SOCIEDADE
 
Património arqueológico de Arouca sofre dano 'irreparável'
 
O monumento megalítico antes... e depois do incidente
Dolmén do conjunto megalítico de Escariz foi destruído por movimentação de terras privada
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O património arqueológico do concelho de Arouca sofreu esta semana mais um duro golpe: o dólmen referenciado como Alagoas 4, na freguesia de Escariz, foi alvo de danos irrecuperáveis, causados por uma movimentação de terras em grande escala na área onde se encontrava o monumento.
Este dólmen (um monumento megalítico tumular, também conhecido por anta) é parte integrante do conjunto megalítico de Escariz e está próximo do dólmen 1 da Aliviada, monumento nacional desde 1985, mas que está neste momento sem qualquer tipo de preservação.
O dólmen agora danificado é o único monumento de corredor escavado de todo a vale de Arouca. Tem também a particularidade de um dos seus esteios conter uma gravura. Para quem conhece a Portela D'Anta, trata-se de uma construção de similar. Encontra-se referenciado no site do Arouca Geopark mas, como tantos outros, não estava sinalizado nem foi alvo de qualquer protecção.
Para o Centro de Arqueologia de Arouca o monumento sofreu "danos irreparáveis" mas a sua dimensão "só após uma intervenção de fundo serão conhecidos". Informaram também que "já foi dado conhecimento às autoridades competentes".
Por seu lado, o presidente da junta de freguesia de Escariz, José Albino Oliveira, lamenta o sucedido e refere que "mais do que falta de sensibilidade do proprietário do terreno, foi desconhecer a área a proteger". Refere ainda que "nunca foi intenção do proprietário danificar o património".
José Albino Oliveira salientou ainda que "tudo tem sido feito para a preservação do património histórico da freguesia" mas refere um problema "quase todo o património está em propriedade privada, mas tenho tentado fazer uma sensibilização junto das pessoas". Questionado se pretende apostar no património histórico para fins turísticos, disse "existem um ou dois locais que brevemente passaram para a fruição pública. Está tudo bem encaminhado". Quanto à presença de um dólmen no brasão da freguesia e da existência da réplica de um numa rotunda da freguesia, foi perguntado se isso representava a importância dos achados na freguesia, e foi peremptório: "mais do que tudo é preciso preservar e sinalizar, assim como sensibilizar as população".
Certamente que por ter sido conhecida a situação, a mesma terá consequências. RV 2020-11-14
 
Arouca

Terça, 01 de Dezembro de 2020

Actual
Temp: 10º
Vento: SE a 3 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Qua
T 14º
V 3 km/h
Qui
T 11º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Tudo iremos fazer para aceder às verbas que a UE irá enviar, para minorar os problemas económicos dos nossos associados"

Carlos Brandão, presidente da AECA, durante a tomada de posse para novo mandato

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 30 visitantes online