SEGUNDA LIGA
 
FC Arouca 0-0 Cova da Piedade
 
Bruno Alves
Empate caseiro atrasa recuperação arouquense para os lugares cimeiros da tabela. Jogo repartido e recheado de faltas
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
22.ª jornada - 29 Janeiro 2018
Jogo no Estádio Municipal de Arouca - Espectadores: 500
Árbitro - Cláudio Pereira (AF Aveiro), auxiliado por Marco Vieira e João Ricardo Silva.

FC Arouca - Bracali; João Amorim, Nuno Coelho, Deyvison e Vítor Costa; Ericson, Bruno Alves e Nuno Valente (Lúcio Maranhão, 63'); Bukia (Ernest, 56'), Barnes (Erick Sales, 79') e Roberto.
Suplentes não utilizados: Gasparotto, Vargas, Benny e Palocevic.
Treinador: Miguel Leal

Cova da Piedade - Joyce Anacoura; Michael da Silva, Willyan, Daniel Almeida e Evaldo; Paulo Tavares (Thiago Freitas, 85'), Soares, Wilson (Onyilo, 78') e Robson; Hugo Firmino e Dieguinho (Yuhao Liu, 94').
Suplentes não utilizados: Pedro Alves, Tiago Lima Pereira, Sori Mane e Chen.
Treinador: Bruno Ribeiro

Com 62 faltas não há futebol

Em tarde de segunda-feira, a casa até nem esteve má, mas nem o festivo apoio das crianças das creches arouquenses foi suficiente para evitar a perda de dois pontos. Num fraco espectáculo, que nem precisaria de balizas, as faltas (32 dos visitados e 30 dos visitantes) foram as rainhas do jogo que interrompeu a série de sete vitórias consecutivas da formação arouquense sob o comando de Miguel Leal. Bem se esforçou o Arouca por derrubar o compacto 4-4-2 da equipa de Almada, mas era preciso maior capacidade de improvisação para bater um Cova da Piedade que viajou apenas para não perder. Coube sempre ao FC Arouca a maior iniciativa atacante, explorada tendencialmente pela esquerda, terreno de Bukia, durante a primeira, mas os espaços rente à relva estavam fechados e pelo ar os robustos visitantes sempre deram conta do recado. Foi assim todo o jogo e nem a segunda parte nem as alterações conseguiram modificar o estado de inércia frente a uma e outra baliza. Na primeira parte, Cova da Piedade foi nulidade ofensiva e nem a viu, e do FC Arouca soltou-se apenas uma oportunidade, aos 26', quando Erikson não conseguiu tocar a bola que lhe passou perto num livre apontado por Vitor Costa. A equipa arouquense foi quem mais fez para ganhar, mas romper a muralha defensiva tornou-se tarefa inglória. Ernest e Maranhão ainda foram a jogo, mas veio do clube de Almada o único lance de perigo da segunda parte, um livre (78') de Paulo Tavares à barra. O árbitro da AF Aveiro, Cláudio Pereira, também se aliou contra o futebol e ajudou a montar um espectáculo estragado, tal foi a vontade de soar o apito e a benevolência para com os homens da Cova da Piedade, que nem um amarelo de aviso tiveram para susterem a sequência de faltas (só na primeira parte foram 17) com que iniciaram o jogo, estratégia que muito jeito lhes deu para estancar e enervar o ritmo do futebol arouquense. 2018-01-30 Manuel Matos Sousa (fotos: Nuno Santos)

22.ª jornada
[2ª feira - 29 Janeiro]
V. Guimarães B 3-0 Covilhã
Sporting B 2-1 Real SC
FC Arouca 0-0 Cova da Piedade
Académica 4-2 U. Madeira
Gil Vicente 0-1 Varzim
[3ª feira - 30 Janeiro]
Benfica B - Famalicão (18h00 TV)
Santa Clara - Braga B (19h00)
[4ª feira - 31 Janeiro]
Leixões - Acad. Viseu (15h00)
Nacional - Oliveirense (15h00)
Penafiel - FC Porto B (15h00)

PRÓXIMOS JOGOS FCA
23ª jornada (04/02)
Acad. Viseu - FC Arouca
24ª jornada (11/02)
FC Arouca - Real SC

 
Arouca

Terça, 22 de Maio de 2018

Actual
Temp: 21º
Vento: SSE a 2 km/h
Precip: 0 mm
Nublado
Qua
T 23º
V 2 km/h
Qui
T 21º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
A futura ponte pedonal suspensa dos Passadiços vai ser...
 
 
A Frase...

"Ainda há muitas pessoas que não têm a noção exacta da realidade do nosso Centro Social"

Elsa Martins, dirigente do Centro Social de Escariz, Fermedo e Mato, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 32 visitantes online