PRIMEIRA LIGA
 
FC Arouca 1-0 Sporting
 
Alan Ruiz
Tradição quebrada e o espírito do lobo derrotou o poderoso Sporting. Basso fez a diferença
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
11ª jornada - 29 de Outubro 2022
Jogo no Estádio Municipal de Arouca.
Árbitro - Rui Costa (AF Porto), auxiliado por Nuno Manso e Carlos Martins.
VAR - Hugo Miguel (AF Lisboa)
Espectadores: 2364

FC Arouca - Arruabarrena; Tiago Esgaio, João Basso, Opoku e Quaresma; Soro (Galovic, 71), David Simão (Busquets, 88) e Alan Ruiz (Sylla, 71); Bukia (Arsénio, 63), Antony e Dabbagh (Mújica, 88).
Suplentes não utilizados: João Valido, Milovanov, Moses e Bruno Marques.
Treinador: Armando Evangelista

Sporting - Adán; Gonçalo Inácio (St. Juste, 53), Coates e Matheus Reis; Ricardo Esgaio (Pedro Porro, 53), Dário Essugo (Ugarte, 53), Pedro Gonçalves e Nazinho (Nuno Santos, 58); Trincão, Rochinha (Edwards, 58) e Arthur.
Suplentes não utilizados: Israel, José Marsà, Sotiris e Jovane.
Treinador: Ruben Amorim

Ao intervalo: 0-0
Marcador: 1-0 (João Basso, 46).


Arouca encarnou o espírito do lobo e derrotou o poderoso Sporting

No 13.º encontro entre lobos e leões, o Arouca teve entrada destemida no jogo a que o Sporting respondeu com jogadas de muito perigo nos pés de Trincão (8'), Pedro Gonçalves (12') e Rochinha (21'). Durante vários minutos a equipa leonina apertou o cerco aos arouquenses que, entretanto, foram explorando os lançamentos em profundidade para as costas de Coates e companhia, mas sem efeitos práticos. Aos 30', foi a vez de Alan Ruiz testar a atenção de Adán na marcação de um livre directo. O duelo estava vivo, com ascendente do Sporting e o capitão Basso em pleno no comando da linha defensiva. Até que aos 33' Antony meteu a quinta velocidade e serviu Bukia para o golo, mas Adán sanou o susto dos leões. Pouco depois acabava uma primeira parte mexida que os visitantes quiseram resolver a seu favor diante de um Arouca que foi assustando nas transições para o ataque.

Um enorme colectivo que começou em Basso e acabou em Arruabarrena

Reaberta a cortina, o espectáculo cresceu no golpe de cabeça do central João Basso (46') para o fundo da baliza sportinguista, após canto de David Simão. O Sporting ficava a perder e Ruben Amorim logo esgotou os cinco recursos de peso que tinha no banco. Ferida, a formação leonina fazia pela vida e Pedro Porro (66') perdeu grande ocasião para empatar ao atirar ao lado. Na luta contra o tempo, o Sporting instalou-se no meio-campo do Arouca, mas as hostes estavam unidas e bem organizadas para defender o precioso triunfo que estava cada vez mais perto. No momento de maior aperto, Arruabarrena foi o anjo voador que negou espectacularmente o golo a Coates. Minutos finais de frenesim que, contudo, não alteraram a primeira vitória histórica do Arouca sobre o Sporting. À 13.ª foi de vez e o espírito do lobo fez-se sentir em Arouca. Armando Evangelista e toda a sua equipa foram enormes ao vergarem à derrota a poderosa equipa lisboeta. Uma noite memorável no Municipal de Arouca. 2022-10-29 MMS/RV (fotos: Avelino Vieira)

SALA DE IMPRENSA >>>

Armando Evangelista (treinador do FC Arouca): «O segredo da vitória foi o trabalho. Preparamos a estratégia e ganhar pela primeira vez ao Sporting deixa-nos orgulhosos. Mas são apenas três pontos e há ainda muito campeonato pela frente. Não esperava tantas alterações no Sporting, mas se os jogadores estão lá é porque têm qualidade. É verdade que o Sporting teve oportunidades, mas o Arouca também as teve. A equipa já não perde há seis jogos e os jogadores do Arouca mostraram confiança. Mostrámos o crescimento natural que o Arouca tem tido.»

Ruben Amorim (treinador do Sporting): «Devíamos ter ganho o jogo. Foi um jogo muito parecido ao que tem sido esta época. Dominámos e não conseguimos marcar golos e uma bola parada voltou a resolver o jogo. Nós tivemos várias situações e não conseguimos marcar. Não foi pelas alterações porque todos estiveram muito bem. Não estou nada preocupado com o meu lugar. O meu objectivo é sempre preparar a equipa para o próximo jogo e no final do campeonato se fará a avaliação.»


FC AROUCA APRESENTOU A MASCOTE "IBÉRICUS"

Antes do início do encontro, o clube apresentou a sua mascote Ibéricus. À vertente desportiva o clube alia «um acto de responsabilidade social», alertando para a protecção do lobo ibérico, um dos animais habitantes da Serra da Freita, em pleno Arouca Geopark, num total de 300 indivíduos existentes no norte do país. «O lobo ibérico é o animal que representa o espírito do FC Arouca, um sobrevivente numa espécie que vem sendo atacada, estando hoje em vias de extinção e que se enquadra no renascer que também caracteriza o nosso clube», explicou o FC Arouca em nota informativa dirigida à imprensa. «Os lobos de Arouca jogarão, a partir desta temporada, com uma identidade renovada e reforçada», rematou a direcção do clube.


LIGA BWIN
11ª jornada

Paços de Ferreira 0-1 Marítimo
Santa Clara 1-1 FC Porto
Benfica 5-0 Chaves
FC Arouca 1-0 Sporting
Domingo
Boavista - Vizela (15h30)
Portimonense - Estoril (15h30)
Casa Pia - Rio Ave (18h00)
Gil Vicente - SC Braga (20h30)
Segunda-feira
V. Guimarães - Famalicão (20h15)


PRÓXIMOS JOGOS FCA
12ª jornada, sábado, 5 Novembro
Vizela - FCA (15h30 - SPTV)
Taça de Portugal, terça-feira, 8 Novembro
Gil Vicente - FC Arouca (18h45 - SPTV)
13ª jornada, sábado, 12 Novembro
FCA - Rio Ave (18h00 - SPTV)

 
Arouca

Terça, 29 de Novembro de 2022

Serviço temporariamente indisponível!

PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Quero ser sepultado com a farda dos Bombeiros Voluntários de Arouca"

Arlindo Soares, primeiro instrutor dos BVA, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | visitantes online