SEGUNDA LIGA
 
FC Arouca 0-1 Nacional
 
Salles
Equipa arouquense despede-se dos jogos caseiros com nova derrota. Subida de divisão fora de hipóteses
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site

37.ª jornada - 6 Maio 2018
Jogo no Estádio Municipal de Arouca - Espectadores: 1050
Árbitro - Bruno Paixão, auxiliado por Venâncio Tomé e Rodrigo Pereira (AF Setúbal).

FC Arouca - Bracali; João Amorim, Nuno Coelho, Deyvison e Vítor Costa; Bruno Alves, Nuno Valente (Lúcio Maranhão, 81') e Palocevic; Erick Salles (Areias, 63'), Bukia (Ernest, 72') e Roberto.
Suplentes não utilizados: Gasparotto, Benny, Jeffre Vargas e Ericson.
Treinador: Miguel Leal

Nacional - Fremelim; Nuno Campos, Diogo Coelho, Júlio César (Diego Silva, 87') e Elízio; Cristian, Kaká (Edgar Abreu, 65'), Murilo e Witi (Diego Medeiros, 72'); Vítor Gonçalves e Ricardo Gomes.
Suplentes não utilizados: Gauther, Rochez, Plange e Mateus Silva.
Treinador: Costinha

Ao intervalo: 0-1
Marcador: 0-1 (Ricardo Gomes, 4')

Campeão liquidou todas as aspirações do Arouca

No jogo de todas as decisões para o FC Arouca, Ricardo Gomes fez jus ao estatuto de melhor marcador do campeonato e rubricou o golo da vitória que liquidou todas as aspirações dos arouquenses e agendou cedo a enorme festa dos madeirenses para o final do encontro. O FC Arouca ainda sonhava mas o jogo começou da pior forma e virou pesadelo quando o dinâmico avançado do Nacional aproveitou da melhor forma um deslize de Bruno Alves e se acercou da baliza para bater Bracali aos 4'. Rejubilaram os cerca de três centenas de apoiantes do clube madeirense, que somou o 15.º jogo consecutivo sem perder. O FC Arouca, quase sempre pela batuta de Palocevic, ainda reagiu bem nos primeiros vinte e cinco minutos mas a coesão da formação insular nunca abriu brechas, deixando os arouquenses quase sempre afastados da zona de perigo para o estreante guardião Fremelim. Foi até do Nacional outra grande oportunidade para dilatar o marcador, mas Witi (25') não aproveitou para matar o jogo frente ao seguro Bracali, o melhor do Arouca ao longo dos noventa minutos. A primeira metade já tinha passado e o FC Arouca precisava de impor outro andamento. Tentou-o nos primeiros minutos do segundo tempo com algumas jogadas bem ensaiadas que, contudo em nada resultaram. Diogo Coelho e Nuno César mandavam na grande área e o bem povoado meio-campo insular trabalhava no encurtamento de espaços e de linhas de passe. Miguel Leal foi reforçando a linha dianteira, mas sem efeitos práticos. Tranquilos e confiantes no título, os jogadores de Costinha controlavam as operações e ainda construíram as melhores oportunidades de golo. Aos 52', Kaká isola-se e mais uma vez Bracali fez a mancha evitando o pior para a sua baliza, grande intervenção do guarda-redes que voltou a repetir-se aos 77' diante de Murilo. Cada vez mais descente na alteração dos acontecimentos, o FC Arouca mostrou a melhor ocasião de golo num livre directo de Nuno Valente (79') que Fremelim superiormente desviou para canto. Sem argumentos para destronar o seu adversário, o FC Arouca pouco mais conseguiu, salvando-se ainda do segundo golo numa boa combinação que terminou no remate de Ricardo Gomes ao poste esquerdo da baliza de Bracali. Num jogo relativamente morno face aos objectivos em causa, a equipa de Francisco Costa acabou por justificar o triunfo face a um Arouca de boa circulação mas sem fogo na frente do ataque. 2018-05-06 MMS


SALA DE IMPRENSA >>>

MIGUEL LEAL FALTOU À CONFERÊNCIA DE IMPRENSA
O treinador do FC Arouca, Miguel Leal, não compareceu na Sala de Imprensa.
Minutos antes, no flash interview, deixara mensagem de suposta continuidade, referindo-se à construção de um projecto de equipa mais sustentado para atacar a subida na próxima época. As declarações não tiveram continuidade, dada a ausência da equipa técnica na conferência de imprensa do final do jogo.

Costinha (treinador do Nacional): "Estou extremamente feliz, como é óbvio. Quero agradecer ao presidente e à direcção por terem acreditado na qualidade deste treinador e não por ser amigo do Jorge Mendes. A nossa entrada no jogo foi muito forte e depois tivemos várias ocasiões de golo. Um título de campeão é sempre muito bom. O Nacional é uma equipa a sério. Não foi um processo fácil porque a minha forma de jogar obriga a correr riscos, mas por isso é que temos 45 golos sofridos, mas temos 72 marcados."

37ª jornada
Penafiel 0-1 Acad. Viseu
Académica 1-2 Cova Piedade
FC Porto B 3-2 Famalicão
FC Arouca 0-1 Nacional
Braga B 1-1 Benfica B
Gil Vicente 0-1 Covilhã
Santa Clara 3-0 Real
V. Guimarães B 0-1 Sporting B
Leixões 0-1 Oliveirense
U. Madeira 2-1 Varzim

38.ª e última jornada (13 Maio)
Varzim - Académica
Nacional - V. Guimarães B
Acad. Viseu - Santa Clara
Oliveirense - FC Arouca
Covilhã - Penafiel
Sporting B - Braga B
Real - Gil Vicente
Benfica B - FC Porto B
Famalicão - Leixões
Cova Piedade - U. Madeira

 
Arouca

Quinta, 24 de Maio de 2018

Actual
Temp: 15º
Vento: ESE a 2 km/h
Precip: 0 mm
Muito Nublado
Sex
T 17º
V 2 km/h
Sáb
T 18º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
A futura ponte pedonal suspensa dos Passadiços vai ser...
 
 
A Frase...

"Ainda há muitas pessoas que não têm a noção exacta da realidade do nosso Centro Social"

Elsa Martins, dirigente do Centro Social de Escariz, Fermedo e Mato, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 29 visitantes online