, e não se pode, com este anúncio agora feito pelo Sr. Primeiro-ministro, dar-se por cumprida a promessa e deixar cair no esquecimento esta ligação.
Margarida Belém manifestou a vontade de, daqui a três anos, ver lançada a empreitada para a ligação de mais um troço, justamente desde a Ribeira até Escariz. Até lá, o caminho far-se-á através da EN 326, a qual necessita, entretanto, de ser requalificada.
O CDS, em março de 2017, numa conferência coordenada pela agora vereadora Sandra Melo, e que teve como oradores outros professores universitários e especialistas na matéria, apresentou publicamente uma proposta no sentido da requalificação da EN326, desde a Ribeira até Escariz.
Essa requalificação contemplava zonas com duas vias de circulação no mesmo sentido, facilitando a ultrapassagem, zonas de lazer, devidamente iluminadas, com rails de protecção em determinadas zonas, etc; proposta que se destinava a dar uma resposta muito clara às necessidades que se fazem sentir atualmente, de melhor segurança e mobilidade de circulação dos Arouquenses. Esta proposta do CDS veio a ser recentemente apresentada pelo PSD em reunião de Câmara, mas na realidade trata-se de uma proposta da iniciativa do CDS, apresentada anteriormente.
Efetivamente, o lançamento desta empreitada de ligação à A32, a partir de Escariz, constitui um motivo de muita satisfação para todos nós, mas na verdade, o troço de ligação intermédio, entre a Ribeira e Escariz é essencial para todos nós e, sem esta ligação, devidamente projetada, o trajeto desde Arouca até à A32, parece ficar coxo, se não houver, a muito curto prazo, uma resposta a dar para a ligação da Ribeira até Escariz.
 
Arouca

Domingo, 18 de Novembro de 2018

Actual
Temp: 14º
Vento: ESE a 6 km/h
Precip: 0.4 mm
Chuva
Seg
T 14º
V 0 km/h
Ter
T 11º
V 6 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Que balanço faz do trabalho da Provedoria da Santa Casa da Misericórdia no mandato que está prestes a finalizar?
 
 
A Frase...

"Não discrimino nenhuma das antigas freguesias"

Ângelo Miranda, presidente da União de Freguesias de Arouca-Burgo", eleito pela coligação PSD/CDS, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 25 visitantes online