FUTEBOL PROFISSIONAL
 
«Nunca viramos a cara à luta»
 
Joel Pinho
Joel Pinho, director desportivo do FCA, no final do primeiro terço do campeonato da I Liga
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O campeonato está a decorrer dentro do que esperava?
Está a correr dentro do que estava delineado. Sentimos que da forma como temos vindo a jogar poderíamos ter mais alguns pontos, mas estamos a fazer uma época dentro do previsto. Estamos satisfeitos com o que temos vindo a produzir até agora.

O FC Arouca regressou à I Liga. O treinador Armando Evangelista tem dito que a equipa está a
reaprender a crescer. Como está a sentir este momento, é diferente do da primeira subida, em 2013?

Eu vivenciei as duas subidas à I Liga. Os êxitos mais recentes têm sempre um sabor especial. Isto só se
consegue graças a uma mentalidade forte e com pessoas que sabem bem aquilo que querem. É fruto do trabalho e da experiência adquirida ao longo dos anos. Foi assim que conseguimos duas subidas directas até à I Liga. Quando caímos e quando subimos, a estrutura continua exactamente a mesma. Temos melhorado muito o clube em todos os níveis. É o que se vê nos jogos, uma equipa competitiva, à imagem
do FC Arouca, com vontade de vencer e que nunca vira a cara à luta. Para este momento, estamos numa
classificação dentro do previsto. Vamos continuar a trabalhar.

Há os três grandes...Que ideia tem da actual liga portuguesa?
Cada ano que passa a I Liga tem vindo a ficar mais equilibrada, as equipas diferenciam-se nos pormenores. Isso é bom, a competitividade faz com que se evolua e se aumente a qualidade. Essa evolução é boa para o futebol português.

O FC Arouca faz parte pela primeira vez da direcção da Liga. Que balanço faz desta participação?
É um marco importante para o clube. É sinal de que as pessoas que estão à frente do clube são pessoas com capacidade, sérias e que sabem aquilo que fazem. Da parte da Liga houve esse reconhecimento
e daí termos recebido o convite para integrarmos a direcção da Liga este ano. Está a ser uma experiência
muito agradável, percebermos os problemas e as soluções mais de perto e podermos ajudar na evolução
da Liga Portugal.

«Estamos sempre atentos e activos no mercado»

Voltando ao plantel. O FCA apressou-se a renovar com Bukia e André Silva. Pode acontecer o mesmo com outros jogadores?
O futebol vive dos activos como qualquer empresa e os jogadores são os verdadeiros activos dos clubes.
Sentindo que determinados jogadores, sem especificar, são considerados activos importantes, vamos fazer um esforço para renovar com eles - assim como renovamos com o Bukia e o André - para que possamos trabalhá-los e, possivelmente, transferi-los.

O FC Arouca tem no plantel jogadores de Israel e Palestina, países que têm uma história de guerra. Não deixa de ser curioso esta viragem do FC Arouca para o mercado oriental...
Não misturamos futebol e política. Quando analisámos um jogador, não olhámos à raça, à cor, à nacionalidade...Olhamos à qualidade. Não é muito usual pesquisar nesse mercado. Somos o primeiro clube a ter um jogador nascido na Palestina a jogar na Europa. Estamos muito satisfeitos com todos os jogadores que temos.

Na janela de mercado de Janeiro pode haver alterações no plantel?
A história diz-nos que o FC Arouca é sempre muito activo em todas as janelas de mercado, no que diz respeito a contratações e a vendas. Estamos atentos e a trabalhar nisso. Se sentirmos que há necessidade de reforçarmos um ou outro sector, não nos vamos acanhar. Mas, realço, estamos satisfeitos com o plantel. Temos algumas lesões. Sema Velazquez e o guarda-redes Fernando têm lesões de longa duração. Vamos ter de contratar um terceiro guarda-redes. Temos várias soluções em análise.

«Investimos no estádio aquilo que competia à Câmara Municipal»

O FC Arouca tem melhorado a imagem, há uma nova abordagem na comunicação, mesmo no estádio...
Temos que seguir as tendências da actualidade. Foi um investimento feito na totalidade pelo clube, sem apoio camarário, como o marcador electrónico, uma estrutura a rondar os 20 mil euros. Para cumprir as exigências da Liga na realização de eventos desportivos investimos no estádio municipal uma verba superior a 50 mil euros em que não nos competia a nós esse investimento, mas sim à Câmara Municipal. Nada que nos admire, tem sido habitual por parte da Câmara. Sem o marcador electrónico o estádio não cumpria com os requisitos para ter jogos deste nível, de I Liga. Por parte da Câmara não houve receptividade para fazer esse investimento e nós, que tudo fazemos para que o FC Arouca jogue em Arouca, fizemos esse investimento. Queremos dar uma boa imagem e daí termos também investido no marketing e na comunicação.

Há algumas críticas de que direcção se foca mais no futebol sénior e de que não acompanha as condições das camadas jovens. Um exemplo foi a recente polémica em torno de limpeza das instalações no campo A.P. Magalhães. O que tem a dizer sobre este assunto?
A única coisa que tenho a dizer é que é absolutamente ridículo esse tipo de atitudes de pessoas que tentam denegrir a imagem das pessoas que tanto trabalham aqui no clube. É natural que após algumas situações às vezes as coisas não se encontram da melhor forma, mas há que salientar que a maior parte das vezes são essas mesmas pessoas que criticam que não têm cuidados. Nós trabalhamos, fazemos
o melhor e não nos deixamos afectar. Cães que ladram não mordem e a nós pouco interessa a opinião
desse tipo de pessoas.

Acha então que o FC Arouca procura dar o melhor ao futebol juvenil?
Sim. Dentro do apoio e das condições que temos procuramos fazer sempre o melhor. Já fizemos investimentos nos últimos anos e vamos voltar a fazê-los, mas, claro, dentro das capacidades que temos.

Que mensagem quer deixar aos adeptos do FC Arouca?
Após terem sido levantadas as restrições do covid-19, sente-se mais o apoio dos arouquenses à equipa.
Estamos muito contentes com isso. Procuramos sempre aumentar o número de sócios, este ano lançamos a campanha de sócio solidário. As pessoas são solidárias em Arouca. Digo aos sócios e adeptos para continuarem a acreditar. O FC Arouca vai dar grandes alegrias e surpreender muita gente. No final faremos o balanço. Manuel Matos Sousa 2021-12-01

 
Arouca

Domingo, 16 de Janeiro de 2022

Actual
Temp: 12º
Vento: SE a 2 km/h
Precip: 0 mm
Nublado
Seg
T 13º
V 2 km/h
Ter
T 12º
V 2 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"É minha intenção implementar um conjunto de medidas que estimulem a participação dos arouquenses nas sessões da AM"

Pedro Vieira, presidente da Assembleia Municipal, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 34 visitantes online