JOÃO PEDRO BRANDÃO
 
Recados de um fantasma e de um tipo qualquer
 
OPINIÃO | O facto de sermos homem ou mulher tem um significado biológico
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Cavaco. Provavelmente bastava dizer "Cavaco" e podia passar já para os recados de um tipo qualquer, neste caso eu. No entanto, não tenho assim tantos recados a dar, pelo que humildemente digo obrigado a Cavaco pela ajuda que me deu nesta crónica. Sem ele, apenas com palavras vãs poderia encher este espaço que me é reservado. Com o seu contributo consigo atribuir às palavras desta crónica vários outros adjetivos e quiçá alguma ironia (fique o leitor de pré-aviso caso seja muito ténue a dita e já agora fique o leitor também a saber que a si caberá descortinar que outros adjetivos possam ser esses).
Poderá o leitor interrogar-se sobre quem sou eu para julgar que podem os meus comentários ombrear com os do Sr. Aníbal. Adianto-me pedindo desculpa, não julgo tal coisa de modo nenhum. Apenas os coloco na mesma crónica por estarmos unidos no facto de não termos nada de muito útil para dizer e por estarmos ambos com vontade de soltar os cães ao rebanho. Cavaco agastado com uma maioria de esquerda que tinha a ilusão de guiar o país para uma ditadura à moda de Maduro. Eu agastado com o pânico vivido em Portugal por causa dos livros para meninos e meninas da Porto-Editora e com esta mania dos candidatos às autárquicas se dirigirem sempre "às munícipes e aos munícipes" como se a redundância protegesse as ditas... Bem reconheço que, e continuando a analogia, terá o Sr. Aníbal uma matilha do melhor e eu uma matilha de 3 ou 4 rafeiros, isto na melhor das hipóteses. Ainda assim, poucos ou muitos, rafeiros ou de raça, desse cada um o seu contributo e evitava o mundo a desgraça... Soa a ditado português mas não é, ainda...
Cavaco sente-se como peixe fora de água neste estranho mundo em que foi possível haver crescimento económico e redução do défice público em simultâneo. Esta "esquerdalha madurista" que tornou isto possível não cabe no seu mundo, na sua galáxia. E mais Cavaco "piou" referindo-se a essa esquerdalha "delirante" defensora da saída do euro como querendo transportar-nos para a "galáxia da Venezuela". Da minha parte não sei onde fica, mas se for na via láctea sempre se fica relativamente perto e sempre dava jeito deixar a terra uns tempos enquanto Trump andar por aí...
Diz ainda Cavaco que os políticos dos nossos dias proferem frequentemente uma verborreia sem nexo não tendo nada de relevante para dizer.... Ora neste aspeto não poderia eu estar mais de acordo. Aliás, gosto tanto quando Cavaco e Passos se abstêm de dizer coisas irrelevantes...
Quanto a mim, que me considero mais de esquerda do que de direita, quando vejo feminismo tornar-se um antónimo de machismo, e quando discordar dos que se dizem feministas faz de nós uma espécie de neonazis, ponho-me logo do lado de Cavaco contra esta "esquerdalha". Cavaco, amigo, estamos no mesmo barco!
Quanto à estória dos livros infantis da Porto-Editora, a problemática do labirinto mais difícil para o menino do que para a menina foi desmascarada tendo a Porto Editora demonstrado que havia também casos em que os exercícios eram mais difíceis para as meninas do que para os meninos. Sobra um conjunto de estereótipos de género sobre o que ser menino e menina significa. Eu pessoalmente acho que não faz sentido reforçar esses estereótipos de género. Mas que Diabo, pelo facto de a menina ir ao museu e a ajudar a mãe a fazer bolos e o menino jogar futebol e contar janelas no prédio, virá ficarão assim tão condicionadas as nossas crianças? Além do mais, ainda que marque um estereótipo de género, fá-lo para ambos os sexos, não me parecendo superiorizar um versus o outro. às tantas passamos do limite quando se gera tamanha confusão por algo tão pouco relevante... A tal verborreia como dizia Cavaco... Não terão os movimentos feministas causas maiores com que se preocuparem? Violência doméstica, discriminação na contratação de mulheres grávidas, desigualdade salarial...?
Pior que isto, chocam-me as recentes tendências dentro das comunidades LGBT (e não só) que basicamente pretendem abolir a identidade de género. Como se não devêssemos dizer a cada criança, em função do seu sexo, se é um menino ou uma menina e o que isso significa... Como se devêssemos nascer todos assexuados e lá por volta os 13/14 anos devêssemos decidir o que queríamos ser afinal.... Ter um determinado sexo significa uma série de coisas e as nossas crianças devem ser ensinadas sobre o que isso significa. O facto de sermos homem ou mulher tem um significado biológico... existem diferenças de género, sejam elas físicas ou comportamentais, que não podem ser ignoradas.
Confesso, quando ouço estas coisas, como o Cavaco, fico a achar que estes tipos querem levar-nos para outra galáxia... Cavaco contra a ideologia da revolução socialista pia e eu contra a ideologia da revolução feminista e do fim da identidade de género também pio! Cavaco, companheiro de luta contra esta "esquerdalha" com ideias esquisitas, estamos juntos!
 
Arouca

Quarta, 18 de Outubro de 2017

Actual
Temp: 12º
Vento: SW a 3 km/h
Precip: 0.1 mm
Chuva
Qui
T 16º
V 2 km/h
Sex
T 19º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Vai participar no "Festival da Castanha" que se realiza no final do mês em Arouca?
 
 
A Frase...

"O que tem sido feito pela CMA para aumentar o volume de visitas no Museu Municipal?"

Alda Portugal (PSD), na AM de Setembro

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 29 visitantes online