SOCIEDADE
 
MP arquiva inquérito à Câmara por adjudicação de pavimentação de estrada
 
Não foram apurados indícios criminais no ajuste directo a empresa de construção
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O Ministério Público (MP) determinou o arquivamento do inquérito sobre o ajuste directo da Câmara Municipal relativo à "Empreitada de pavimentação da estrada de Chão de Ave a Provizende - Troço Quintela/Chão de Ave", obra adjudicada à empresa Construções Carlos Pinho, Lda., "por falta de indícios da prática de qualquer ilícito criminal".
O gabinete de comunicação da autarquia fez também chegar à redacção do RODA VIVA uma declaração de Margarida Belém, presidente da autarquia e que era visada na investigação: «É com natural satisfação que vejo concluído este processo, que surgiu na sequência de uma denúncia anónima, e no qual se procurou colocar em causa a minha idoneidade e seriedade na governação do Município. Conforme ficou claro, o que esteve em causa aqui foi a salvaguarda do interesse dos munícipes, com a realização contínua das obras de beneficiação da estrada Provizende/Quintela - troço Quintela-Chão de Ave, sem acréscimo de custos e com o menor incómodo possível para os residentes e transeuntes daquele troço rodoviário». 2020-02-10


NOTÍCIA RELACIONADA: aqui
 
Arouca

Quinta, 02 de Abril de 2020

Actual
Temp: 14º
Vento: ENE a 3 km/h
Precip: 0 mm
Pouco Nublado
Sex
T 16º
V 3 km/h
Sáb
T 16º
V 8 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Vivemos tempos difíceis, que exigem, de todos nós, resiliência e união"

Elisa Pinho, docente do Agrupamento de Escolas de Escariz, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 37 visitantes online