FUTEBOL NÃO-PROFISSIONAL
 
Alvarenga perde na final da Taça de Aveiro
 
Equipa orientada por Pedro Costa derrotada nas grandes penalidades, após 0-0 no final do jogo | NOTÍCIA COM MAIS DE 1500 VISUALIZAÇÕES
 
   Mais fotos
  Outras acções...
 Enviar a um amigo
 sugerir site
GDSC Alvarenga e SC Esmoriz disputaram a 29.ª final da Taça Distrito de Aveiro. Após o empate a zero no final dos 90 minutos, a equipa do litoral ergueu o troféu ao vencer no desempate através da marcação de pontapés de grandes penalidades.

GDSC ALVARENGA 0-0 (5-6 g.p.) SC ESMORIZ
Jogo no Estádio Municipal de Aveiro
Árbitro - Renato Oliveira, auxiliado por Rafael Castro e Gonçalo Fernandes (AFA).

GDSC Alvarenga - Rafa; Lucas Passari, Luís Demathê, Kaique e Rui Cardoso; Letz (Bruno Martins, 74'), Guaxupé e Milton; Ricardo Oliveira, Luisinho (Ayrton, 86') e Rui Mateus (Adilson, 65').
Suplentes não utilizados: Bruno, Zé Manel, Periquito e Diego
Treinador: Pedro Costa

SC Esmoriz - Borges; Tiago Ferreira, João Alves, Correia e Ruca; João Coronal (Couto, 88'), Pedro Godinho e Batista; Jeff (Fred, 60'), Koneh e Martin.
Suplentes não utilizados: Ricardo, Agenor, Luís Roberto, Bruno Sousa e Gonçalo.
Treinador: Narciso Ratinho

Ao intervalo: 0-0
Final 90': 0-0
Desempate por grandes penalidades: 5-6

Taça era merecida e foi amarga

Ainda não foi desta que a Taça Distrito de Aveiro (este época Taça "Pecol") viajou para o concelho de Arouca. Depois da final perdida pelo FC Arouca em 2007 (derrota com o Bustelo por 0-1), foi agora o Alvarenga a ver o adversário elevar o troféu. Um desfecho amargo para aquilo que os alvarenguenses fizeram frente ao 5º classificado do campeonato. Dotado de uma equipa jovem (dez titulares com idade igual ou inferior a 22 anos), o Alvarenga entrou para fazer história, realizando uma grande primeira parte que surpreendeu e deixou vários momentos de dificuldades para a baliza do Esmoriz. Guaxupé estava forte na luta do meio-campo e Milton carregava a toada ofensiva dos alvarenguenses, êxito que foi travado duas vezes pelos ferros e por três grandes intervenções do guarda-redes Borges. Aos 15' Mateus cruza e Correia, apertado por Luizinho, desvia para o poste. Aos 26' dupla situação de perigo em boa combinação atacante que conduziu aos remates de Luizinho e Milton, mas Borges estava lá. Aos 26´ uma grande trivela de Lucas Passari foi desviada por Borges para a barra. O Alvarenga ensaiava melhor futebol deixando para os homens da barrinha um futebol inconsistente e pouco inspirado que deixou apenas uma situação de real perigo na falha de Martin na cara do golo aos 36'. Terminava uma primeira parte renhida mas o segundo tempo não teve continuidade nas exibições. A equipa de Esmoriz rectificou posições, o jogo tornou-se uma contenda de poucos espaços e as oportunidades de golo foram quase nulas. Com o meio campo alvarenguense a perder no desempenho físico, lucrou o Esmoriz para criar perigo mas um cabeceamento de Martin foi para fora, naquela que foi a melhor ocasião da etapa complementar, já o jogo ia no minuto 80. Boa exibição do Alvarenga, que bem merecia a Taça pelo maior número de oportunidades e maior tempo qualidade de jogo. Arbitragem com algumas falhas mas sem influência no resultado. 2017-06-12 Manuel Matos de Sousa 


Penáltis decidiram a final
Apesar do desgaste, os jogadores de ambas as equipas estiveram exímios, facturando a primeira série de cinco. À sexta, Lucas Passari rematou ao lado e Fred aproveitou para fazer a festa de Esmoriz, que ganhou pela primeira vez o troféu.

Alvarenga (5): Ricardo Oliveira (1), Ayrton (1), Bruno Martins (1), Lucas Demathê (1), Milton (1); Lucas Passari (para fora).
Esmoriz (6): Pedro Godinho (1), Batista (1), Correia (1), João Alves (1), Koneh (1), Fred (1).


Entidades marcaram presença
A festa do futebol distrital levou adeptos de ambos os clubes ao palco nobre do Municipal de Aveiro. Entidades concelhias dos emblemas em jogo também se fizeram representar. Ao lado do presidente da AFA, Arménio Pinho, e do representante da FPF, Hermínio Loureiro, estiveram os vice-presidentes da Câmara de Ovar e de Arouca, Margarida Belém, acompanhada pela restante vereação, Albino Gonçalves, Fernando Peres, Filipa Noronha e José Luís Silva.

Daniela e Martel marcaram na final feminina
As futebolistas de Arouca Daniela Silva e Rita Martel tiveram tarde de sonho na final feminina, ao apontarem dois dos três golos que revalidaram o título distrital do Clube de Albergaria (5º classificado da I Liga), que bateu na final a AD Ovarense (formação da II Liga) por 3-0. Joana Batista fez o 1-0 aos 20', Daniela Silva, desmarcada por Martel, fez um grande golo aos 77' e Martel voltou a aparecer para fechar o resultado de 3-0 aos 85', após assistência de Joana Batista. 2017-06-12 MMS

FINAIS DA TAÇA DE AVEIRO "PECOL"
Estádio Municipal de Aveiro
Feminina: Ovarense 0-3 Clube de Albergaria
Masculina: GDSC Alvarenga 0-0 SC Esmoriz (5-6 g.p.)

 
Arouca

Sexta, 18 de Agosto de 2017

Actual
Temp: 17º
Vento: NNW a 2 km/h
Precip: 0 mm
Pouco Nublado
Sáb
T 29º
V 0 km/h
Dom
T 32º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
Qual vai ser o seu destino de férias este ano?
 
 
A Frase...

"Trata-se de uma candidatura de pessoas livres, que pensam pela sua cabeça"

Victor Brandão, candidato à CMA pelo movimento "Nós Cidadãos", em entrevista ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 28 visitantes online