POLÍTICA LOCAL
 
Câmara prossegue a concessão de isenção de IMI a bombeiros voluntários
 
l
Reunião quinzenal do executivo é hoje à tarde e permite presença e intervenção de munícn&ati
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
democracia que se aguente. Apesar disso e de sinais tão negativos, não deixa de ser surpreendenteque os portugueses, só através do multibanco e entre 1 e 26 de Dezembro, tenham feito compras no valor de 2,58 mil milhões de euros (mais 300 milhões de euros que em 2008), muito embora o rendimento das famílias tenha caído 1,1% no terceiro trimestre de 2009 em relação ao período homólogo. Se é verdade que os trabalhadores que não perderam o seu emprego beneficiaram de aumentos salariais que uma inflação negativa e a descida das taxas de juro influenciaram e os apoios sociais foram alargados ou acrescidos, a verdade é que o Estado continua a gastar o que não tem à custa do endividamento externo e os portugueses a gastar o que não podem e a viver acima das suas possibilidades. Mas não foram só os particulares. As autarquias deram o mesmo exemplo, gastando uma média entre os 10.000 e os 30.000 euros em fogo de artifício nos festejos da passagem de ano e até houve quem se desse à extravagância de gastar 500.000 euros em fogo de artifício e um brinde com milhares de taças de champanhe para conquistar um lugar no "Guiness"! Com todas as dificuldade que o país atravessa ainda há quem se dedique a trabalhar mais para o Guiness do que para a solução dos problemas das pessoas, delapidando o dinheiro dos nossos impostos em brincadeiras que não fazem qualquer sentido, nem trazem qualquer prestígio a um país cheio de dívidas. O ano de 2010 que agora começa vai ser difícil. Todas as previsões apontam para o aumento do desemprego e uma recuperação muito débil da economia. O país já não suporta qualquer aumento de
impostos. O Estado e as famílias são chamados a um esforço muito grande. Seria trágico que o número de pobres continuasse a aumentar e fosse cada vez maior o número de portugueses a vencer as fronteiras
da emigração em busca de trabalho. Oxalá que isso não aconteça.
 
Arouca

Terça, 29 de Novembro de 2022

Serviço temporariamente indisponível!

PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Quero ser sepultado com a farda dos Bombeiros Voluntários de Arouca"

Arlindo Soares, primeiro instrutor dos BVA, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | visitantes online