POLÍTICA LOCAL
 
«Não podemos ter ilusões, a desertificação vai continuar a acontecer»
 
Albergaria da Serra
ENTREVISTA | Alberto Nunes, o autarca da Serra da Freita
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Alberto Tavares Nunes, 51 anos, trabalhador independente, lidera a União de Freguesias de
Cabreiros e Albergaria da Serra. É a segunda freguesia com menor número de eleitores (276)
só ultrapassada por 'Covelo e Janarde' que ocupa a lanterna vermelha no município. No espaço
de dois anos, a freguesia serrana perdeu quase duas dezenas de habitantes.
O autarca lamenta algum "esquecimento" da autarquia para com a sua freguesia e afirma que o
facto de ser da mesma cor partidária não lhe tem trazido quaisquer benefícios, pelo contrário.
Lembrou ainda importância da Serra da Freita, situada no seu território, na dinamização turística do concelho, mas não tem recolhido grande benefícios dessa atracção.

Porque se absteve na votação das GOP e Orçamento camarário?
A minha abstenção deveu-se à falta de soluções, quer para a minha freguesia, como para parte das outras.

Sendo a sua freguesia da cor partidária da autarquia, sente alguma injustiça pela falta de solidariedade da CMA para com a sua Junta?
Eu não espero quaisquer regalias em relação às outras freguesias pela minha cor política, mas cada vez fico mais convencido que até sou penalizado por esse motivo. Em relação à injustiça ou falta de solidariedade, não me sinto prejudicado e muito menos revoltado, porque cabe a cada um fazer o
papel (bem ou mal) para que foi eleito, mas ao mesmo tempo sinto alguma revolta porque os eleitos do PS são muitas vezes apontados como beneficiados e não se passa nada disso, muito pelo
contrário.

Mas está desiludido com a presidente da Câmara?
Não, de maneira nenhuma. Cada um faz as opções que acha melhor.

Estamos a pouco mais de meio mandato cumprido, que projectos já concretizou que faziam parte
do seu programa eleitoral?

Todos nós sabemos que as Juntas de Freguesia, comparadas com a minha, não têm os recursos financeiros para realizar grandes projectos sem o apoio municipal, restando fazer alguns
alargamentos e manutenção de caminhos e estradas já existentes.

Quais as obras que pretende ainda realizar até às eleições autárquicas?
Existem várias, mas as que mais gostaria de realizar são o alargamento e restauração da estrada que faz a ligação entre as duas ex-freguesias de Cabreiros e Albergaria da Serra, agora União de Freguesias, assim como o parque para estacionamento automóvel na praia fluvial em Albergaria da Serra.

A sua Junta é das menos populosas do concelho. A sua desertificação acelerada é inevitável ou
ainda se poderá estancar a sangria?

Não podemos ter ilusões, a desertificação vai continuar a acontecer sem dúvida nenhuma, mas é possível atenuar com algumas medidas, nomeadamente criando condições de acessibilidades, mas também não se pode culpar este executivo, porque é um problema que já vem de há décadas.

As freguesia que gere são das mais procuradas e apreciadas pelos forasteiros, sobretudo durante a época de veraneio. O que falta para as tornar ainda mais aprazíveis?
Sem duvida nenhuma que é uma das mais procuradas. Nem a maioria dos arouquenses tem a noção da procura, nomeadamente em Albergaria da Serra. Quanto a medidas para a tornar ainda mais procurada, são várias: mas uma salta logo à vista, que é a organização e falta de estacionamento na praia fluvial, e neste caso não é por falta de terreno.

A Serra da Freita e as suas potencialidades fazem parte dos ex-libris do Município. A CMA tem apoiado convenientemente o desenvolvimento das freguesias serranas?
Que a Serra da Freita continua a ser o cartão de apresentação do Município e que as freguesias ditas serranas não têm grande poder eleitoral, todos nós sabemos... mas continuam a ser freguesias e para quem entender, está tudo dito...

Quais são as principais reclamações que os seus fregueses lhe fazem?
Os meus fregueses reclamam legitimamente várias obras, mas sem especificar nenhuma, apenas queria as mesmas condições dadas a outras freguesias, e isso nem sempre se reflecte.

Qual o momento mais gratificante que viveu enquanto autarca?
Foi sem dúvida a realização de algumas condições de apoio na Praia Fluvial em Albergaria da Serra, executadas pela Junta de Freguesia, assim como o reconhecimento diário da parte da população de um serviço positivamente prestado.

E o mais triste?
Felizmente não tive nenhum momento triste, mas alguma mágoa em certas intenções de obras não realizadas.

Vai recandidatar-se a novo mandato em Outubro de 2021?
Para ser sincero já me senti muito mais motivado, mas o futuro a Deus pertence. 2020-02-01 JCS

 
Arouca

Quinta, 02 de Abril de 2020

Actual
Temp: 14º
Vento: ENE a 3 km/h
Precip: 0 mm
Pouco Nublado
Sex
T 16º
V 3 km/h
Sáb
T 16º
V 8 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Vivemos tempos difíceis, que exigem, de todos nós, resiliência e união"

Elisa Pinho, docente do Agrupamento de Escolas de Escariz, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 32 visitantes online