POLÍTICA LOCAL
 
«Chegou o momento de ficar por aqui»
 
Arménio Oliveira
ENTREVISTA | Presidente da Junta de Freguesia de São Miguel do Mato aponta o final da sua carreira política
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Arménio Oliveira, 61 anos, casado, dois filhos, empregado de escritório, vai no segundo mandato como social-democrata à frente dos destinos da freguesia de São Miguel do Mato.
Discreto e ponderado, tem conseguido normalizar a freguesia a nível político, depois da turbulência que viveu em tempos não muito remotos. Para além da política autárquica, esteve ligado ao clube desportivo
local (Mosteirô) como presidente da assembleia geral e secretário.
Um dos seus principais passatempos preferidos é coleccionar moedas de todo o mundo.

Com mais de meio mandato cumprido, que projectos já concretizou? Concretizamos algumas obras que estavam nos nossos horizontes, tais como: arranjo junto ao cruzeiro da igreja matriz de S. Miguel do Mato e restauro do mesmo; alargamento da via pública com muro de vedação e suporte de terras e passeio, também junto à igreja; alargamento de via com muro de vedação e passeio, desde o entroncamento da Rua de Stº António e da Rua do Forno, passando pela capela de Santo António do Forno até ao cruzeiro, entre outras.

E quais as obras que pretende ainda realizar até às eleições autárquicas? A rotunda da Portelada é sem dúvida uma obra que já é uma realidade, uma vez que os trabalhos estão em curso. Esta obra tem sido reivindicada por sucessivos executivos ao longo dos anos. Não fica de todo mal referir, que apesar do empenho total deste executivo, tenho que agradecer ao ex-presidente da Câmara de Arouca, Artur
Neves e ao ex-vereador Marcelo Pinho, ambos sabem os diferentes motivos, que não queria aqui revelar. Uma outra obra que gostaria de ver concluída, tendo plena consciência da dificuldade, é a ampliação do cemitério. Uma outra obra em curso é o aumento da área das instalações da sede da junta de freguesia, dotando-a assim de mais-valias, para dar respostas às solicitações de ocupação de espaço na mesma
que actualmente já começam a ser insuficientes. Vamos dar a continuidade possível.

É complicado gerir uma freguesia extensa mas com pouca população? Muito sinceramente acho que complicado é, independentemente se é ou não extensa e se a população é muita ou pouca. Claro que, como é evidente, quanto maior for a área e a população acrescem as dificuldades. Hoje em dia, e cada
vez mais, e ainda bem que assim é, as pessoas reivindicam obras aos executivos, sinal que ainda há muito para fazer. A nossa freguesia à semelhança de muitas outras, para não dizer a maioria, é uma freguesia com poucos recursos, quer financeiros quer humanos. Qualquer obra que queiramos fazer,
estamos muito dependentes da Câmara. Quem vier a seguir, neste ponto terá a vida ligeiramente facilitada, fruto do trabalho deste executivo.

Não sente a sua freguesia preterida nos grandes investimentos realizados pela câmara no fundo do concelho em favor de Escariz e Fermedo? O que acho é que as oportunidades por vezes surgem e devem ser aproveitadas seja por quem quer que seja. Há que as agarrar no momento certo, ou pelo menos fazer por isso, sob pena de as perder, porque lamentar não leva a nada. Posso estar errado na minha maneira de pensar, mas desprezada ou rejeitada muito sinceramente acho que não, não vejo as
coisas nesse prisma. Temos de ser realistas e dar o mérito a quem o merece.

Faleceu recentemente António Cândido Silva, antigo autarca de SM Mato. Qual foi o principal legado que deixou na freguesia? Correndo o risco de não corresponder à realidade, que seja do meu conhecimento, o principal legado que deixou na freguesia o meu amigo, uma das principais pessoas
responsável pela minha candidatura, foi o empenho dedicado para a concretização do negócio da aquisição do terreno para ampliação do agora estádio da Portelada. Uma outra obra de relevo executada no seu mandato foi a conclusão da sede da junta de freguesia.

