SOCIEDADE
 
Jornadas debateram o futuro da floresta de Arouca
 
Conferência e debate decorreu no auditório da Loja Interactiva Turismo
Os testemunhos dos movimentos Matéria-Prima e Gaio provaram que os cidadãos podem fazer a diferença na reabilitação e preservação | NOTÍCIA COM MAIS DE 1800 VISUALIZAÇÕES
 
   Mais fotos
A floresta, que é em Arouca um importantíssimo recurso natural e de dinamização económica, foi o tema das "Jornadas da Floresta: a floresta e os incêndios" que decorreram no passado fim-de-semana, dias 24 e 25 de Março. No auditório da loja interactiva de turismo de Arouca, falou-se do passado, do presente e sobretudo do futuro da floresta. Partilhou-se conhecimento entre quem melhor conhece as dinâmicas locais e renomados especialistas na matéria.
No primeiro dia, os agentes locais realçaram a riqueza da floresta de Arouca, ao nível ecológico, económico e sociocultural e apontaram soluções para uma maior valorização e rentabilidade. Falou-se de exploração florestal e de valorização energética dos sobrantes, de aproveitamento integrado de recursos florestais e de desenvolvimento rural sustentável, nomeadamente através da certificação florestal. O futuro, a gestão partilhada (pública, colectiva e individual) foram os motes para a intervenção dos especialistas. Já os testemunhos de representantes dos movimentos Matéria-Prima e Gaio provaram que os cidadãos podem fazer a diferença na reabilitação e preservação da floresta.
A partilha de conhecimentos e opiniões continuou ao longo do segundo dia. Sete meses após o grande incêndio que assolou o concelho de Arouca, o debate centrou-se na importância de aprender com as crises. Agentes locais e especialistas falaram da evolução das formas de combate, do envolvimento bem-sucedido das populações na prevenção e combate aos fogos e de estratégias para reduzir a acumulação de combustíveis, nomeadamente o fogo controlado. Presente esteve sempre a ideia de que o futuro da floresta depende de todos, que o processo legislativo neste sector deveria ser mais participativo e que os municípios deveriam ter mais competências para actuar na fiscalização e ordenamento do território florestal. 2017-03-27

(mais desenvolvimentos na próxima edição impressa do RODA VIVA jornal)



Comentários
 
 
Arouca

Sexta, 26 de Maio de 2017

Actual
Temp: 19º
Vento: S a 2 km/h
Precip: 1.4 mm
Aguaceiros
Sáb
T 23º
V 3 km/h
Dom
T 18º
V 5 km/h
PUB.
PUB.
 
INQUÉRITO
O partido vencedor das eleições autárquicas 2017 em Arouca, a 1 de Outubro, ganhará a disputa com...
 
 
A Frase...

"Nas três paróquias há pessoas com uma entrega total"

Agostinho Watela, pároco das freguesias de Escariz, Fermedo e S.M. Mato, em declarações ao RV

EDIÇÃO IMPRESSA

RSS Adicione ao Google Adicione ao NetVibes Adicione ao Yahoo!
PUB.
Desenvolvido por Hugo Valente | Powered By xSitev2p | Design By Coisas da Web | 60 visitantes online