ECONOMIA
 
Empresa avícola de Arouca vai comercializar mais de um milhão de frangos por ano
 
Interior da 'granja avícola alpinho'
Fundada em 2008, a unidade agro-industrial ‘Alpinho’ posiciona-se no topo do mercado
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
No lugar de Gestosa, na freguesia de Escariz, a Alpinho (sociedade avícola dirigida por Albino Jorge Pinho) prepara-se para multiplicar por sete a sua capacidade produtiva: com um efectivo anual de 180.000 frangos, a partir de 2019 conta criar 1.300.000 aves destinadas a abate e exportação para Espanha e França.
«Somos a exploração com maior capacidade média, por pavilhão, em Portugal», adiantou ao RODA VIVA o proprietário, que fundou o aviário em 2008, inicialmente em Nabais, à conta de um investimento de 440 mil euros. Para o projecto que vai aumentar exponencialmente a sua empresa, com três naves usando «alta tecnologia, piso radiante aquecido, acesso remoto aos dados da produção, controlo de poeiras e facilidade de lavagens, mantendo a exploração com um efectivo de 214.000 frangos e seis ciclos por ano sem cheiros nas imediações», vão ser aplicados quase três milhões de euros.
No âmbito deste reforço de competitividade, a sociedade avícola arouquense foi recentemente distinguida (a 1 de Março) por boas práticas de gestão, na categoria 'novos projectos', com uma menção honrosa 'Prémio Nacional Agricultura', entregue pelo ministro Capoulas Santos.
Albino Jorge está orgulhoso da sua criação: «Temos das melhores estirpes de frangos a nível mundial, sem abdicarmos do cumprimento escrupuloso das normas de bem-estar animal, de higiene e desinfecção da exploração e isolamento sanitário». A unidade usa quase 40% de energia renovável e a charca (reservatório de água ao ar livre) prevê acesso de helicópteros em caso de necessidade no combate a incêndios. RV 2018-03-08
 
Arouca

Quarta, 23 de Maio de 2018

Actual
Temp: 14º
Vento: ESE a 2 km/h
Precip: 0 mm
Pouco Nublado
Qui
T 20º
V 3 km/h
Sex
T 17º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
A futura ponte pedonal suspensa dos Passadiços vai ser...
 
 
A Frase...

"Ainda há muitas pessoas que não têm a noção exacta da realidade do nosso Centro Social"

Elsa Martins, dirigente do Centro Social de Escariz, Fermedo e Mato, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 24 visitantes online