SEGUNDA LIGA
 
FC Arouca 2-1 Estoril
 
Fortes
Vitória suada e obtida após vantagem forasteira. Fortes e Lumu marcaram os golos que mantêm o FCA a respirar
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
33.ª jornada - 11 Maio 2019
Jogo no Estádio Municipal de Arouca - Espectadores: 1890
Árbitro - Luís Godinho (AF Évora), auxiliado por Rui Teixeira e Jorge Cruz.

FC Arouca - Stefanovic, João Amorim (Kiko, 45'), Massaia, Pedro Pinto, Thales (Baba Seck, 84'), Ericson, Soares, Adílio, Willian (Lumu, 70'), Fábio Fortes e Malele.
Suplentes não utilizados: Rui Vieira, Benny, Bruno Alves e Breitner.
Treinador: Quim Machado

Estoril - Igor Rodrigues, João Góis, Diakhité, Miguel Rodrigues, Tote Gomes, Cícero Alves (Gonçalo Santos, 8'), João Patrão, Kenji Gorré, Yan Santos (Bélima, 61´), Filipe Soares e Roberto (Sandro Lima, 80´).
Suplentes não utilizados: César, André, Furlan, Koneth.
Treinador: Bruno Baltasar

Ao intervalo: 0-1
Marcador: 0-1 (Roberto, 33'); 1-1 (Fábio Fortes, 53'); 2-1 (Lumu, 89').

Do quase drama ao golaço de Lumu do tamanho da esperança

Se o futebol é apaixonante é porque um pontapé no esférico pode mudar a história e arrasar as emoções de qualquer um. Foi assim o final dramático no Municipal de Arouca. O empate a uma bola era mau para o FC Arouca. Parecia estar quase tudo perdido quando aos 87 minutos Sandro Lima dispôs de um penálti para arrasar Arouca mas a bola milagrosamente bateu na trave. Dois minutos depois o holandês Jeroen Lumu, de 23 anos, ousou armar o pé esquerdo de fora da área e atirou para um golaço monumental que espalhou a loucura no estádio arouquense. Uma vitória arrancada a ferros frente a um Estoril tranquilo e que até foi para o intervalo a ganhar por 1-0 graças a uma bonita jogada triangulada que terminou no golo de Roberto, avançado que não festejou diante da sua antiga equipa. Era o fim de uma primeira parte em que o FC Arouca parecia tolhido nas capacidades de se soltar face à responsabilidade decretada de ganhar. O intervalo serviu para arejar as ideias e controlar a adrenalina. A equipa arouquense entrou a todo o gás, como se já não houvesse amanhã e queimou todas as "pilhas" até ao derradeiro minuto de jogo.

Arouca sai das trevas e apoio dos adeptos faz o resto

Um turbilhão colectivo em busca da vitória que não nasceu mais cedo porque mesmo assim o discernimento não era o melhor nos vários momentos para finalizar. Fortes (47'), Adílio (49') e Malele (51') podiam ter feito melhor frente à baliza de Igor mas a igualdade chegaria num cabeceamento do avançado caboverdiano após pontapé-de-canto de William. A equipa do sul estava menos capaz face à vontade de poder dos arouquenses e Massaia (61') obrigou Igor à defesa da tarde num cabeceamento que levava o carimbo de golo. Arouca carregava, insistia até à exaustão mas faltava o golo redentor. O povo de Arouca não desanimava e puxava pela equipa. A "azarada" claque estorilista - vítima de um contratempo - entrava no recinto a dez minutos (!) do fim e ainda a tempo de quase ver os canarinhos levarem os três pontos. A grande penalidade não deu certo e depois aconteceu a motricidade heróica de Lumu, um golo do tamanho da esperança que pode manter o FC Arouca na II Liga. No meio das quentes emoções finais, o dirigente António Teixeira e o director desportivo Joel Pinho foram avermelhados pelo juiz de Évora. Consumado o triunfo, a clareza das contas da Liga fica adiada até à tarde de amanhã.

SALA DE IMPRENSA >>>

Quim Machado (treinador do FC Arouca): "Foi um jogo muito difícil. A primeira parte foi lenta da nossa parte. Ao intervalo disse aos jogadores que ou acordávamos ou descíamos de divisão. A segunda parte foi toda nossa mas desperdiçamos muitas oportunidades. Tivemos sorte de a grande penalidade do Estoril não entrar e depois foi o golo da vitória. Lutamos até à exaustão e merecemos esta vitória."

Bruno Baltasar (treinador do Estoril): "Estamos com um final de época difícil. O nosso objectivo estava agora em conseguir o terceiro lugar e foi com a intenção de levar os três pontos que viemos a Arouca. A nossa estratégia era aproveitar a intranquilidade do Arouca. Foi um bom jogo e o penálti podia ter dado a nossa vitória. Deixo uma palavra para os nossos adeptos que fizeram um grande esforço para virem apoiar-nos mas devido a um percalço chegaram tarde ao jogo." MMS 2019-05-11 (fotos: Nuno Santos) - direitos reservados

II LIGA
33.ª jornada
Leixões 1-1 P. Ferreira
Acad. Viseu 2-1 Penafiel
Benfica B 2-1 V. Guimarães B
FC Arouca 2-1 Estoril
Domingo - 12 Maio
FC Porto B 0-1 Braga B
Famalicão 3-2 UD Oliveirense
Mafra 0-1 Farense
Académica 0-2 Covilhã
Cova Piedade 0-0 Varzim

34.ª e última jornada
Sábado - 18 Maio
Braga B - Benfica B (11h00 STV)
V. Guimarães B - FC Porto B
Domingo - 19 Maio
Varzim - Académica (15h00)
UD Oliveirense - FC Arouca (15h00)
Covilhã - Mafra (15h00)
Farense - Acad. Viseu
Estoril - Famalicão (15h00 STV)
P. Ferreira - Cova Piedade (15h00 STV)
Penafiel - Leixões (16h00)

JOGO EM AVEIRO
Em resultado das obras de beneficiação que decorrem desde há duas épocas no estádio em Oliveira de Azeméis, o FC Arouca defronta a UD Oliveirense no Estádio Municipal de Aveiro, às 15h00.

 
Arouca

Segunda, 23 de Setembro de 2019

Actual
Temp: 13º
Vento: SSE a 2 km/h
Precip: 0 mm
Muito Nublado
Ter
T 19º
V 5 km/h
Qua
T 17º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Há hoje, de forma directa, uma melhor resposta à doença"

António Alves, director executivo do ACES Feira/Arouca, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 37 visitantes online