SOCIEDADE
 
MP arquiva inquérito à Câmara por adjudicação de pavimentação de estrada
 
Não foram apurados indícios criminais no ajuste directo a empresa de construção
 
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
O Ministério Público (MP) determinou o arquivamento do inquérito sobre o ajuste directo da Câmara Municipal relativo à "Empreitada de pavimentação da estrada de Chão de Ave a Provizende - Troço Quintela/Chão de Ave", obra adjudicada à empresa Construções Carlos Pinho, Lda., "por falta de indícios da prática de qualquer ilícito criminal".
O gabinete de comunicação da autarquia fez também chegar à redacção do RODA VIVA uma declaração de Margarida Belém, presidente da autarquia e que era visada na investigação: «É com natural satisfação que vejo concluído este processo, que surgiu na sequência de uma denúncia anónima, e no qual se procurou colocar em causa a minha idoneidade e seriedade na governação do Município. Conforme ficou claro, o que esteve em causa aqui foi a salvaguarda do interesse dos munícipes, com a realização contínua das obras de beneficiação da estrada Provizende/Quintela - troço Quintela-Chão de Ave, sem acréscimo de custos e com o menor incómodo possível para os residentes e transeuntes daquele troço rodoviário». 2020-02-10


NOTÍCIA RELACIONADA: aqui
 
Arouca

Segunda, 17 de Fevereiro de 2020

Actual
Temp: 12º
Vento: NNW a 6 km/h
Precip: 0 mm
Nublado
Ter
T 11º
V 3 km/h
Qua
T 13º
V 2 km/h
PUB.
PUB.
 
 
A Frase...

"O facto de sermos uma Junta independente não nos tem facilitado em nada"

Adriano Francisco, presidente da JF Tropeço, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 38 visitantes online