SEGUNDA LIGA
 
FC Arouca 0-0 Cova da Piedade
 
Bruno Alves
Empate caseiro atrasa recuperação arouquense para os lugares cimeiros da tabela. Jogo repartido e recheado de faltas
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
22.ª jornada - 29 Janeiro 2018
Jogo no Estádio Municipal de Arouca - Espectadores: 500
Árbitro - Cláudio Pereira (AF Aveiro), auxiliado por Marco Vieira e João Ricardo Silva.

FC Arouca - Bracali; João Amorim, Nuno Coelho, Deyvison e Vítor Costa; Ericson, Bruno Alves e Nuno Valente (Lúcio Maranhão, 63'); Bukia (Ernest, 56'), Barnes (Erick Sales, 79') e Roberto.
Suplentes não utilizados: Gasparotto, Vargas, Benny e Palocevic.
Treinador: Miguel Leal

Cova da Piedade - Joyce Anacoura; Michael da Silva, Willyan, Daniel Almeida e Evaldo; Paulo Tavares (Thiago Freitas, 85'), Soares, Wilson (Onyilo, 78') e Robson; Hugo Firmino e Dieguinho (Yuhao Liu, 94').
Suplentes não utilizados: Pedro Alves, Tiago Lima Pereira, Sori Mane e Chen.
Treinador: Bruno Ribeiro

Com 62 faltas não há futebol

Em tarde de segunda-feira, a casa até nem esteve má, mas nem o festivo apoio das crianças das creches arouquenses foi suficiente para evitar a perda de dois pontos. Num fraco espectáculo, que nem precisaria de balizas, as faltas (32 dos visitados e 30 dos visitantes) foram as rainhas do jogo que interrompeu a série de sete vitórias consecutivas da formação arouquense sob o comando de Miguel Leal. Bem se esforçou o Arouca por derrubar o compacto 4-4-2 da equipa de Almada, mas era preciso maior capacidade de improvisação para bater um Cova da Piedade que viajou apenas para não perder. Coube sempre ao FC Arouca a maior iniciativa atacante, explorada tendencialmente pela esquerda, terreno de Bukia, durante a primeira, mas os espaços rente à relva estavam fechados e pelo ar os robustos visitantes sempre deram conta do recado. Foi assim todo o jogo e nem a segunda parte nem as alterações conseguiram modificar o estado de inércia frente a uma e outra baliza. Na primeira parte, Cova da Piedade foi nulidade ofensiva e nem a viu, e do FC Arouca soltou-se apenas uma oportunidade, aos 26', quando Erikson não conseguiu tocar a bola que lhe passou perto num livre apontado por Vitor Costa. A equipa arouquense foi quem mais fez para ganhar, mas romper a muralha defensiva tornou-se tarefa inglória. Ernest e Maranhão ainda foram a jogo, mas veio do clube de Almada o único lance de perigo da segunda parte, um livre (78') de Paulo Tavares à barra. O árbitro da AF Aveiro, Cláudio Pereira, também se aliou contra o futebol e ajudou a montar um espectáculo estragado, tal foi a vontade de soar o apito e a benevolência para com os homens da Cova da Piedade, que nem um amarelo de aviso tiveram para susterem a sequência de faltas (só na primeira parte foram 17) com que iniciaram o jogo, estratégia que muito jeito lhes deu para estancar e enervar o ritmo do futebol arouquense. 2018-01-30 Manuel Matos Sousa (fotos: Nuno Santos)

22.ª jornada
[2ª feira - 29 Janeiro]
V. Guimarães B 3-0 Covilhã
Sporting B 2-1 Real SC
FC Arouca 0-0 Cova da Piedade
Académica 4-2 U. Madeira
Gil Vicente 0-1 Varzim
[3ª feira - 30 Janeiro]
Benfica B - Famalicão (18h00 TV)
Santa Clara - Braga B (19h00)
[4ª feira - 31 Janeiro]
Leixões - Acad. Viseu (15h00)
Nacional - Oliveirense (15h00)
Penafiel - FC Porto B (15h00)

PRÓXIMOS JOGOS FCA
23ª jornada (04/02)
Acad. Viseu - FC Arouca
24ª jornada (11/02)
FC Arouca - Real SC

 
Arouca

Terça, 20 de Fevereiro de 2018

Actual
Temp: 6º
Vento: SE a 3 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Qua
T 12º
V 3 km/h
Qui
T 10º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Que apreciação faz dos primeiros cem dias da presidência de Margarida Belém?
 
 
A Frase...

"A grande subida que alcançamos nos 'rankings' acrescenta-nos mais responsabilidade"

Vitor Venceslau, director do Agrupamento de Escolas de Escariz, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 48 visitantes online