ASSOCIATIVISMO
 
«A UD Fermedo é uma casa atractiva e a crescer»
 
Pedro Cirne
Clube com mais atletas a jogar futebol no concelho de Arouca
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Pedro Cirne é o novo presidente da UD Fermedo, sucedendo a Álvaro Ferreira, figura incontornável do associativismo e na freguesia. Após 25 anos na direcção da colectividade, Álvaro Ferreira integra os novos corpos sociais em novas funções. RV foi conhecer as perspectivas do novo presidente da associação que tem crescido nos últimos anos na dinamização do futebol sénior e sobretudo de formação. Com dez equipas (150 jogadores), 300 sócios e um orçamento a rondar os 55 mil euros, a UDF parte confiante para uma nova época desportiva.

Porque decidiu abraçar o projecto de liderança da UDF?
Penso que fui mais ‘abraçado' para ser candidato a presidente. O meu antecessor, Álvaro Ferreira, e o presidente da Mesa da Assembleia, Alberto Oliveira, demonstraram muita vontade que eu me candidatasse a presidente da direção. Confesso que também, devido ao passado que já tenho no
clube como director, secretário e director desportivo da equipa sénior no seu ano de estreia, era uma vontade também própria que tinha de um dia vir a ser presidente da UDF. Depois falando com as pessoas que já estavam na direção e também com pessoas da estrutura técnica senti que o desafio chegou na hora certa. Realço que nesta direção três membros vêm da direção anterior e entrei eu e o Antero Soares.
Reunidas todas as pessoas que queria que estivessem ao meu lado e formada a equipa directiva resolvemos avançar. A UDF já não é um projecto. É já uma "casa" feita e bem estruturada. Cabe-nos actualmente fazer com que a "casa" continue dinâmica, atractiva e a crescer.

Quais são os seus principais objectivos para o mandato que agora inicia?
Os objectivos desta direção são fazer da UDF um clube ainda melhor do que aquele que encontramos.
Fazer um trabalho de continuidade na nossa afirmação no futebol de formação, dando a oportunidade a
mais de 130 crianças e jovens poderem jogar futebol de competição e ao mesmo tempo começar a marcar uma posição e conquistar o nosso espaço no futebol sénior. Acreditamos que a afirmação dessa posição do futebol sénior será a consequência de uma formação de qualidade. Os nossos melhores recursos serão sempre aqueles que conseguimos formar.

Com tantas equipas (10) em actividade, como é que gere o espaço desportivo?
A nível de infraestruturas é onde a lacuna é maior, por isso temos que ter como objectivo melhorar este aspecto básico e pilar de todo o clube. Não podemos ter 150 atletas e 25 pessoas a trabalhar em dois balneários e um pequeno espaço de arrumos. Infelizmente a esse nível a carência é enorme, pois o
espaço físico é insuficiente. Queremos e iremos trabalhar com as entidades locais, pois o Parque Desportivo de Fermedo não é nosso, por forma a darmos inicio ao projecto de ampliação das infraestruturas. Necessitamos de mais dois balneários e salas para que possamos ter um gabinete de fisioterapia, uma lavandaria e uma sala para reuniões. A nível da estrutura queremos melhorar
a nossa equipa com mais valências do que temos atualmente. É muito importante para nós reforçar e criar novos departamentos. Estamos já a trabalhar para termos uma nutricionista a colaborar connosco, temos também um protocolo com a Universidade Católica do Porto e o seu gabinete de Psicologia, queremos reforçar a nossa equipa de fisioterapeutas, dar melhores condições de trabalho e meios
técnicos às equipas técnicas.

O que espera dos atletas e dos pais na presente época?
O que pedimos sempre: que sejam exemplos dentro e fora do campo de fair-play e respeito com todos sejam árbitros, adversários, colegas de equipa e treinador. Prezamos por isso, iremos sempre procurar ser um exemplo para os restantes clubes.

E relativamente ao apoio da JF Fermedo? E da CMA?
Não pretendo entrar assuntos que são de cariz político. Sempre que tivermos reclamações ou agradecimentos a fazer à Junta de Freguesia e/ou à Câmara Municipal faremos nos locais próprios e nas vias próprias. Não pretendemos usar a imprensa para este tipo de abordagens.

Um desejo para o mandato?
Não para o mandato, mas para a UD Fermedo. Que o clube tenha o reconhecimento que merece pois de momento é o clube com mais atletas a jogar futebol no concelho de Arouca. 2019-10-06


ÓRGÃOS SOCIAIS UDF 2019/2021
Assembleia Geral
Presidente: Alberto Oliveira
Vice-presidente: Rogério Tavares
Secretário: Mafalda Ferreira
Conselho Fiscal
Presidente: Álvaro Ferreira
Vice-Presidente: Miguel Pinho
Secretário: Vitor Ferreira
Direcção
Presidente: Pedro Cirne (foto)
Vice-presidente: Armando Santos
Vice-presidente Desportivo: Antero Soares
Secretário: Elisabete Almeida
Tesoureiro: Delfim Mendes
Vogais: Marisa Nogueira, João Cabo, Ricardo Azevedo, Marcelo Fortes, Albano Perestrelo, José Carlos Costa
e Constantino Alves

 
Arouca

Quarta, 23 de Outubro de 2019

Actual
Temp: 12º
Vento: NNW a 6 km/h
Precip: 0 mm
Muito Nublado
Qui
T 14º
V 3 km/h
Sex
T 17º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
 
A Frase...

"Espero que os pais dos atletas sejam exemplos de 'fair-play' dentro e fora do campo"

Pedro Cirne, presidente da UD Fermedo, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 23 visitantes online