PEDRO SOUSA
 
A economia em Arouca
 
OPINIÃO | Uma pequena conquista, mas importante para os destinatários | TEXTO COM MAIS DE 1000 VISUALIZAÇÕES
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
São interessantes alguns dos dados que podemos verificar sobre as empresas em Arouca. Já aqui escrevi recentemente que os últimos anos têm demonstrado uma grande capacidade dos nossos empresários (sejam arouquenses ou quem cá investe) de se adaptar e crescer com bases sólidas.
Mesmo lutando com diversas condicionantes.
Muitos dos dados disponíveis que nos permitem olhar para esta realidade são de 2015, mas são suficientes para perceber o que tem sido feito com o compromisso dos empresários, da Câmara Municipal e das demais entidades.
O número de pessoas ao serviço das empresas em Arouca aumentou quase 10% entre 2011 e 2015. Um aumento significativo e que representa bem o crescimento da atividade empresarial em Arouca. São quase mais 600 pessoas que começaram a trabalhar nas nossas empresas diariamente.
O maior crescimento em termos de número de pessoas ao serviço das empresas, deu-se na área da "Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca". O número de trabalhadores incluídos nestas atividades económicas mais do que duplicou, sendo hoje perto de 1000. A maior queda deu-se na construção. No entanto, é no setor das "Indústrias Transformadoras" que se concentra o maior
número de trabalhadores: mais de 30% dos trabalhadores incluem-se nesta atividade.
Seguem-se, nos setores com mais trabalhadores, a "Construção" (apesar da queda), o "Comércio por grosso e a retalho; reparação de veículos automóveis e motociclos" e o referido setor da "Agricultura, produção animal, caça, floresta e pesca".
Outros crescimentos assinaláveis de número de pessoas a trabalhar, deram-se na "Fabricação de Produtos Metálicos, exceto máquinas e equipamentos", no "Alojamento, restauração e similares" e na "Fabricação de artigos de borracha e de matérias plásticas".
Um outro dado que me parece interessante nesta avaliação, é o facto de que as empresas recém-criadas em Arouca têm uma "taxa de sobrevivência" (é assim que designa o Instituto Nacional de Estatística) ligeiramente superior à média nacional. É assim há muitos anos e continua a ser. No indicador do INE que mede a taxa de "Sobrevivência das Empresas nascidas 2 anos antes", a média nacional e de 60,6%. Em Arouca, 63,8% das empresas que abrem, continuam abertas 2 anos depois.
A dimensão média das empresas, em termos de pessoal, também aumentou... como é natural, quase 95% das empresas de Arouca têm menos de 10 trabalhadores. Um reflexo do que acontece em todo país. No entanto, o número de empresas entre 10 e 49 pessoas também aumentou mais de 6% e as que têm entre 50 e 249 trabalhadores aumentou 20%. Os últimos dois casos representam cerca de 130 empresas. Um universo já interessante.
Finalmente, um outro dado relevante relativamente ao Ganho Médio Mensal (medido em função do Quadro de Pessoal). A diferença de ganho médio entre os trabalhadores de Arouca e da média nacional foi diminuindo ao longo dos anos o que significa também que os empresários de Arouca têm apostado em melhor remuneração. Em 2011, o ganho médio de um trabalhador em Arouca era 68,9% da média nacional. Hoje é de 70,3%. Uma pequena conquista, mas importante para os destinatários. Enquanto a variação desse ganho em 4 anos quase não mexeu na média nacional (0,8%) em Arouca os ganhos médios aumentaram 2,8%.
Com ainda muito por conquistar (ou não fosse sempre esse o apanágio de qualquer empresário), a verdade é que todo o investimento feito pelos próprios empresários e também pela autarquia, tem permitido que a taxa de desemprego tenha descido de forma significativa, que o ganho médio
mensal dos trabalhadores tenha aumentado e que, com isso, a qualidade de vida também melhore. Porque são as empresas que criam emprego, mas são também os trabalhadores que "constroem" as empresas.
 
Arouca

Domingo, 23 de Julho de 2017

Actual
Temp: 21º
Vento: NNW a 5 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Seg
T 24º
V 5 km/h
Ter
T 27º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
O FCA vai ser um dos principais candidatos à subida à 1ª Liga na próxima época?
 
 
PUB.
A Frase...

"A 1 de Outubro os arouquenses vão eleger cerca de duzentos autarcas e não apenas o presidente da Câmara"

Francisco Gonçalves (CDU), durante apresentação da sua candidatura à CMA

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 63 visitantes online