POLÍTICA LOCAL
 
«Somos desafiados a criar condições para atrair mais e melhor investimento»
 
Autarca José Albino na sede da JF Escariz
ENTREVISTA | José Albino Oliveira, autarca da freguesia de Escariz
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Depois de uma longa experiência como membro da Assembleia de Freguesia de Escariz, José Albino Oliveira foi eleito com maioria absoluta presidente da Junta de Freguesia nas ‘autárquicas' de 2017. Na década de 90 foi um dos fundadores e coordenador de uma organização juvenil, informal, denominada Juv.E (juventude de Escariz) «actuávamos na organização de eventos e dinamização das áreas desportiva e cultural da freguesia»; foi árbitro de futebol durante 16 anos, os últimos dez como árbitro assistente da I Liga; monitor da FPF, dava formação a árbitros no activo e era formador nos cursos de candidatos a árbitro, e fez ainda parte da Comissão de Apoio Técnico para a arbitragem do Futsal da AFA. Com um discurso sereno mas afirmativo, José Albino Oliveira espera deixar a sua marca na freguesia de berço, à semelhança dos seus antecessores no cargo, Albino Oliveira e
Fernanda Oliveira.

Como está a correr esta primeira experiência enquanto presidente da Junta de Freguesia?
A experiência como presidente está a correr bem, após um ano de exercício sinto que estou perfeitamente adaptado à função.

Foi difícil substituir a anterior presidente, Fernanda Oliveira?
Fernanda Oliveira, como presidente da Junta, deu continuidade ao excelente trabalho quem vem sendo
desenvolvido pela autarquia de Escariz nos últimos 24 anos, obviamente, suceder a Fernanda, ou melhor, ser presidente da Junta de Freguesia de Escariz é uma tarefa difícil, que requer um grande comprometimento com a causa.

Que balanço faz do primeiro ano de mandato?
O balanço que faço do primeiro ano de gestão é positivo. Apesar de teremos tido um início de mandato
bastante complicado, com o incêndio de Outubro de 2017, fomos capazes de concretizar um número bastante significativo de medidas apresentadas no nosso programa eleitoral e realizamos, ainda, um conjunto de intervenções não previstas no referido programa.

A freguesia de Escariz ainda é olhada pelo outros autarcas como uma das privilegiadas da Câmara... Ainda sente essa herança que lhe foi colocada nos últimos anos?
A respeito da forma como Escariz é olhada por outros autarcas... sinto que Câmara não tem um tratamento diferenciado com as Juntas das Freguesias. O executivo camarário, em colaboração com as diferentes Juntas, concede as mesmas oportunidades a todas, no entanto, considero que Escariz é de facto uma freguesia privilegiada pelo motivo de nas duas últimas décadas e meia ter sido gerida por autarcas que foram capazes de delinear e executar uma estratégia de desenvolvimento do seu território, cujo resultado está à vista de todos.

Juntamente com Alvarenga e Arouca, Escariz é a terceira centralidade do concelho. Tem sentido os efeitos positivos desse estatuto?
Sinto que a centralidade facilita a captação de investimento, gerando mais emprego o que contribui para a fixação da população.

Que obras ainda espera concretizar até ao final do mandato?
O principal objectivo do executivo é executar o programa que apresentou no acto eleitoral de Outubro de
2017. Simultaneamente à execução do referido programa, temos outras pretensões, que passam pela conservação e requalificação do nosso património e pelo lançamento das bases para a concretização de algumas obras estruturantes.

O desporto tem sido uma das suas apostas. Que projectos pensa ainda levar a cabo nesta área?
Como sabe, tenho um percurso de vida ligado ao desporto e reconheço a mais-valia que a prática de exercício físico tem na qualidade de vida das pessoas e, assim sendo, uma das apostas da nossa Junta de Freguesia é promover um conjunto de iniciativas que influenciem e incentivem a população a praticar actividades físicas.

Albino Oliveira e Fernanda Oliveira, são duas figuras emblemáticas da freguesia de Escariz. Procura aconselhar-se junto deles?
São de facto duas figuras emblemáticas da freguesia de Escariz, que revelaram, na gestão autárquica, ser empreendedores e competentes. Sempre que sentir a necessidade de me aconselhar não terei qualquer problema em fazê-lo junto deles.

O facto de ter sido árbitro auxiliar de futebol de primeiro escalão do futebol nacional, ajuda-o na
gestão de conflitos no executivo?

