SOCIEDADE
 
Jornadas da Floresta prosseguem até 27 de Abril
 
Palestra de António Louro
As sessões de 30 de Março e 13 de Abril decorrem na Biblioteca Municipal de Arouca
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Convidado a abordar os desafios e as respostas a dar, António Louro, vice-presidente da Câmara, partilhou, a 30 de Março, a experiência de Mação, que desde há mais de 15 anos entendeu dar prioridade à floresta.
A especialidade e inovação do trabalho ali desenvolvido, designadamente no âmbito da protecção e defesa contra incêndios, que tem sido elogiado e replicado, ainda é insuficiente. Num território de onde desapareceu o pequeno agricultor, que outrora cuidava da floresta, e os filhos do agricultor, herdeiros de microparcelas, estão ausentes, a floresta alastrou e a paisagem tornou-se insustentável. Foi assim que em 2017 os grandes incêndios voltaram a fustigar Mação.
É necessário encontrar novos instrumentos de gestão, com respeito pela propriedade privada, mas viabilizando a gestão conjunta das propriedades, como forma de ganhar escala para projetos capazes de promover efectivamente um território vivo, multifuncional, rentável e menos vulnerável às alterações climáticas. Mação já o havia percebido e a constituição de ZIFs - "condomínios de proprietários florestais" - foi o primeiro passo dado nesse sentido. A adopção de modelos de gestão agrupada e a viabilização financeira do processo, revelam-se essenciais, mas carecem de um impulso inequívoco do estado.
A 13 de Abril, foi a coordenadora da área florestal da Agroges a orientar uma sessão dedicada aos "Meios a mobilizar - custos e financiamento".
Nélia Aires incidiu com detalhe na análise e elaboração de planos de gestão e projectos florestais, bem como nos principais instrumentos de apoio ao investimento disponíveis. Houve ainda lugar à partilha de dados relacionados com a rentabilidade da actividade em função das principais espécies florestais e discussão sobre a revisão (em curso) da PAC, enquanto oportunidade para o sector florestal, numa sessão marcada por grande interacção com os participantes (técnicos, proprietários e curiosos). 2019-04-18


Jornadas da Floresta 2019
Arouca: A Floresta e o Futuro

programa em falta:

27 de Abril

9h30 | Workshop 4. "Floresta: gestão individual ou colectiva?"
Américo Mendes
Universidade Católica Portuguesa / Associação Florestal do Vale do Sousa
Sessão pública
Loja Interactiva de Turismo de Arouca

15h00 | Arouca: a Floresta e o Futuro
Súmula das Jornadas Juniores da Floresta
O emprego na actividade económica florestal em Arouca - resultados preliminares do estudo

16h00 | A floresta de que precisamos - Painel final
Formadores e representantes dos participantes dos workshops.
Moderação: Victor Louro (eng.º silvicultor)

18h00 | Encerramento
com Margarida Belém, presidente da Câmara Municipal de Arouca, Adriano Lhamas, Círculo Cultura e Democracia, e Luís Maia, Associação Florestal de Entre Douro e Vouga

 
Arouca

Quarta, 23 de Outubro de 2019

Actual
Temp: 9º
Vento: NNW a 2 km/h
Precip: 0 mm
Nublado
Qui
T 15º
V 3 km/h
Sex
T 17º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
 
A Frase...

"Espero que os pais dos atletas sejam exemplos de 'fair-play' dentro e fora do campo"

Pedro Cirne, presidente da UD Fermedo, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 25 visitantes online