SOCIEDADE
 
Promotores de abaixo-assinado sobre preço da água ameaçam com manifestação
 
«Se as entidades competentes não actuarem avançaremos», promete o principal impulsionador da acção popular
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Decorreu durante os últimos três meses a recolha de assinaturas para a "Petição/Reclamação pelo serviço e preço da água em Arouca" (ver em baixo).
A questão do tarifário da água e a qualidade do serviço prestado pela empresa "Águas do Norte"(AdN) tem estado na ordem do dia no município arouquense e provocado ondas de choque na população.
Foram 1.122 os subscritores daquele documento que foi remetido na quinta-feira (dia 15) para a AdN, Câmara e Assembleia Municipal.
José Artur Gomes, antigo presidente dos BVA e vice-presidente do Patronato, para além de outros cargos em diferentes instituições, é o principal rosto do movimento contestatário que emergiu na sociedade civil, que apela à revisão urgente dos preços de fornecimento da água no município e à melhoria do serviço prestado pela empresa intermunicipal. É ainda o principal e primeiro subscritor da petição.
"Se as entidades competentes não actuarem - sendo que não nos deixaremos levar por manobras de show off - avançaremos com uma manifestação com moldes a definir (até porque estamos a viver neste momento em Estado de Calamidade)", afirmou o principal signatário da petição ao RODA VIVA.
Lançando algumas farpas ao executivo sobre esta matéria delicada, "finalmente vemos a presidente de Câmara assumir um mea culpa, facto que saudamos, apesar de entendermos que isso não chega minimamente. Lamentamos que após tantas e tantas manifestações de desagrado da população, só agora os poderes locais se manifestem".
"Por isso, a nossa luta só acabará quando os preços que consideramos "escandalosos" sejam alvo de uma revisão a sério, seja de que forma for, nem que para isso seja necessário uma reversão da concessão da água", prometeu,
"O que nos move, aos mais de um milhar de signatários, é unicamente um melhor serviço e um melhor preço da água em Arouca, sempre em defesa dos arouquenses" concluiu José Artur Gomes. RV 2020-10-17


"Petição/Reclamação pelo serviço e preço da água em Arouca"
"Eu, José Artur de Almeida Gomes, contribuinte fiscal n.º 140930078, venho, em nome dos subscritores do abaixo assinado "Petição/Reclamação pelo serviço e preço da água em Arouca", que decorreu nos últimos três meses, enviar o resultado da adesão.
Saliente-se a concordância voluntária, com uma muito significativa representatividade de famílias arouquenses,mesmo pesando a forma, as férias de verão, o surto pandémico (acrescido no nosso concelho) e o curto tempo em que as mesmas foram sendo registadas, por iniciativa de cada um, totalizando mais de um milhar de assinaturas. Pretende-se, com esta tomada de posição, que V.Exªs. não só façam a respetiva interrogação/reflexão e análise quanto ao sentimento de revolta do Povo de Arouca, tendo presente a forma e "roubo" escandaloso que se verifica na exploração e fornecimento de um bem essencial e que, com muita abundância, jorra nas terras de Arouca. Em face da atual situação quanto ao assunto versado, vêm os subscritores, exigir que seja tomada em boa nota esta vontade, no sentido de, junto das instâncias do poder e nomeadamente junto das Águas do Norte sejam, de imediato, encetados contactos negociais no sentido de reverter esta já escandalosa situação. Os signatários e muitos mais que, já posteriormente, o demonstraram, jamais ficarão calados por tão grande injustiça, inqualificável e demonstradora do desrespeito por uma população, quando é do conhecimento público as demonstrações de desagrado já manifestado por muitos outros municípios, que já tomaram posições oficiais no sentido daquilo que se deseja e pretende: Revogação imediata dos atuais moldes de fornecimento e preços. Os atuais signatários exigem, igualmente, seja tornado público os contornos contratuais vigentes, uma vez que se interrogam quando ao integral cumprimento dos mesmos, bem como o respeito pelos pressupostos que lhes deram origem, tanto mais que se constata que os critérios praticados nos débitos do fornecimentos são discriminatórios e díspares de concelho para concelho, contrariando, inclusive, o espelhado no site da empresa fornecedora. Todos, sem exceção, estão disponíveis para encetar outras formas de luta coletiva, caso não vejam resultados da atual posição assumida publicamente.
Todos, sem exceção, estão disponíveis para encetar outras formas de luta coletiva, caso não vejam resultados da atual posição assumida publicamente.
Arouca, 15 outubro 2020 O Primeiro Signatário, José Artur de Almeida Gomes"

 
Arouca

Quarta, 28 de Outubro de 2020

Actual
Temp: 11º
Vento: E a 0 km/h
Precip: 0 mm
Nevoeiro
Qui
T 16º
V 3 km/h
Sex
T 19º
V 3 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"Continua a aposta (da CMA) 'quase irracional' no turismo"

Carlos Tavares, lider do PPM-Arouca, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 15 visitantes online