Sim. Um árbitro de futebol é um gestor de conflitos e emoções e a experiência que adquiri no exercício da arbitragem tornou-me mais capaz para enfrentar esse tipo de situações, mas, felizmente, enquanto autarca não tenho sido confrontado com muitos episódios de conflito.

O que lhe dá mais prazer enquanto autarca?
Trabalhar no sentido de proporcionar à população de Escariz uma melhor qualidade de vida, com a execução das obras de proximidade, com as iniciativas na área do desporto e lazer, com as acções educativas destinadas aos mais jovens e tantas outras actividades que irão surgir no futuro.

Qual o orçamento da Junta para 2019 e as principais áreas de intervenção?
Ainda estamos a trabalhar a proposta de orçamento para 2019, na qual prevemos ter uma receita na ordem dos cem mil euros. Como principais áreas de acção, elegemos as obras de proximidade, mais concretamente, arruamentos e obras complementares, conservação e requalificação de espaços públicos; a dinamização da área socio-cultural, dando continuidade às iniciativas realizadas em 2018 e com a promoção de novas acções.

A Junta apoia o movimento associativo da freguesia?
O movimento associativo desempenha um papel muito importante no desenvolvimento social da freguesia
e, por esse motivo, a actual Junta tem demonstrado desde o primeiro dia total abertura para apoiar e colaborar com as diferentes associações da freguesia, tendo inclusive, realizado em parceria com as associações e organizações informais um conjunto de iniciativas. Dou como exemplo o evento "Há Festa no Parque" que promoveu as actividades das associações, o primeiro "Festival da Concertina" e outros...

O investimento industrial privado na freguesia tem correspondido às expectativas?
O investimento industrial privado já superou as expectativas, colocando à Junta e à CMA o desafio de criar condições para atrair mais e melhor investimento.

Escariz tem conseguido fixar os seu jovens?
Em Escariz estão reunidas as condições para fixar os jovens. A nossa posição geográfica, estamos relativamente perto de grandes centros urbanos; no domínio da educação é possível concluir todo o ensino básico e secundário sem sair da freguesia; existe oferta de emprego; uma zona habitacional promovida pela CMA com custos controlados; as piscinas e o ginásio oferecem condições para a prática de exercício físico; temos uma Unidade de Saúde Familiar; o Centro Social possui valências nas áreas de centro de dia, apoio domiciliário e creche... todas estas condições que estão a contribuir efectivamente para a fixação dos jovens da nossa freguesia e para atrair pessoas de freguesias e concelhos vizinhos.

A voz da oposição, através de propostas, faz-se ouvir na gestão da freguesia?
A oposição, até ao presente momento, não tem apresentado muitas propostas deixando-nos o sentimento que estamos a executar um trabalho válido. Um pouco à margem da sua questão, aproveito a oportunidade para enaltecer o bom relacionamento existente entre a Junta e a Assembleia, incluindo a oposição.

Qual a imagem que gostaria que os seus fregueses guardassem de si enquanto autarca?
A imagem de um autarca que desempenhou as suas funções com dedicação, competência e discrição.

As suas ambições políticas limitam-se apenas a Escariz ou gostaria de seguir um dia os passos dos seus antecessores na vereação da CMA?
Os meus antecessores, à frente dos destinos da Junta de Freguesia, demonstraram serem gestores capazes e competentes, sendo naturalmente eleitos para a vereação da Câmara. Respondendo à sua questão, as minhas ambições resumem-se a cumprir o mandato para que fui eleito realizando um trabalho válido.

Vai recandidatar-se nas eleições de 2021?
A três anos do fim do mandato, considero que é ainda muito cedo para falar sobre uma eventual recandidatura. 2018-12-30 JCS

 
Arouca

Terça, 18 de Junho de 2019

Actual
Temp: 12º
Vento: SE a 3 km/h
Precip: 0 mm
Muito Nublado
Qua
T 20º
V 5 km/h
Qui
T 19º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
INQUÉRITO
Vai participar no programa "A História de um Convento" que decorre em Arouca de 12 a 21 de Julho?
 
 
A Frase...

"É fundamental organizar o espaço, pensar o palco da vida individual e comunitária"

Sérgio Costa, jovem arquitecto arouquense galardoado com prémio da Universidade do Porto, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 39 visitantes online