SOCIEDADE
 
Escolas: um Não à violência sobre as Mulheres
 
Três actrizes (Vânia, Patrícia e Marta) em palco em Arouca numa atitude realista e interventiva de grande qualidade
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
A força da mudança de mentalidades está na educação precoce e na preparação dos jovens para os desafios que a vida expõe. Foi com este pensamento que nos agrupamentos de escolas de Escariz e Arouca estiveram em foco diversas iniciativas, incluindo uma manifestação matinal aos portões da escola, visando sensibilizar para a abordagem a uma das maiores chagas do nosso tempo: a violência contra as mulheres. Um problema não só português mas transversal a todas as sociedades e culturas. Enquanto elas vão morrendo ou sofrendo no corpo e na mente feridas difíceis de debelar, sente-se tanta vezes à volta dos horrores a inércia da sociedade, das instituições, das autoridades e das instâncias judiciais, que chegam quase sempre atrasadas ou sem solução à urgência que as Mulheres clamam. Começar pelos mais novos, no presente caso, os alunos do ensino secundário, potenciar a vertente educativa, mesmo que para isso seja preciso chocar, orientou a celebração do Dia Internacional da Eliminação da Violência Contra as Mulheres. Ponto alto da efeméride foi a apresentação, seguida de debate, da peça de teatro "Mulheres", realização da Tin.Bra - Academia de Teatro
de Braga. Três mulheres (Vânia, Patrícia e Marta) em palco numa atitude realista e interventiva de grande qualidade em que o corpo e a voz das actrizes comoveram ao materializarem os quadros da doentia intimidade que ocorre quase sempre "dentro de quatro paredes", a violência doméstica, a violência no namoro e a violência encarnada na prostituição exploradora. A jornada de sensibilização e alerta teve o contributo da Câmara Municipal de Arouca e da respectiva Rede Social, em colaboração com as equipas de cidadania e de Promoção da Educação para a Saúde (PES) dos dois agrupamentos de escolas arouquenses.
Também o Parlamento dos Jovens, iniciativa da Assembleia da República de participação cívica e argumentação dirigida aos estudantes portugueses versa no presente ano lectivo o tema da "Violência doméstica e no namoro: como garantir o respeito e a igualdade?". 2019-11-25 MS/RV
 
Arouca

Segunda, 10 de Agosto de 2020

Actual
Temp: 21º
Vento: SW a 0 km/h
Precip: 0 mm
Pouco Nublado
Ter
T 26º
V 2 km/h
Qua
T 25º
V 2 km/h
PUB.
PUB.
 
PUB.
 
A Frase...

"Acredito sinceramente que o PSD pode ganhar as eleições autárquicas do próximo ano"

Rui Vilar, líder do PSD Arouca, na tomada de posse da CP do partido

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 15 visitantes online