SOCIEDADE
 
GNR apanha mulher em Chave a violar confinamento obrigatório
 
COVID-19 | Foi constituída arguida e processo criminal segue para o Tribunal
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O Comando Territorial de Aveiro, através do Posto Territorial de Arouca, deteve ontem uma mulher de 52 anos por violação do confinamento obrigatório a que estava sujeita, no âmbito da pandemia de COVID-19, na freguesia de Chave.
Segundo uma nota de imprensa da GNR, «no decorrer de uma acção de policiamento para a verificação do dever de confinamento obrigatório, os militares da Guarda deslocaram-se à residência da visada, onde verificaram que esta se tinha ausentado do domicílio. Após diligências policiais, foi possível confirmar que a suspeita se encontrava na via pública, tendo-lhe sido determinado o imediato regresso a casa».
Após garantido o regresso à sua residência, a mulher foi detida e constituída arguida, e os factos foram remetidos para o Tribunal Judicial de Arouca.
«A GNR recorda que ficam em confinamento obrigatório, em estabelecimento de saúde, no respectivo domicílio ou noutro local definido pelas autoridades de saúde todos os doentes com COVID-19, os infectados com SARS-CoV-2, e os cidadãos relativamente a quem a autoridade de saúde ou outros profissionais de saúde tenham determinado vigilância activa. A violação do confinamento obrigatório constitui crime de desobediência». RV 2021-01-18
 
Arouca

Quarta, 24 de Fevereiro de 2021

Actual
Temp: 13º
Vento: SSE a 2 km/h
Precip: 2.0 mm
Chuva
Qui
T 11º
V 0 km/h
Sex
T 16º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"A prazo relativamente curto se eliminará qualquer veleidade de concretizar a Regionalização Administrativa do País"

Armando Zola, antigo presidente da CMA

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 65 visitantes online