SEGUNDA LIGA
 
FC Arouca 0-0 Mafra
 
Ofori
Central arouquense João Basso desperdiçou penálti nos instantes finais da partida
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
16.ª jornada - 17 Janeiro 2021
Jogo no Estádio Municipal de Arouca.
Árbitro - Manuel Oliveira (AF Porto), auxiliado por Nelson Cunha e Tiago Mota.

FC Arouca - Vitor Braga; Thales, João Basso, Baptiste Aloé e Mateus Quaresma; Marco Soares, Pedro Moreira (Moses, 89) e Leandro Silva (Ofori, 62); Arsénio, Bukia e Heliardo (André Silva, 60).
Suplentes não utilizados: Fernando Castro, Joel Ferreira, Brunão, Nuno Rodrigues, Adílio e Blondell.
Treinador: Armando Evangelista

Mafra - Carlos Henriques; Nuno Campos, João Cunha, Miguel Lourenço e Bruno Silva; João Graça (Gui Ferreira, 70), João Miguel, Kaká e Andrezinho (Carlos Daniel, 58); Lee (Rodrigo Martins, 58) e Abel Camará (Okitokandjo, 78).
Suplentes não utilizados: Godinho, Fidelis, Barbosa, Tomás Domingos e Moura.
Treinador: Filipe Cândido

Vitória fugiu no fim

A vitória teria atirado o FC Arouca para a quinta posição mas a melhor oportunidade do jogo perdeu-se ao cair do pano numa grande penalidade rematada para fora, a primeira falhada pelo exímio João Basso, habitual finalizador e melhor marcador da equipa. Um empate que colocou Arouca e Mafra sem vencerem há quatro e seis jornadas respectivamente. Filipe Cândido organizou a sua equipa sustentada numa linha de cinco defesas, três dos quais centrais. O FC Arouca esteve lento e previsível na abordagem ao jogo, deixando a supremacia da primeira parte entregue ao Mafra, que em três ocasiões esteve próximo do golo. Fraco e com apenas um remate no primeiro tempo, o FC Arouca só poderia melhorar na etapa complementar. A equipa veio do balneário com outro andamento e cresceu na busca do golo. Mais em bloco baixo, o Mafra ia explorando o contra-ataque e uma enorme defesa de Vitor Braga evitou o pior num tiraço de Camará. O FC Arouca insistia em quebrar a resistência dos visitantes mas a defesa estava atenta. Até que Pedro Moreira, em lance confuso, aos 90 minutos, esteve na origem de um penálti que acabou por não ter o destino certo, saindo ao lado do poste. Num jogo com duas partes distintas, só a segunda parte da equipa arouquense justificaria a vitória. 2021-01-17 MMS

SALA DE IMPRENSA >>>

Armando Evangelista (treinador do FC Arouca): «As duas partes foram distintas. Na primeira parte não conseguimos pegar no jogo. O facto de o Mafra se ter apresentado pela primeira vez com uma linha de cinco defesas criou-nos algumas dificuldades em termos de espaços a explorar e demoramos algum tempo até rectificarmos. Na segunda parte a nossa produtividade subiu em flecha e podíamos ter vencido. Falhar um penálti acontece, é futebol».

Filipe Cândido (treinador do Mafra): «Entramos muito fortes, criamos estratégias específicas para este adversário que é um dos bons adversários desta liga. Com bola fomos audazes e criamos mais oportunidades. Na segunda parte passamos algumas dificuldades com o caudal ofensivo do Arouca mas conseguimos dar resposta. Viemos à procura dos três pontos e levamos um. Não estamos felizes por esse facto mas estamos contentes pela nossa atitude».

 
Arouca

Quarta, 24 de Fevereiro de 2021

Actual
Temp: 13º
Vento: SSE a 2 km/h
Precip: 2.0 mm
Chuva
Qui
T 11º
V 0 km/h
Sex
T 16º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"A prazo relativamente curto se eliminará qualquer veleidade de concretizar a Regionalização Administrativa do País"

Armando Zola, antigo presidente da CMA

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 58 visitantes online