PEDRO QUARESMA
 
Mais que plantar, importa gerir
 
OPINIÃO | Não se esqueçam que 85% da floresta é privada
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Nestes últimos tempos, após os incêndios que assolaram o País, nasceram uma série de iniciativas voluntárias de plantação de árvores. Algumas mais organizadas que outras, importa enquadrar as várias intervenções e dar o tempo necessário que a natureza exige para despertar e ver-se a real necessidade da plantação de árvore.
Mais que plantar, seria importante o surgimento de iniciativas de protecção do solo e de mitigação dos efeitos erosivos que as chuvas provocarão nas encostas das nossas serras. Um bocado à semelhança da intervenção imediata que a Galiza teve no caso dos incêndios que percorreram o território durante este verão. Intervenções cruciais para evitarem que os rios levem o solo que faz falta nas encostas.
Mais que plantar, importa gerir a regeneração natural que os carvalhos, os castanheiros, os vidoeiros,
etc, terão e que terá de ser intervencionada com o objectivo de uma gestão sustentável e duradoura.
Mais que plantar, importa aferir se o terreno tem as características necessárias para albergar que tipo de árvores e em que condições.
Escusemo-nos, como em algumas iniciativas, de penalizar os nossos filhos pelos erros dos pais. A ideia descabida de trocar os brinquedos no Natal pela oferta de árvores, só nos mostra que mantemos a mentalidade do curto prazo e que nos alivia a consciência colocarmos as culpas nas costas dos nossos descendentes. Muitos pais têm a opção de escolher esta ou aquela espécie e de gerir de uma forma mais consciente as suas propriedades. Tomem uma atitude e não esperem que sejam os vossos filhos a darem-vos o exemplo.
Os filhos já têm actividades, como é o caso do Eco-escolas, que os alertam para mudança de comportamentos e para um maior respeito pela nossa floresta.
Como já escrevi em outras edições, o problema não está em plantar mas sim em gerir o que temos no presente ou o que queremos no futuro. A gestão da floresta faz a diferença na disposição dos combustíveis vegetais e pode fazer a diferença aquando de um incêndio rural. Com qualquer espécie arbórea, a gestão é uma das variáveis mais importantes que motiva a mudança de comportamento de um incêndio. E não se esqueçam que 85% da floresta é privada, e que assumidamente ou não, tem um proprietário.
Porque a informação não se esgota neste artigo, os que desejem aprofundar alguns aspectos podem endereçar questões através de: pquaresma.arouca@gmail.com.
 
Arouca

Terça, 17 de Julho de 2018

Actual
Temp: 23º
Vento: NNW a 0 km/h
Precip: 0 mm
Pouco Nublado
Qua
T 20º
V 3 km/h
Qui
T 21º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Concorda com a transformação urbanística/rodoviária na entrada poente da vila de Arouca?
 
 
A Frase...

"Passou mais de um ano desde a famosa promessa do Entroncamento, mas até ao momento a via Arouca-Feira continua parada"

Rui Vilar, presidente do PSD Arouca

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 38 visitantes online