POLÍTICA LOCAL
 
«Não discrimino nenhuma das antigas freguesias»
 
Ângelo Miranda no edifício da Junta
ENTREVISTA | Ângelo Miranda subiu para presidente da União Arouca-Burgo
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Ângelo Manuel Duarte Silva Miranda, 60 anos, empresário, casado, um filho, lidera a maior freguesia do concelho, a União de Freguesias Arouca-Burgo. Figura popular e bairrista, está a exercer pela primeira vez um lugar de destaque na política local.
Depois de um mandato na oposição como nº 1 (2009/2013), integrou no anterior mandato (2013/2017), já liderado pelo PSD, o executivo no cargo de secretário. Foi ainda dirigente do Futebol Clube de Arouca, dos Bombeiros Voluntários de Arouca e do Centro Juvenil Salesiano.
Actualmente faz parte da Assembleia Geral da Casa do Benfica em Arouca, do Conselho Municipal de Segurança e do Conselho Geral do Agrupamento de Escolas de Arouca.
Decorrido o primeiro ano do mandato autárquico, Ângelo Miranda respondeu com objectividade às questões colocadas pelo RODA VIVA em entrevista.

Que balanço faz do primeiro ano à frente dos destinos da União de Freguesias de Arouca e Burgo?
Considero este ano positivo. Conseguimos intervir no cemitério do Burgo, nunca descurando a sua limpeza. A nível de obras erguemos e restauramos muros, nomeadamente no Sardoal e Marelha, recuperámos um caminho pedonal no lugar do Aido, colaborámos, em articulação com o proprietário e a Câmara, no caminho das Quintãs, realizámos algumas pequenas intervenções algumas das quais junto de habitações particulares, sempre com o propósito de facilitar o acesso às famílias. A nível social continuámos com a ginástica destinada à população sénior, frequentando cerca de 40 pessoas, actividade esta que tem sido um sucesso, pois as pessoas aderiram muito bem. Apoiámos algumas associações (A4, ADOA, Banda Musical de Figueiredo, Lions, Associação de Pais), cedendo espaços das instalações da Junta de Freguesia. Realizámos o tradicional passeio sénior a Fátima. Continuámos
com a oferta dos manuais escolares aos alunos das duas freguesias, desta vez alargado ao 6º ano e 3º escalão.

É complicado ser presidente do maior agrupamento de freguesias do concelho?
Sim, devido à dispersão, quantidade de população, grau de exigência das pessoas e a sua falta de calma. Mas a equipa com que trabalho contribui para que as coisas se tornem menos difíceis.

Quais são as suas principais dificuldades com que se depara no dia-a-dia?
É o facto de não conseguir atender a todas as pessoas, uma vez que as necessidades são muitas, contrariamente ao que se possa pensar. Muitas vezes sinto-me frustrado, por não conseguir satisfazer todos os pedidos para os quais sou solicitado.

Os outros presidentes de Junta dizem à "boca cheia" que a sua freguesia é a mais fácil de gerir porque está mais próxima da Câmara Municipal e é a "sala de visita" do concelho. Concorda com essa acusação?
Obviamente que não. Estamos perante uma União de Freguesias, Arouca e Burgo, sendo esta última
essencialmente rural, com imensas carências a nível de acessibilidade, infraestruturas, e apoio social, o
que exige maior proximidade. Arouca apesar de estar na tal "sala de visitas", também tem necessidades a nível de infra-estruturas nas zonas adjacentes. Existe uma área considerável na Vila que ainda não tem saneamento básico...

Depois de ser secretário, a presidência da freguesia deve dar mais "dores de cabeça"...
Claro que sim. Apesar de, na qualidade de secretário, estar muito envolvido nos assuntos da freguesia, as responsabilidades agora são superiores.

Que tipo de problemas é confrontado por parte dos munícipes?
Essencialmente limpezas, saneamento, água e carências sociais.

Considera que os presidentes de Junta têm poderes limitados?
Sim.

Que áreas deveriam ser transferidas?
As obras e as limpezas das vias públicas, mas com verba adequada.

Gosta de ser autarca?
Estou a gostar da experiência. Sinto-me bem junto das pessoas e sinto que lhes agrada o facto de eu ser uma pessoa disponível e simples.

Não considera a sua equipa um pouco envelhecida e com alguma falta de ambição?
Pelo contrário. Podemos não ser propriamente jovens em termos de idade, mas temos espírito jovem e de equipa.

Que projectos pretende levar a cabo até ao final do mandato?
A minha bandeira foi, é e será o saneamento e abastecimento de água em toda a freguesia. Também gostava de ver requalificadas as ruas Pedro Álvares Cabral e de Camões, bem como a estrada do lugar da Forcada. Pretendemos intervir no lugar de Romariz para resolver o problema de escoamento de águas pluviais.

Costuma ir ao Burgo? A população desta freguesia já assimilou a fusão com Arouca?
Vou ao Burgo praticamente todos os dias. Não discrimino nenhuma das antigas freguesias. Atendo qualquer pessoa, com o mesmo espírito e disponibilidade, independentemente ser de Arouca ou do Burgo. Uma parte da população ainda não aceitou o facto de se ter juntado a Arouca, uma vez que são muito bairristas.

As associações locais contam com a colaboração da Junta?
Sempre que possível, tentando gerir com rigor as verbas disponíveis, colaboramos com todas as associações.

O apoio à natalidade é para continuar? Vão haver novidades no próximo ano?
É nosso propósito continuar com este apoio, o que nos orgulha imenso. Só desejo que a população continue e crescer e que as futuras gerações contribuam para um mundo melhor.

Porque é que a maior e mais urbana freguesia do concelho ainda não tem a toponímia concluída?
Relativamente à vila a toponímia é da responsabilidade da CMA. No que concerne ao Burgo apresentamos o projecto à CMA, estando a aguardar apreciação e consequente decisão.

O orçamento para 2019 já está alinhavado? Quanto vai ser o seu montante e as principais áreas de intervenção?
Já está quase pronto a ser apresentado em Assembleia. Infelizmente o montante mantém-se igual ao ano anterior (150.000 euros), o que é manifestamente insuficiente para fazer face às obras, limpeza e apoio social.

A diferença de cor partidária da JF e da CMA tem criado ruído nas suas relações?
Até agora temos conseguido interagir com cordialidade e respeito mútuo.

Como se caracteriza o autarca Ângelo Miranda?
Penso que sou uma pessoa simples, humilde, popular e acima de tudo um homem honesto.

Vai recandidatar-se em 2021?
Ainda não pensei nisso. Não vivo obcecado pelo poder. Depois de cumprir este mandato, farei uma reflexão sobre o mesmo e depois decido. JCS

 
Arouca

Terça, 18 de Dezembro de 2018

Actual
Temp: 10º
Vento: SW a 3 km/h
Precip: 1.8 mm
Aguaceiros
Qua
T 11º
V 3 km/h
Qui
T 11º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Onde vai passar o 'reveillon' este ano?
 
 
A Frase...

"A AECA existe há 27 anos e sempre valorizou o colectivo em detrimento do individual"

Carlos Brandão, presidente da associação empresarial, na cerimónia de aniversário

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 43 visitantes online