SEGUNDA LIGA
 
FC Arouca 2-1 Estoril
 
Fortes
Vitória suada e obtida após vantagem forasteira. Fortes e Lumu marcaram os golos que mantêm o FCA a respirar
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
33.ª jornada - 11 Maio 2019
Jogo no Estádio Municipal de Arouca - Espectadores: 1890
Árbitro - Luís Godinho (AF Évora), auxiliado por Rui Teixeira e Jorge Cruz.

FC Arouca - Stefanovic, João Amorim (Kiko, 45'), Massaia, Pedro Pinto, Thales (Baba Seck, 84'), Ericson, Soares, Adílio, Willian (Lumu, 70'), Fábio Fortes e Malele.
Suplentes não utilizados: Rui Vieira, Benny, Bruno Alves e Breitner.
Treinador: Quim Machado

Estoril - Igor Rodrigues, João Góis, Diakhité, Miguel Rodrigues, Tote Gomes, Cícero Alves (Gonçalo Santos, 8'), João Patrão, Kenji Gorré, Yan Santos (Bélima, 61´), Filipe Soares e Roberto (Sandro Lima, 80´).
Suplentes não utilizados: César, André, Furlan, Koneth.
Treinador: Bruno Baltasar

Ao intervalo: 0-1
Marcador: 0-1 (Roberto, 33'); 1-1 (Fábio Fortes, 53'); 2-1 (Lumu, 89').

Do quase drama ao golaço de Lumu do tamanho da esperança

Se o futebol é apaixonante é porque um pontapé no esférico pode mudar a história e arrasar as emoções de qualquer um. Foi assim o final dramático no Municipal de Arouca. O empate a uma bola era mau para o FC Arouca. Parecia estar quase tudo perdido quando aos 87 minutos Sandro Lima dispôs de um penálti para arrasar Arouca mas a bola milagrosamente bateu na trave. Dois minutos depois o holandês Jeroen Lumu, de 23 anos, ousou armar o pé esquerdo de fora da área e atirou para um golaço monumental que espalhou a loucura no estádio arouquense. Uma vitória arrancada a ferros frente a um Estoril tranquilo e que até foi para o intervalo a ganhar por 1-0 graças a uma bonita jogada triangulada que terminou no golo de Roberto, avançado que não festejou diante da sua antiga equipa. Era o fim de uma primeira parte em que o FC Arouca parecia tolhido nas capacidades de se soltar face à responsabilidade decretada de ganhar. O intervalo serviu para arejar as ideias e controlar a adrenalina. A equipa arouquense entrou a todo o gás, como se já não houvesse amanhã e queimou todas as "pilhas" até ao derradeiro minuto de jogo.

Arouca sai das trevas e apoio dos adeptos faz o resto

Um turbilhão colectivo em busca da vitória que não nasceu mais cedo porque mesmo assim o discernimento não era o melhor nos vários momentos para finalizar. Fortes (47'), Adílio (49') e Malele (51') podiam ter feito melhor frente à baliza de Igor mas a igualdade chegaria num cabeceamento do avançado caboverdiano após pontapé-de-canto de William. A equipa do sul estava menos capaz face à vontade de poder dos arouquenses e Massaia (61') obrigou Igor à defesa da tarde num cabeceamento que levava o carimbo de golo. Arouca carregava, insistia até à exaustão mas faltava o golo redentor. O povo de Arouca não desanimava e puxava pela equipa. A "azarada" claque estorilista - vítima de um contratempo - entrava no recinto a dez minutos (!) do fim e ainda a tempo de quase ver os canarinhos levarem os três pontos. A grande penalidade não deu certo e depois aconteceu a motricidade heróica de Lumu, um golo do tamanho da esperança que pode manter o FC Arouca na II Liga. No meio das quentes emoções finais, o dirigente António Teixeira e o director desportivo Joel Pinho foram avermelhados pelo juiz de Évora. Consumado o triunfo, a clareza das contas da Liga fica adiada até à tarde de amanhã.

SALA DE IMPRENSA >>>

Quim Machado (treinador do FC Arouca): "Foi um jogo muito difícil. A primeira parte foi lenta da nossa parte. Ao intervalo disse aos jogadores que ou acordávamos ou descíamos de divisão. A segunda parte foi toda nossa mas desperdiçamos muitas oportunidades. Tivemos sorte de a grande penalidade do Estoril não entrar e depois foi o golo da vitória. Lutamos até à exaustão e merecemos esta vitória."

Bruno Baltasar (treinador do Estoril): "Estamos com um final de época difícil. O nosso objectivo estava agora em conseguir o terceiro lugar e foi com a intenção de levar os três pontos que viemos a Arouca. A nossa estratégia era aproveitar a intranquilidade do Arouca. Foi um bom jogo e o penálti podia ter dado a nossa vitória. Deixo uma palavra para os nossos adeptos que fizeram um grande esforço para virem apoiar-nos mas devido a um percalço chegaram tarde ao jogo." MMS 2019-05-11 (fotos: Nuno Santos) - direitos reservados

II LIGA
33.ª jornada
Leixões 1-1 P. Ferreira
Acad. Viseu 2-1 Penafiel
Benfica B 2-1 V. Guimarães B
FC Arouca 2-1 Estoril
Domingo - 12 Maio
FC Porto B 0-1 Braga B
Famalicão 3-2 UD Oliveirense
Mafra 0-1 Farense
Académica 0-2 Covilhã
Cova Piedade 0-0 Varzim

34.ª e última jornada
Sábado - 18 Maio
Braga B - Benfica B (11h00 STV)
V. Guimarães B - FC Porto B
Domingo - 19 Maio
Varzim - Académica (15h00)
UD Oliveirense - FC Arouca (15h00)
Covilhã - Mafra (15h00)
Farense - Acad. Viseu
Estoril - Famalicão (15h00 STV)
P. Ferreira - Cova Piedade (15h00 STV)
Penafiel - Leixões (16h00)

JOGO EM AVEIRO
Em resultado das obras de beneficiação que decorrem desde há duas épocas no estádio em Oliveira de Azeméis, o FC Arouca defronta a UD Oliveirense no Estádio Municipal de Aveiro, às 15h00.

 
Arouca

Segunda, 22 de Julho de 2019

Actual
Temp: 23º
Vento: SE a 0 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Ter
T 26º
V 3 km/h
Qua
T 28º
V 2 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
A providência cautelar interposta pela Lista A às eleições do FCA vai ter como desfecho o...
 
 
A Frase...

"Mansores está em contra-ciclo, no próximo ano lectivo vamos abrir duas salas de ensino pré-escolar com quarenta crianças"

Jorge Oliveira, presidente da JF Mansores, em declarações ao RV

PUB.
EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 23 visitantes online