SOCIEDADE
 
Promover a saúde mental em contexto escolar
 
José Rosa, director do CFP AVCOA
Decorreram recentemente no Agrupamento de Escolas de Arouca dois níveis de formação
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
A doença mental é um problema que precisa de ser prevenido e precocemente detectado. As perturbações atingem os adultos mas também muitas crianças e adolescentes que frequentam as escolas portuguesas. Aliás, um problema com implicações no sucesso escolar, crescente e transversal a muitos países que motivou na sociedade portuguesa o recurso a estratégias preventivas nas escolas. A formação e a implementação de medidas têm estado em curso nas escolas do município de Arouca, no âmbito do projecto "Eutimia - Aliança Europeia Contra a Depressão em Portugal", através da difusão do projecto WhySchool, incluído no Plano Integrado e Inovador de Combate ao Insucesso Escolar (PIICIE). Dezassete municípios da Área Metropolitana do Porto, em articulação com os centros de formação de professores e as escolas têm levado à prática iniciativas de formação dirigidas a educadores e professores que lidam diariamente e durante muitas horas com crianças e jovens, dentro e fora das salas de aula. Em articulação com o Centro de Formação de Professores AVCOA decorreram recentemente no Agrupamento de Escolas de Arouca dois níveis de formação. Um primeiro nível dirigido à formação inicial de professores para o desenvolvimento de conhecimentos e competências necessárias à perceção e sinalização de casos que requeiram intervenção escolar ou especializada, num conjunto integrado de módulos de formação que foram conduzidos pelo psicólogo Pedro Miguel Ferreira, em serviço na autarquia e no AE Arouca, e pela psicóloga Inês Rodes, profissional do projecto Eutímia. Recentemente, concluiu-se um segundo nível de formação em que docentes do agrupamento multiplicaram entre os seus pares as aprendizagens realizadas na formação inicial.

Em nome das boas práticas

O desenvolvimento da criança e do adolescente, a clarificação dos conceitos de perturbação e doença mental, as patologias psiquiátricas nos jovens, depressão, neuroses, psicoses e esquizofrenia, comportamentos suicidários e autolesivos, bullying, as questões do estigma e da confidencialidade, as boas práticas de intervenção e tratamento, a comunicação e a promoção de estilos de vida saudável preencheram as jornadas formativas que foram frequentadas por cerca de três dezenas de docentes. Fortalecimento de competências profissionais para melhor responder os novos desafios e problemáticas emergentes no contexto escolar. Crianças saudáveis, melhor sucesso escolar. O combate ao estigma e ao preconceito está patente na referida escola arouquense, ao posicionar, na escola-sede, em local discreto mas central, bem próximo do percurso de discentes e docentes, os serviços permanentes de apoio e orientação psicológica que contam nesta altura com três profissionais para as dez escolas que integram o agrupamento. MMS 2019-12-07
 
Arouca

Quarta, 29 de Janeiro de 2020

Actual
Temp: 13º
Vento: SW a 5 km/h
Precip: 0.2 mm
Chuva
Qui
T 12º
V 5 km/h
Sex
T 15º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
 
A Frase...

"A minha abstenção nas GOP e Orçamento deveu-se à falta de soluções para a minha freguesia"

Alberto Nunes, autarca de Albergaria e Cabreiros, em entrevista ao RV

PUB.
EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 35 visitantes online