POLÍTICA LOCAL
 
Juventude Socialista debate ordenamento florestal em Arouca
 
Mesa dos oradores
Plateia de meia centena de interessados esteve em tertúlia em café-bar na sede de concelho
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
Decorreu na passada quinta-feira, 30 de Novembro, a Tertúlia de Ordenamento Florestal organizada pela Juventude Socialista de Arouca, no café-bar Transat (Esplanada do Parque).
O principal objectivo desta tertúlia foi a consciencialização dos benefícios deste ordenamento no futuro, uma vez que "somos nós que usufruiremos dele", como afirmou Jonatan Ribeiro.
Na presença de meia centena de pessoas, Jonatan Ribeiro enalteceu ainda "a forte presença dos mais jovens" para debater um assunto tão importante como é a floresta "sendo uma mais valia não só a nível económico como social e paisagístico".
Entre os convidados, estava como moderador Celso Portugal, presidente da direcção dos Bombeiros de Arouca, Filipe Amorim, 2º comandante da corporação e técnico superior da Câmara Municipal de Arouca e Pedro Quaresma, em representação da Associação Florestal Entre Douro e Vouga. De salientar também a presença do vereador Albino Cardoso em representação da Câmara Municipal que afirmou que "a via verde florestal é uma forte aposta da autarquia".
Pedro Quaresma realçou que um dos actuais problemas "é a rentabilidade da floresta portuguesa", uma vez que terá de aumentar a "consciencialização dos proprietários privados" e "a fiscalização regular, juntamente com o ICNF" (Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas). Destacou ainda "a importância dos guarda florestais e a necessidade de repensarmos a possibilidade.
Filipe Amorim identifica como principais problemas o pobre funcionamento dos mecanismos de fiscalização, e a consequente preocupação em "gerirmos prejuízos em vez de gerarmos riqueza". Salienta ainda que "não há cultura de reinvestir na floresta", são aplicadas "medidas de restrição e não medidas compensatórias".
Celso Portugal, o moderador da tertúlia, terminou dizendo que "todos nós devemos dar o nosso contributo e não culpabilizar a autarquia, todos devemos pensar no futuro, nunca desanimando", incentivando os mais jovens na preocupação com a floresta.
Em jeito de conclusão, e depois de todas as questões colocadas aos oradores, Jonatan Ribeiro agradeceu a colaboração de todos os presentes afirmando que "o ordenamento é um assunto tão importante que uma tertúlia não será o suficiente para debater todos os assuntos considerados críticos". JS-A 2017-12-03
 
Arouca

Segunda, 18 de Dezembro de 2017

Actual
Temp: 8º
Vento: N a 3 km/h
Precip: 0 mm
Céu Limpo
Ter
T 15º
V 2 km/h
Qua
T 13º
V 0 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Nas compras natalícias deste ano, pensa gastar...
 
 
A Frase...

"Temos levado o nome da nossa instituição cada vez mais longe"

Jorge Aido, presiente da Banda Musical de Figueiredo, em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 40 visitantes online