SOCIEDADE
 
Prémio FAQtos contempla alunos de Arouca
 
Estudantes arouquenses na apresentação do seu trabalho
O projecto científico foi trabalhado na Oficina de Ciência da ESA
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Alunos de Arouca voltaram a destacar-se em mais um prestigiado concurso científico de âmbito nacional. Cláudia Correia, João Barbosa e João Garcia, alunos do 10º ano do Curso de Ciências e Tecnologias da Escola Secundária de Arouca obtiveram o segundo lugar no Prémio FAQtos 2018 que decorreu a 7 de Julho no Centro de Congressos do Instituto Superior Técnico, em Lisboa.
O Prémio FAQtos é uma iniciativa promovida pelo INOV-INESC e Instituto Superior Técnico, no âmbito do projecto português FAQtos, que tem como objectivo "contribuir para a formação de uma consciência colectiva em matéria de campos electromagnéticos oriundos de fontes de telecomunicações (banda das radiofrequências) e do seu impacto na sociedade, bem como potenciais efeitos na saúde e ambiente."
Os alunos arouquenses conquistaram o júri com o trabalho "EASY" no âmbito do tema "A Sociedade e as RF", tendo alcançado o segundo prémio no valor de 1000 euros.
O projecto científico, trabalhado na Oficina de Ciência da escola sob a orientação da docente de Física e Química, Marília Garcia, consistiu no desenvolvimento de um protótipo de um microscópio portátil, versátil de muito baixo custo e de elevada resolução, associado à tecnologia smartphone, que é umas das aplicações das radiofrequências (RF) com grande impacto na sociedade, possibilitando a análise, captura e transferência in situ imediata de microfotografias e de vídeos, com especial incidência na investigação científica, na educação e na agricultura, sectores em que foi testado (https://projecteasy2.wixsite.com/easy).
Ao concurso foram admitidos 59 projectos de 27 escolas do continente, regiões autónomas e São Tomé e Príncipe, envolvendo 204 alunos, 35 professores orientadores. Após superarem várias etapas de apreciação, dez projectos seleccionados foram avaliados por um júri final composto por Luís M. Correia (Coordenador FAQtos), Isaura Vieira (DGE, Ministério da Educação), Pedro Rosário (DGS, Ministério da Saúde), João Figueiredo (Altice), Carolino Monteiro (Faculdade de Farmácia, Universidade de Lisboa) e António Topa (IST, Universidade de Lisboa. O primeiro prémio foi atribuído ao projecto "Safe with RF" da Escola Secundária Francisco Franco (Funchal), o segundo ao projeto "Easy Team" da ES de Arouca, e o 3º ao projeto "Braille Teacher", da Escola Profissional Instituto de Educação Técnica (Lisboa). Já em 2014, a escola arouquense fora contemplada com o primeiro prémio, obtido por Liliana Soares e Bruno Brandão, do 12º ano. 2018-07-20 Manuel Matos Sousa
 
Arouca

Quinta, 18 de Outubro de 2018

Actual
Temp: 16º
Vento: N a 2 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Sex
T 20º
V 5 km/h
Sáb
T 20º
V 6 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Qual dos vereadores da oposição mais se destacou no primeiro ano de mandato?
 
 
A Frase...

"O orçamento para esta época ronda os 50 mil euros"

Júlio Moreira, presidente da UD Mansores, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 52 visitantes online