FUTEBOL
 
SAD abandonou o projecto, futebol do Alvarenga em risco
 
Algumas reuniões tentam ainda um derradeiro esforço para salvar o futuro numa competição distrital
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O futebol em Alvarenga poderá acabar, pelo menos durante a próxima época. Esta eventualidade ganha contornos cada vez mais realistas, seis épocas após a inédita formação de uma sociedade desportiva. Fundado em 1977, o clube de Alvarenga encetou um novo rumo estatutário, ao criar, em 21 de Dezembro de 2015, a primeira sociedade desportiva que o transformou em GDSC Alvarenga Futebol SAD. A visão de mercado aliou-se à vertente bairrista e a promoção e a colocação nacional e internacional de jovens futebolistas brasileiros estiveram inicialmente no cerne dos novos projectos. Desde então, a parceria entre a nova sociedade e a histórica associação de Alvarenga passou a ser uma realidade.

Um projecto com duas casas

Em 2020/2021, o projecto foi reorientado para o recrutamento de jogadores nacionais da região distrital. Para voar mais alto e fazer face às dificuldades de recrutamento, o Alvarenga tinha de procurar os valores que não encontrava nas proximidades. Nas duas últimas épocas, com um plantel recrutado fora dos limites do concelho, o GDSC Alvarenga Futebol SAD cumpriu e viveu, vitoriosamente, em duas casas: os treinos em Macinhata do Vouga e os jogos domésticos no Estádio Reinaldo Noronha.

Suspender o futebol ou recomeçar na 2ª distrital

Após duas épocas de sucesso que catapultaram o GDSC Alvarenga Futebol SAD do distrital de Aveiro até à primeira participação no Campeonato de Portugal e na Taça de Portugal, a descida de divisão ocorrida na temporada passada atirou a sociedade desportiva para a Divisão de Elite da AF Aveiro. O silêncio há muito mantido pela administração da SAD [não os representantes que sempre trabalharam de perto com a direcção do clube] não parecia ser bom prenúncio e o futuro do GDSC Alvarenga (associação) ficou em suspenso. O que se temia aconteceu e, segundo fonte do clube alvarenguense, a SAD abandonou o projecto, deixando o clube pendurado em duas alternativas: ou interromper a actividade do futebol ou ter de recomeçar tudo de novo, iniciando a competição na 2ª divisão distrital, o último escalão do futebol aveirense, já que o direito desportivo à participação na Divisão de Elite da AF Aveiro está vinculado ao GDSC Alvarenga Futebol SAD. Contactado por RODA VIVA, o presidente do GDSC Alvarenga (associação) das duas últimas épocas, Almerindo Costa, já se mostrara apreensivo com a hipótese de abandono definitivo da SAD relativamente ao projecto que envolveu o clube de Alvarenga.

Futuro difícil

As semanas foram passando e sem resposta da SAD, o clube alvarenguense vai sofrendo as ondas de choque provocadas pelo fim de um projecto que, em Dezembro, faria sete anos. Numa freguesia com pouco mais de mil habitantes, geograficamente distante e sem escalões de formação, as dificuldades acentuam-se. Fora do Campeonato de Elite da AF Aveiro (lugar que pertenceria regulamentarmente à GDSC Alvarenga Futebol SAD), algumas reuniões no seio do GDSC Alvarenga tentam ainda um derradeiro esforço para salvar o futuro na competição, que seria o de começar novamente por baixo, na 2ª divisão distrital da AF Aveiro. Contudo, no actual contexto, e a esgotarem-se os timings de filiação na AFA, nem mesmo a constituição de uma comissão administrativa se concretizou ainda e os riscos de o clube criado em 1977 não ir a jogo na nova época 2022/2023 ampliaram-se significativamente, apurou RODA VIVA junto da direcção cessante. 2022-08-03 MMS/RV
 
Arouca

Terça, 29 de Novembro de 2022

Serviço temporariamente indisponível!

PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Quero ser sepultado com a farda dos Bombeiros Voluntários de Arouca"

Arlindo Soares, primeiro instrutor dos BVA, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | visitantes online