Tem um estilo de liderança bastante discreto. É uma mais-valia na sua governação ou tem sido prejudicado por essa postura? Muito sinceramente penso que nem uma coisa nem outra. É a minha maneira de ser como pessoa e não é por exercer um cargo político que vou mudar, simplesmente sou assim, sinto-me bem assim e espero assim continuar.

O clima de grande crispação política que São Miguel do Mato viveu em tempos está mais desanuviado? Creio que sim. Muitas vezes basta apenas uma mudança. Hoje em dia as pessoas
começam a ver que tais climas não ajudam em nada no desenvolvimento da freguesia e que a mesma só sai prejudicada fruto de tais crispações.

O 'Mosteirô' tem sido o grande embaixador da freguesia. A Junta apoia devidamente o clube desportivo? Faz parte deste executivo o colega e amigo Rui Rocha [secretário da junta e simultaneamente presidente do clube]. Se esta questão fosse dirigida a ele poderia a resposta ser diferente. Como foi a mim, o que tenho a dizer é que, "devidamente", como me questiona, com certeza
que não, como não apoiamos igualmente como queríamos, outras associações da freguesia: Rancho Folclórico "As Lavradeiras de Mosteirô", Centro Social Fermedo/Escariz e Mato, Grupo Etnográfico Danças e Cantares de Fermedo e Mato e Grupo Desportivo Cruz das Eiras, o que lamentamos, mas temos as nossas limitações.

Quais são as principais críticas que faz à presidência de Margarida Belém? Tenho um bom relacionamento com todo pessoal, sem excepção, da Câmara Municipal. A presidente tem que fazer tal e qual os executivos das juntas de freguesias... opções. Nunca são certas nem erradas para toda a gente. Cada um tem a sua maneira própria de ver as coisas e cada um de nós tem o dever de, pelo menos, tentar fazer o que é preciso fazer para bem da comunidade, independentemente da cor política.

Também partilha da opinião dos vereadores do PSD [Fernando Mendes e Vítor Carvalho] de que a CMA aposta mais nos turistas do que nos residentes? Num cenário mais restrito de ver as coisas, é diferente de ver numa óptica mais abrangente. Decisões tomadas, prioridades dadas, opções tomadas em determinados momentos, poderiam ser diferentes ou iguais noutros contextos.

Qual foi o seu sentido de voto nas GOP e Orçamento da CMA? Quais as principais críticas que
aqueles documentos lhe suscitam?
O meu sentido de voto nas GOP e orçamento da CMA foi a abstenção. Em relação à segunda parte da questão, não me envergonho de o dizer, que não tive oportunidade de analisar os documentos em questão e por isso segui o sentido de voto dos colegas partidários em quem tenho plena confiança e que os analisaram.

Acredita que o PSD pode voltar ao governo da Câmara em 2021? Qual é o perfil do candidato à CMA ganhador? Porque não? Acreditar, acredito. Nesta altura do campeonato ainda desconheço quem vai ser. Se se refere a Fernando Mendes, tenho a dizer que para mim é uma pessoa com quem me identifico, daí achar que sim, tem perfil ganhador, já demonstrado quer na sua vida profissional, quer como autarca. Aproveito para dizer que gostava de ter tido oportunidade de trabalhar com ele.

Vai recandidatar-se em 2021? Há cerca de doze anos e meio atrás, após ter sido secretário da junta durante dois mandatos consecutivos, prometi a mim mesmo que nunca mais iria meter-me na política. No entanto, passados oito anos, lá fui eu novamente e ainda cá estou. Quantas e quantas vezes, mesmo sem querer, cada um de nós se depara sem dar conta, em contradições nas nossas vidas. Muito
sinceramente, gostaria que isso comigo, e em relação ao tema, não voltasse a acontecer. Chegou o momento de ficar por aqui. JCS 2020-04-27

 
Arouca

Domingo, 07 de Junho de 2020

Actual
Temp: 14º
Vento: W a 2 km/h
Precip: 0.1 mm
Nublado
Seg
T 19º
V 3 km/h
Ter
T 21º
V 0 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Ninguém, no governo actual, está a fazer um favor a Arouca mas sim a fazer-se justiça a um concelho, a um povo"

Pedro Nuno Santos, ministro das Infraestruturas, durante a consignação da estrada Escariz / A32

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 17 visitantes online