SOCIEDADE
 
Jornadas da Floresta prosseguem até 27 de Abril
 
Palestra de António Louro
As sessões de 30 de Março e 13 de Abril decorrem na Biblioteca Municipal de Arouca
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Convidado a abordar os desafios e as respostas a dar, António Louro, vice-presidente da Câmara, partilhou, a 30 de Março, a experiência de Mação, que desde há mais de 15 anos entendeu dar prioridade à floresta.
A especialidade e inovação do trabalho ali desenvolvido, designadamente no âmbito da protecção e defesa contra incêndios, que tem sido elogiado e replicado, ainda é insuficiente. Num território de onde desapareceu o pequeno agricultor, que outrora cuidava da floresta, e os filhos do agricultor, herdeiros de microparcelas, estão ausentes, a floresta alastrou e a paisagem tornou-se insustentável. Foi assim que em 2017 os grandes incêndios voltaram a fustigar Mação.
É necessário encontrar novos instrumentos de gestão, com respeito pela propriedade privada, mas viabilizando a gestão conjunta das propriedades, como forma de ganhar escala para projetos capazes de promover efectivamente um território vivo, multifuncional, rentável e menos vulnerável às alterações climáticas. Mação já o havia percebido e a constituição de ZIFs - "condomínios de proprietários florestais" - foi o primeiro passo dado nesse sentido. A adopção de modelos de gestão agrupada e a viabilização financeira do processo, revelam-se essenciais, mas carecem de um impulso inequívoco do estado.
A 13 de Abril, foi a coordenadora da área florestal da Agroges a orientar uma sessão dedicada aos "Meios a mobilizar - custos e financiamento".
Nélia Aires incidiu com detalhe na análise e elaboração de planos de gestão e projectos florestais, bem como nos principais instrumentos de apoio ao investimento disponíveis. Houve ainda lugar à partilha de dados relacionados com a rentabilidade da actividade em função das principais espécies florestais e discussão sobre a revisão (em curso) da PAC, enquanto oportunidade para o sector florestal, numa sessão marcada por grande interacção com os participantes (técnicos, proprietários e curiosos). 2019-04-18


Jornadas da Floresta 2019
Arouca: A Floresta e o Futuro

programa em falta:

27 de Abril

9h30 | Workshop 4. "Floresta: gestão individual ou colectiva?"
Américo Mendes
Universidade Católica Portuguesa / Associação Florestal do Vale do Sousa
Sessão pública
Loja Interactiva de Turismo de Arouca

15h00 | Arouca: a Floresta e o Futuro
Súmula das Jornadas Juniores da Floresta
O emprego na actividade económica florestal em Arouca - resultados preliminares do estudo

16h00 | A floresta de que precisamos - Painel final
Formadores e representantes dos participantes dos workshops.
Moderação: Victor Louro (eng.º silvicultor)

18h00 | Encerramento
com Margarida Belém, presidente da Câmara Municipal de Arouca, Adriano Lhamas, Círculo Cultura e Democracia, e Luís Maia, Associação Florestal de Entre Douro e Vouga

 
Arouca

Segunda, 22 de Julho de 2019

Actual
Temp: 32º
Vento: WSW a 3 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Ter
T 26º
V 2 km/h
Qua
T 28º
V 2 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
A providência cautelar interposta pela Lista A às eleições do FCA vai ter como desfecho o...
 
 
A Frase...

"Mansores está em contra-ciclo, no próximo ano lectivo vamos abrir duas salas de ensino pré-escolar com quarenta crianças"

Jorge Oliveira, presidente da JF Mansores, em declarações ao RV

PUB.
EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 41 visitantes online