SOCIEDADE
 
Eleição: Adília ou Amélia a dirigir
 
Adília Cruz e Amélia Rodrigues disputam liderança do AEA
Ex-directora e ex-subdirectora disputam a liderança da maior estrutura educativa do concelho
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O próximo cargo de director do Agrupamento de Escolas de Arouca vai continuar em mãos arouquenses. Ao concurso, de âmbito nacional, aberto no dia 10 de Março para provimento do cargo, concorreram apenas dois candidatos, duas docentes com larga experiência em funções directivas no agrupamento: Adília Cruz e Amélia Rodrigues. Há muitos anos juntas em tarefas de gestão da escola arouquense, a ex-directora e a ex-subdirectora concorrem agora em pistas separadas pela direcção do maior agrupamento escolar do concelho.
Desde Setembro de 2019 sob a gestão de uma Comissão Administrativa Provisória (CAP), liderada pelo professor Agostinho Sequeira Guedes (indigitado pela DGEstE), o Agrupamento de Escolas de Arouca (AEA) encontra-se perto de concluir os procedimentos para a eleição de um director para os próximos quatro anos. A abertura do concurso para provimento do cargo no AE Arouca foi publicado no Diário da República de 10 de Março de 2020, tendo a partir dessa data os candidatos dez dias para formalizar a candidatura. O actual contexto directivo vivido por este agrupamento escolar arouquense resulta do inesperado pedido de suspensão de funções, em Agosto de 2019, da ex-directora Adília Cruz, docente que desde há duas décadas vinha ocupando cargos dirigentes, chegando à presidência do Conselho Directivo da Escola Secundária de Arouca e no de directora do AE Arouca, desde que este foi a instituído em 2012.

Qualificações

A candidatura ao cargo de director tem âmbito nacional e exige dos candidatos determinadas qualificações para o exercício de funções de administração e gestão escolar, como a formação especializada nas áreas de Administração Escolar e Administração Educativa ou a experiência, nos termos da lei, do exercício de funções directivas em contexto escolar. Aos candidatos é ainda exigida, entre outra documentação, a apresentação do currículo profissional detalhado e de um Projecto de Intervenção na escola que seja elucidativo dos objectivos, estratégias e actividades que se propõem realizar durante o mandato.

Conselho Geral decide

A avaliação dos candidatos e a eleição do director são da competência do Conselho Geral do agrupamento, órgão de administração e gestão actualmente presidido pelo docente Fernando Sousa Alves, um dos 21 membros que compõem este órgão colegial representativo da comunidade educativa: 7 do pessoal docente, 2 do pessoal não docente, 2 dos alunos, 4 dos pais e encarregados de educação, 3 da autarquia e 3 de associações locais. O Conselho Geral é o órgão de direcção estratégica responsável pela definição das linhas orientadoras da actividade do agrupamento, assegurando a participação e a representação da comunidade educativa.

Eleição é terça-feira

"Vamos realizar o Conselho Geral no próximo dia 5, terça-feira, pelas 18h30, que tem como ponto único a eleição do director do Agrupamento de Escolas de Arouca para o próximo quadriénio", informou ao RODA VIVA o presidente do Conselho Geral, Fernando Alves. "O processo eleitoral decorreu normalmente e agora os vinte e um conselheiros vão escolher entre as duas candidatas ao cargo".
Após um interregno de um ano escolar, a professora de Geografia e ex-directora Adília Cruz decidiu apresentar-se novamente como candidata à chefia do agrupamento. Na concorrência ao lugar está agora a ex-subdirectora e professora do grupo de docência de Português-Francês, Amélia Rodrigues, actual adjunta da Comissão Administrativa que gere o agrupamento e que, após muitos anos de parceria profissional com Adília Cruz, se candidata pela primeira vez ao cargo mais elevado da direcção do AE Arouca. Amélia Rodrigues é também membro da Assembleia Municipal, eleita nos quadros do Partido Socialista. A eleição que determinará o próximo director do AE Arouca decorre por voto secreto e presencial, considerando-se eleito o candidato que obtenha maioria absoluta de votos dos membros do Conselho Geral em efectividade de funções. O director toma posse, perante o Conselho Geral, nos 30 dias subsequentes à homologação dos resultados da eleição. No início do presente ano lectivo, o AE Arouca integrava 2056 alunos, 208 docentes e 75 profissionais não docentes. 2020-05-02 RV
 
Arouca

Domingo, 07 de Junho de 2020

Actual
Temp: 14º
Vento: W a 2 km/h
Precip: 0.1 mm
Nublado
Seg
T 19º
V 3 km/h
Ter
T 21º
V 0 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Ninguém, no governo actual, está a fazer um favor a Arouca mas sim a fazer-se justiça a um concelho, a um povo"

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, durante a consignação da estrada Escariz / A32

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 26 visitantes online