ASSOCIATIVISMO
 
'Círculo' entrou no 5.º ano de actividade com recital de Violino e Piano
 
A actividade da agremiação divide-se por conferências, tertúlias, jornadas e recitais
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
No passado dia 18 de Janeiro o Círculo Cultura e Democracia comemorou o 4.º aniversário da sua formação com um recital de Violino e Piano que decorreu na Biblioteca D. Domingos de Pinho Brandão, no Mosteiro de Arouca. Foram executantes a violinista Matilde Loureiro e o pianista Jun Bouterey-Ishido. Matilde Loureiro formou-se na Escola de Música do Conservatório Nacional e concluiu a licenciatura, com distinção, no Conservatório de Amesterdão. Jun Bouterey-Ishido, de nacionalidade neozelandesa, licenciou-se pela Universidade de Canterbury e frequentou a Liszt Academy em Budapeste e a Escola Superior de Estugarda onde completou o mestrado e o Konzertexam com distinção. Os dois artistas têm atuado em vários países da Europa, América do Sul e também na distante Nova Zelândia. Foram igualmente galardoados com importantes prémios de interpretação.
O recital iniciou-se com sonatas para piano solo de Domenico Scarlatti, seguindo-se a sonata op. 30, n.º 1 para violino e piano de Beethoven. Depois de um pequeno intervalo, Matilde Loureiro executou uma obra para violino solo de George Enescu, tendo o recital terminado com a sonata n.º 3 op. 108 para violino e piano de Brahms. Antes da execução de cada obra foi feita, por Matilde Loureiro, a contextualização da sua génese. Se nas obras a solo os artistas demonstraram segurança, domínio técnico e mesmo virtuosismo, no caso da obra de Enescu, nas obras para violino e piano, para além das referidas qualidades, foi visível a ligação e ajustamento entre os dois instrumentos, muito visível na exaltante sonata de Brahms com que terminou o recital. O público, sensível ao entusiasmo posto na execução desta última obra, aplaudiu calorosamente.
Parte substantiva do público que assistiu ao recital dirigiu-se, em seguida, para o Hotel S. Pedro onde, na companhia de mais amigos e associados, decorreu o jantar comemorativo do 4.º aniversário do Círculo, num ambiente descontraído de amizade e confraternização. Adriano Lhamas, enquanto presidente, falou do trabalho realizado e a realizar, sublinhando o desejo de conquistar os mais jovens. Num momento de generosidade e simpatia, a família de Almerinda Teixeira, associada do CCD recentemente falecida, ofereceu a todos os presentes exemplares da sua obra poética. De referir que Almerinda Teixeira era avó da violinista Matilde Loureiro a quem esta dedicou o recital.
Com esta comemoração entra o Círculo Cultura e Democracia no seu 5.º ano de vida. A sua actividade dividida por conferências, tertúlias, jornadas e recitais, abarca temas que vão da cultura e sociedade à economia, território e ciência, procurando, numa colaboração com as escolas e outros organismos, um maior envolvimento e sensibilização das pessoas para questões relevantes do mundo em que vivemos, prosseguindo no presente ano com iniciativas de significativo interesse e relevante actualidade. 2020-02-01 CCD
 
Arouca

Segunda, 10 de Agosto de 2020

Actual
Temp: 20º
Vento: SSE a 0 km/h
Precip: 0 mm
Nublado
Ter
T 26º
V 2 km/h
Qua
T 25º
V 2 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
 
A Frase...

"Acredito sinceramente que o PSD pode ganhar as eleições autárquicas do próximo ano"

Rui Vilar, líder do PSD Arouca, na tomada de posse da CP do partido

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 13 visitantes online